RIO BRANCO

Política Destaque

“Escândalos dos Precatórios pode levar ao impeachment de Gladson se for comprovado. Operações na educação pediu música no fantástico”, diz Zen

Publicados

Política Destaque

Veja o Vídeo:

O deputado Daniel Zen (PT) que é oposição ao governo do Estado na Assembleia Legislativa do Estado do Acre (ALEAC) fez um pronunciamento no plenário da Casa a respeito das inúmeras operações realizadas no governo de Gladson Cameli por conta dos inúmeros indícios de corrupção que há nas mais variadas secretarias do Estado e as irregularidades que pairam sobre o atual governo.

 Zen deu início falando a respeito do Vice-governador do Estado, Major Rocha, colocar Ordem na Casa, durante a ausência do Governador Gladson, já que neste período, Rocha estaria com a caneta azul em sua mão, e enquanto estivesse na posição de Governador em Exercício poderia se aproveitar desta caneta para tomar providências a cerca das graves denúncias que ele mesmo denunciou.

Zen deu como exemplo a Conexão Manaus que trata da quantidade exorbitante de empresas do Estado do Amazonas que foram contratadas através de dispensa de licitações, contratações emergenciais, Contratação diretas, sem licitação que sem dúvidas fortaleceu a economia do Estado vizinho e enfraqueceu a economia local, pois não há geração de empregos.

Escândalo na SEPLAG

Em seguida, o parlamentar citou o problema da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (SEPLAG) com relação a Fênix Soft, Banco Máxima e Avancard, que inclusive, outrora Zen chegou a alertar o governador Gladson, afirmando que iria sair gente presa e algemada do Palácio das Secretarias por conta desse rolo chamado Fênix Soft e Avancard.

Nesta mesma oportunidade, Zen chegou a numerar as irregularidades acerca desta situação. O primeiro crime é o de criar uma margem extra consignável ilegal, por decreto e não por lei. Segundo, o crime de cobrar juros extorsivos, abusivos, cinco vezes mais altos que os juros praticados no mercado. Terceiro, o crime de criar uma reserva de mercado indevida para uma única empresa administradora de um cartão e não para todos os bancos.

O quarto crime é o vazamento de informações do servidor, protegidas por lei, que só poderiam ter acesso, o seu empregador, ou seja, o Estado e não uma empresa. Vale ressaltar que esses problemas citados acima aconteceram lá atrás, logo no início onde se percebia que este governo seria um desastre.

Operações e Escândalos na SEE

Daniel relacionou ainda, os inúmeros escândalos que vem acontecendo na Secretaria de Estado de Educação. Escândalos estes que iniciaram com as chamadas públicas que em tese seria para beneficiar indústrias locais e desviaram a finalidade utilizando-se destas chamadas públicas para comprar de atacadistas e foi aí que iniciaram-se os problemas com a merenda escolar que até hoje esses problemas não foram resolvidos.

Em seguida, ainda em se tratando da Secretaria de Educação do Estado houve o escândalo de superfaturamento na compra da merenda que segundo a polícia podia chegar a R$ 22 milhões de reais, onde após dois meses de investigação, a Polícia Civil começou a Operação Mitocôndria que foi deflagrada para frear desvio de recursos da merenda escolar no estado. Há época a Delegacia de Combate à Corrupção (Decor), Departamento de Inteligência (DI), em parceria com a Controladoria Geral do Estado (CGE), cumpriram sete mandados de prisão temporária; 20 mandados de busca e apreensão nas sedes de quatro empresas de Rio Branco, Tarauacá e Xapuri, além dos depósitos de merenda escolar da Secretaria de Educação em Rio Branco, Tarauacá, Sena Madureira e Cruzeiro do Sul.

Mas os escândalos na Secretaria de Educação do Estado no governo Cameli não pararam por aí, em seguida veio a Operação Pratos Limpos que investiga corrupção em licitações públicas e aponta a compra feita pela Secretaria de Estado de Educação (SEE) de pelo menos 41 mil cestas básicas de forma irregular distribuídas como merenda escolar para pais de alunos. Entre os presos estão dois servidores públicos e quatro empresários, dois parentes do governador Gladson estão entre os investigados. Na oportunidade a Polícia Civil do Acre cumpriu pelo menos 26 mandados judiciais, dentre esses os mandados, foram cumpridos seis de prisão e outros 20 de busca e apreensão. Ao todo, seis pessoas foram presas preventivamente e nove veículos apreendidos e contas bancárias de 10 pessoas bloqueadas, segundo o delegado Pedro Resende, responsável pelas investigações. Pelo menos R$ 332 mil foram superfaturados. Na época foram cumpridos mandados na capital acreana, Rio Branco, Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, e em Fortaleza (CE) de acordo com o delegado.

Leia Também:  Declarações de diretor não convence sobre fura-filas, e deputados vão ouvir secretário a pedido do deputado Edvaldo Magalhães

Seguindo a linha de escândalos da SEE, temos também a Operação Trojan que investiga fraude em venda de computadores, onde de acordo com o delegado Pedro Resende, que presidiu as investigações e afirmou que a fraude foi constatada em um levantamento feito pelo Tribunal de Consta do Estado (TCE). Na época, Resende afirmou que estava sendo feito um levantamento com relação a 2 mil computadores pela Secretaria Estadual de Educação e foi apontado um superfaturamento, dos computadores já pagos, e sobrepreço nos que ainda faltavam pagar. Na oportunidade, os envolvidos foram indiciados por associação criminosa, falsidade ideológica e por fraude em licitação pública. Além das prisões, diversos documentos foram recolhidos e o delegado pediu ainda o bloqueio de mais de R$ 2,5 milhões de contas bancárias, valor que é referente ao prejuízo ao poder público.

Logo após veio o escândalo na compra de livros didáticos que poderia ter sido obtidos gratuitamente e o Estado mas preferi gastar R$ 15 milhões para compra dos livros que ninguém usou ou talvez vá usar. Foi dito na época que o Estado não precisaria comprar esses livros, mas bastava pedir esses exemplares ao Ministério da Educação. Outro fato que chama atenção é que foram comprados 22 mil kits, sendo que apenas 7 mil alunos participam do Programa do EJA, ou seja, a quantidade de material é superior duas vezes mais que o necessário. 

Escândalos da Parada de Ônibus que custou quase R$ 400 mil foi construída onde o ônibus não passa

Em seguida veio o que o deputado Daniel Zen considerou de Paradão de ônibus que foi a polêmica em torno da construção de parada de ônibus na frente da escola estadual rural 25 de Julho, localizada no Ramal 2 Irmãos, na zona rural de Rio Branco. Ocorre que a tal parada de ônibus teria sido construída em um ramal, onde simplesmente não passam ônibus. Junto com a pavimentação em tijolos de parte do ramal, o valor da obra se aproxima dos R$ 400 mil reais.

A construção/instalação da parada de ônibus na “azulão”, recebeu uma saraivada de críticas nas redes sociais. Não apenas pelo mau gosto e pela falta de serventia, mas principalmente pelo custo da obra: quase R$ 400 mil. Em entrevista à TV 5, o próprio diretor da escola, Geraldo Carneiro, disse que até hoje não sabe qual serventia tem a obra.

Operação no DEPASA

Mas mudando de assunto, o deputado Daniel Zen mudou de departamento e foi rumo ao Departamento Estadual de Água e Saneamento do Acre (Depasa) onde citou a Operação Toque de Caixa que foi deflagrada no dia 3 de agosto, pela Polícia Civil, que confirmou que a empresa ligada aos ex-gestores do Depasa, Sebastião Fonseca, ex-diretor presidente, e Edson Siqueira, ex-diretor financeiro, era beneficiada com o pagamento irregular no desvio de verbas públicas que chegou ao montante de R$ 500 mil.

As investigações são da Delegacia de Combate à Corrupção e aos Crimes contra a Ordem Tributária e Financeira (Decor), que atua no caso dos desvios há dois meses. A Operação Toque de Caixa resultou na prisão do ex-diretor presidente do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) Sebastião Fonseca, e da esposa dele.

As investigações da Polícia Civil duraram cerca de dois meses e apontam que Fonseca é suspeito de beneficiar a empresa de Delba, a Bucar Engenharia, com um contrato que desviou verba pública. De acordo com a polícia, o montante desviado seria de pelo menos meio milhão de reais.

Escândalos no DERACRE

Incansável, Zen cita ainda os diversos rolos que aconteceram no Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre), onde houve contratação de empresa do próprio diretor-presidente para prestar serviço de elaboração e projetos de topografia, traduzindo, o próprio presidente contratou a própria empresa para receber do órgão que ele dirige, um absurdo!

Leia Também:  Tirando o dele da reta: Gladson diz que a responsabilidade pela ponte de Rodrigues Alves não é dele e sim do DNIT

Não poderíamos deixar de citar a Conexão Goiás, onde houve orçamento paralelo destinado para municípios do interior de Goiás por parlamentares do Acre que é sede de empresas contratadas pelo Deracre e é um escândalos que a população precisa tomar conhecimento disso.

Operação na SESACRE

Em se tratando de tantos escândalos não poderíamos deixar de citar a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (SESACRE), onde a Polícia Federal deflagrou a operação “End Of Times”  para apurar e combater fraudes na contratação da empresa New Times Negócios LTDA pela Secretaria Saúde do Acre (Sesacre) para o combate à pandemia da Covid-19.

A investigação teve início em março de 2021, após pedido do Ministério Público Federal no Acre. Segundo a PF, foi constatado uma série de irregularidades e suspeitas no procedimento de dispensa de licitação para contratação de empresa para prestar serviço de limpeza hospitalar de UTIs de Covid-19 no Into. De acordo com o Delegado Pedro do Monte as investigações continuam e há possibilidade de que servidores da Sesacre tenham recebido pagamento de vantagens indevidas. Conforme a polícia, a investigação constatou que a empresa contratada não tinha aptidão técnica para ser selecionada, tendo em vista a ausência de comprovação de experiência na execução de atividade de limpeza hospitalar. 

Para a Polícia Federal há indícios de favorecimento e direcionamento à empresa selecionada por meio de alterações no termo de referência durante o procedimento de dispensa de licitação. De acordo com a polícia, após a mudança, afrouxando as exigências, a Sesacre assinou o contrato com a empresa investigada. Também foram encontrados indícios de falsidade no contrato social da empresa vencedora, possivelmente para ocultar os reais proprietários, tendo em vista que uma ex-funcionária da empresa, que chegava a receber um salário-mínimo, entrou com mais de R$ 1,6 milhão no capital social da empresa.

Escândalos dos Precatórios e a Relação Promiscua em torno

O deputado Daniel Zen tornou público o que pouca gente tem conhecimento ou se interesse em saber que é o fato do governador Gladson Cameli estar sob suspeita por conta da relação que o parlamentar considerou incestuosa, Promiscua que está em torno dos precatórios. entenda:

O advogado do governador Gladson Cameli foi indicado por ele para ser Procurador Jurídico da Junta Comercial

A esposa do Governador, Srª Ana Paula Cameli, é sócia no Escritório de Advocacia onde trabalha o advogado do Governador

O advogado do governador e Procurador Jurídico da Junta Comercial é quem captava clientes para comprar precatórios 

A vice-presidente da Junta Comercial foi indicado pelo Governador Gladson Cameli (assim como o advogado dele)

A empresa que comprava os precatórios pertence a vice-presidente da Junta Comercial do Acre

Essa relação entre a dona da empresa que é vice-presidente do Junta e é quem comprou precatórios; o advogado do Governador procurador da Junta, que captava clientes para comprar precatórios e a 1ª Dama sendo sócia no Escritório deste advogado, e o próprio governador ter ligação direta é que torna essa relação perigosa, pois de acordo com Zen, o indício de abuso de Poder e tráfico de influência é grave e pode resultar no impeachment do Governador do Estado se for comprovado essas algumas suspeitas, mas para isso se faz necessário que haja uma investigação minuciosa a respeito deste caso.

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Geografando com Sibá Machado! Economia e Política – Brasil X Holanda: O 7 X 1 no Agronegócio brasileiro! O Brasil Administrado por Bolsonaro perdendo para o menor pais da Europa no Agro Negócios. 

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Colapso do Sistema Penitenciário Acreano e a inércia do Governo Gladson: Asspen convoca todos os Policiais Penais para Assembleia Geral

Publicados

em

No Governo de Gladson Cameli não basta o impasse entre policiais penais, servidores Técnicos Administrativos do IAPEN AC, além das já inúmeras mazelas do sistema prisional acreano e brasileiro, super lotação, morosidade do sistema penal etc… sem tem um problema novo.

Após mais de 14 anos do último concurso público realizado em 2007, para minimizar os impactos desses longos anos de vacância, fora realizado um Processo Seletivo Simplificado, onde foram contratados 130 Agentes Penitenciários Temporários, agora Policiais Penais Temporários.

Porém um grande problema bate as portas, pois no dia 22/12/2021 o contrato deles se encerra, até o presente momento nem o governador Glasdson Cameli e sua gestão se manifestaram sobre o assunto. O mais próximo foi o Ministério Público que solicita um novo concurso público em caráter de urgência para que supra a necessidade do sistema.

Raciocínio Lógico Matemático Analítico (RLMA), se com a simples paralisação de parte dos Policiais Penais, de realizar o BH (Banco de Horas), já deu esses grandes problemas: Visitantes fechando estradas, ruas, avenidas em várias cidades e inclusive rebelião em Cruzeiro do Sul, fuga no presídio de Rio Branco, imagina como será após o fim do contrato dos 130 Policiais Penais Temporários?

Leia Também:  Gladson não vai fazer a ponte de R. Alves porque a balsa que faz a travessia é do seu primo que recebe mais de 1 milhão do governo, diz Vereadora

Se atualmente a Classe já enfrenta dificuldades devido o baixo número de agentes, é notório que com 130 a menos a situação passa a ser gravíssima, mas o governo do Estado teve e tem a oportunidade de evitar este colapso no sistema penitenciário do Acre, mas se nada for feito será por pura falta de vontade de evitar problemas, ou seja, é chamar mais problemas para a gestão pública.

Visando o desastre iminente, a Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário do Acre convocou todos os Policiais Penais do estado para uma Assembleia Geral Extraordinária. veja a baixo.

Convocação: Assembleia Geral Asspen

A Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário do Acre (Asspen) convoca a todos os Policiais Penais do estado, filiados ou não, para uma Assembleia Geral Extraordinária nesta segunda-feira (6) às 8h30min, no rol de entrada da Assebléia Legislativa do Acre (ALEAC), onde está montado o nosso acampamento.

Na ocasião, a categoria vai deliberar sobre os próximos atos em prol do movimento de valorização da Polícia Penal.

A Associação reitera a importância da participação de todos e reafirma que os pleitos exigidos só serão possíveis com uma categoria unida e organizada.

Leia Também:  Prefeita Socorro Neri prestigia 1º Baile dos Anos 60 dos Idosos do Barral y Barral

”Não basta querer, você também tem que lutar”.

Eden Alves Azevedo

Presidente da Asspen

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O Gefron apreendeu dentro de Van do município de Brasileia aproximadamente 150 kg de entorpecente, seria esta a maior apreensão daquela regional. De acordo com informações preliminares, o veículo da prefeitura iria realizar mais um transporte de pacientes que estão fazendo tratamento em Rio Branco quando foi surpreendido pelo policiais, após revistarem os pacientes e o veículo encontraram em uma sacola preta com todo o entorpecente.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA