RIO BRANCO

Política Destaque

Emissora da família Cameli tenta desqualificar manifestação pela Ponte, denominando de ato politiqueiro e revolta população de Rodrigues Alves

Publicados

Política Destaque

Vereadora de Rodrigues Alves e o Governador Gladson Cameli – Foto: Reprodução / Arte Alemão Monteiro

“Se a Pandemia reduziu os investimentos porque uma duplicação de quase 40 milhões da estrada do aeroporto, a reforma de todos os prédios públicos, milhões para mídia e nem um real para nossa Ponte? ” Indaga a vereadora Terezinha.

A vereadora Terezinha Fernandes (PCdoB), afirmou que não só ela, mas toda população de Rodrigues Alves ficou indignada com a forma que a rádio e TV Juruá destratou a luta e o sonho de uma cidade. Segundo a mesma, o apresentador do jornal de maior audiência da emissora, tentou dar conotação política ao maior movimento popular dos últimos anos em Rodrigues Alves.

“Só quem mora em Rodrigues Alves sabe o quanto sonhamos com o desenvolvimento desse município, isso passa pela ligação do centro com o segundo distrito e o govenador precisa ser homem de palavra para assumir sua promessa feita. Ele está embarcando para Europa, ficará longe dos problemas do Acre por dias, mas nós não vamos esquecer disso; a ponte é nossa prioridade. O jornalista tentou desqualificar nosso movimento, dizendo que tinha politicagem, mas não veio aqui acompanhar de perto e ver o drama de quem espera pela promessa feita a três anos atrás”, disse a parlamentar.

Leia Também:  Possíveis candidatos a única vaga de senador em 2022 no Acre, começam a botar a cara de fora

Terezinha afirma que, audiência pública marcada para o dia 5 na Assembleia Legislativa do Acre, só terá efeito positivo se lá estiver alguém do governo dando garantias que teremos a ponte inclusa no orçamento de 2022, caso contrário é chover no molhado.

“Ficamos até animados com o convite para essa audiência pública, mas sinceramente, espero que não seja para encher linguiça e ouvir somente o que já sabemos. O governador não estará presente, o você não tem relação com ele e quem nos dará a garantia de que nossa ponte entrará na lista de prioridades para 2022?’ Finalizou a vereadora.

O governador tem pouco prazo para definir o que pretende pedir a bancada federal em emendas de bancada para o ano que vem e a luta do povo de Rodrigues Alves é para incluir recursos para iniciar a tão sonhada Ponte sobre o Rio Juruá.

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O vereador Jurandir Queiroz tem sido uma pedra no sapato do governador Gladson Cameli, no município de Brasileia, isto porque tem mostrado os desmandos do Governo com seus setores existentes na Cidade, como é o caso do Depasa. Em outro momento, o governo anunciou a “grande” obra que seria o Departamento Estadual de Água e Saneamento do Acre (Depasa) de Brasileia, departamento este que sanaria todos os problemas com a falta de água que estava se tornando corriqueira no município.

Leia Também:  Ministério Público abre inquérito para investigar desvio de recursos no Depasa; Tião Fonseca e a esposa continuam presos

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Deputado Roberto Duarte diz que governador Gladson Cameli nunca cumpre promessas feitas

Publicados

em

O deputado Roberto Duarte (MDB) criticou a postura do governador Gladson Cameli (PP) em relação às promessas feitas por ele e não cumpridas. Em seu discurso, durante sessão desta terça-feira (30), o parlamentar falou sobre o anúncio do abono salarial aos servidores da Educação, que tem gerado debates intensos entre a equipe do governo e os profissionais que receberão o montante.

O Projeto de Lei, de autoria do poder executivo, concede abono salarial aos servidores da Educação com o que sobrou do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Inicialmente, cada profissional receberia R$ 16 mil, mas agora calcula-se que o valor seja de R$ 11 mil.

“Tudo que está acontecendo no Estado é em decorrência da má administração, da falta de gestão que eu venho falando desde o primeiro dia do meu mandato. O governador tem que parar de ir para a imprensa falar asneira. Ele precisa criar consciência de que é um chefe de estado e parar de humilhar as pessoas. Ele anuncia um valor, daí vem a secretária de Educação e diz outro”, criticou.

Leia Também:  Diante de Bocalon e Mailza Gomes, Gladson Cameli reafirma desejo de uma grande aliança entorno da reeleição da Prefeita Socorro Neri

O parlamentar finalizou seu discurso elogiando o papel que os demais deputados têm feito em busca de mediar esse e outros impasses entre governo e classes trabalhadoras. Veja mais na Agência Aleac

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A presidente do SINTEAC Rosana Nascimento, falando sobre o Abono da rede municipal de Rio Branco.. “É o governador Gladson Cameli e suas presepadas…ele não respeita a Educação do Estado, não respeita os professores…ele nem sabe os valores que serão pagos.. nós estamos pedindo esse abano e o governo e a secretaria não nos recebe”, diz presidente do SINTEAC Rosana Nascimento.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA