Política Destaque

É agora Gladson!! Categoria da Educação do estado delibera pela não retomada do ano letivo

Publicados

Política Destaque

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac) tem percorrido as escolas da rede pública para que a categoria suspenda a greve que foi judicializada e delibere a não retomada do ano letivo.

Os trabalhadores em educação (professores e funcionários de escola) decidiram por não retomar o ano letivo de 2020, para cobrar do governo do Estado a apresentação de uma contraproposta da data base da categoria de 2019 e a redução do pedágio para efeito da aposentadoria.

Desde o primeiro semestre deste ano, a diretoria do Sinteac tem sentado com a equipe de negociação do governo que empurra o problema com a barriga. A categoria optou por cruz os braços por tempo indeterminado, caso o governo do Estado não apresente, até o fim deste mês, a contraproposta da data base da categoria.

“No último encontro, os representantes da Secretaria Estadual de Educação (SEE) nos prometeu entregar o documento, mas a promessa não foi cumprida”, lamentou a sindicalista Rosana Nascimento, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac).

Leia Também:  Cameli continuará apoiando Socorro Neri: Gladson enfraquece PP e pode juntar Socorro e Minoru Kimpara na mesma chapa ao ir para PSDB

Mais um ano que se encerra, sem que a nova gestão da Secretaria Estadual de Educação (SEE) apresentasse uma contraproposta do reajuste salarial, que foi discutido à exaustão no decorrer dos 12 meses que passaram. O orçamento aprovado, pelo governo do Estado para o próximo ano não contempla o reajuste salarial dos servidores da educação. “Estamos caminhando para o terceiro ano sem nenhum reajuste salarial”, lamentou a professora Rosana Nascimento, presidente do Sinteac.

A sindicalista lamentou o descaso do secretário estadual de Educação Mauro Cruz com a categoria da educação. Durante as rodadas de negociação garantia a concessão de um reajuste parcelado em três parcelas, mas nunca assinava o termo de compromisso. “Empurraram com a barriga e aproveitaram a judicialização da nossa greve para sepultar a nossa data base”, lamentou a sindicalista, que percorre as escolas da rede pública para comunicar os trabalhadores da decisão do Tribunal de Justiça.

Apesar da audiência de conciliação ocorrida na semana passada, segundo a sindicalista, o desembargador do caso optou por prorrogar a sua decisão para um período de 90 dias, porque as duas partes envolvidas no conflito não chegaram a um entendimento. Por César Negreiros

Leia Também:  Rocha diz que sofre perseguição por denunciar Avancard e dispara: ‘Negar que o governo virou uma cópia genérica da Frente Popular é tentar tapar o sol com a peneira’

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política Destaque

Devido a um governo que não tem amor a saúde, mãe do pequeno Théo lamenta: “havíamos planejado seu primeiro aninho, mas temos um túmulo para visitar”

Publicados

em

“Havíamos planejado seu primeiro aninho, mas temos um túmulo para visitar”, diz mãe do pequeno Théo

No dia quatro de Julho o pequeno Theo (uma das 12 crianças que morreram por complicações da síndrome gripal no Pronto Socorro de Rio Branco) estaria completando seu primeiro aninho de vida.

Símbolo da luta por justiça, Théo é muito lembrando diariamente pela sua mãe, Joelma Dantas, que tem feito uma luta incansável para que os culpados pela falta de respiradores e UTI sejam punidos.

Em uma postagem na sua rede social, Joelma fez um desabafo devido a perda precoce de seu filho e lembrou da festinha que havia planejado para comemorar o primeiro aninho do bebê.

“Amanhã seria seu aniversário de 01 aninho!

Meu filho, eu não aguento a tua falta!

Eu não entendo por que Deus te levou tão de repente. Uma gripezinha te tirou da minha vida!

Meu filho, pelo amor de Deus! Me ajuda a continuar a viver!

Leia Também:  Em Guajará, Carreata de Marcio Ribeiro tem carros de Cruzeiro do Sul e confusão envolvendo o vice Hélio de Paula

Havíamos planejando seu primeiro aninho. E agora temos um túmulo pra ir visitar!

Nada faz sentido. É horrível morrer e continuar viva!

Me ajuda, meu filho! Me ajuda, pelo amor de Deus!” Finalizou a mãe.

Até hoje, nenhum dos membros da cúpula da saúde no governo Gladson Cameli foi responsabilizado pela possível negligência nas mortes das 12 crianças, o que tem angustiado ainda mais os familiares dos mesmos.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A vereadora do município de Brasileia, Neiva Badotti, afirma que o mensalinho, agora na atual gestão o feito é praticado via pix, o que antes era mensalinho por meio de folhinha agora, na gestão de Fernanda Hassem foi informatizado, ou seja, modernizaram a possível prática de lavagem de dinheiro.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Veja-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Leia Também:  "Prefeito Mazinho já teve seu veículo preso com cocaína; cadê o MPE que não ver os crimes?" Denuncia Gehlen

Veja-se na Página do Instagram 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA