RIO BRANCO

Política Destaque

Edvaldo Magalhães: “Marcus Alexandre foi inocentado, mas a conta da exposição pública quem vai pagar?”

Publicados

Política Destaque

Na sessão desta quarta-feira (30), o deputado Edvaldo Magalhães (PC do B) destacou a decisão da Justiça Federal inocentando o ex-prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, do processo de investigação sobre supostas fraudes em procedimentos licitatórios e desvio de recursos na execução das obras de implantação, construção e pavimentação na BR-364, próximo ao Rio Gregório, em Tarauacá. 

“O que é mais engraçado nessa história, é que a juíza Carolyne Souza de Macedo Oliveira anotou que o laudo pericial estava errado. Segundo ela, os peritos não levaram em conta o transporte de insumos, que não se deu somente da capital acreana, mas também de outras cidades, fato capaz de influir no aumento do custo da obra, que, inclusive, foi considerado pela própria perícia quando da feitura da tabela. E agora, quem vai pagar a outra conta, a da exposição pública, por exemplo? Das centenas de discursos proferidos contra Marcus Alexandre nesta tribuna? Das centenas de publicações feitas? ”, questionou.

O oposicionista frisou que desde o momento da denúncia Marcus Alexandre se colocou à disposição da polícia. “Marcus foi conduzido coercitivamente para prestar depoimento mesmo não tendo recebido um ofício sequer. Tudo fez parte de uma ação espetaculosa que foi assistida por todos os brasileiros no momento em que ele disputava as eleições para Governo do Acre. Eu aplaudo a decisão da Justiça Federal mesmo sabendo que o estrago que foi feito na época contra Marcus Alexandre jamais será reparado”, salientou.

Leia Também:  Justiça determina retomada da vacinação para as forças de Segurança do Acre

O parlamentar sugeriu ainda que o perito que foi responsável pelo laudo publicasse um pedido de desculpas ao ex-prefeito. “Se na época tivéssemos uma legislação sobre abuso de autoridade, alguém teria que pagar por esse erro básico, primário, de uma perícia malfeita, realizada talvez pelo Google. Talvez o perito pudesse publicar um pedido de desculpas pelo menos para dizer “desculpa aí pela besteira que fiz”, mas ele não o fará. No mais, externo aqui minha solidariedade ao Marcus Alexandre e sua família pelos maus bocados que passaram, por terem sido expostos de maneira indevida. Vida que segue”, complementou Magalhães.

No grande Expediente, Edvaldo Magalhães lamentou o fato do governador Gladson Cameli (PP) não ter cumprido com a promessa que fez à classe empresarial acreana referente a ampliação do sublimite Estadual do Simples que, atualmente, no Estado é de R$ 1,8 milhões, para R$ 3,6 milhões a partir de 2020.

“O anúncio feito nesta tribuna há 70 dias pelo deputado Bestene de que esse valor seria ampliado me empolgou demais, uma vez que eu já vinha tratando do assunto com a classe comercial do Estado. Hoje, o Diário Oficial mostra que não houve ampliação nenhuma desse valor. Uma decisão política tomada numa audiência, anunciada de forma pública seguida por 70 dias de silêncio. Não vou fazer nenhum tipo de julgamento, mas o Palácio Rio Branco deveria ter feito pelo menos uma Errata informando que não haveria aumento nenhum”, finalizou. Por Mircléia Magalhães / Aleac

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política Destaque

Após denúncias de irregularidades, Zeladoria suspende licitação da iluminação pública de Rio Branco

Publicados

em

A Secretaria Municipal de Zeladoria da Cidade – SMZC, publicou no Diário Oficial do Estado – DOE, na edição nº. 13.171, fls. 128, um Aviso de Suspensão da licitação prevista para a iluminação pública.

No Aviso de Suspensão, o secretário municipal, Joabe Lira, não detalhou os motivos da suspensão do processo licitatório. Segundo o comunicado, a suspensão da abertura do certame, foi em virtude de “impugnações ao instrumento convocatório, sem resposta em tempo hábil”.

O objeto da licitação que seria realizada consistia na “contratação de empresa de engenharia especializada na Elaboração de Diagnóstico Energético e Projeto de Luminotécnico para expansão, Eficientização e Modernização de todo Parque de Iluminação Pública no Munícipio de Rio Branco- AC”, diz trecho do comunicado.

Esta semana, o site divulgou a denúncia apresentada pelo vereador Fábio Araújo (PDT) na Câmara de Vereadores. A denúncia tramita no Ministério Público do Acre, onde a Procuradora-Geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, em despacho, destacou que “Analisando a documentação coligida, extrai-se que os fatos narrados indicam supostos atos de improbidade e outras irregularidades administrativas perpetradas no âmbito do DIP, e DOP, ambos órgãos integrantes da SMZC”.

Leia Também:  MDB de Flaviano Melo e Aldemir Lopes de Brasileia vai votam a favor da reforma da maldade na Aleac

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Muitas são as dúvidas, e eu esclareço algumas. Quem tem direito a receber o abono pago com a sobra do recurso do Fundeb, anunciado pelo Governo do Acre? Uma grande manifestação foi realizada durante todo dia pela manhã em frente à casa civil e a tarde na sede da PGE – Procuradoria Geral do Estado.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA