Política Destaque

Depois da Convenção de Petecão, Gladson chuta a família Bittar, para tentar fortalecer seu grupo com Alan Rick

Publicados

Política Destaque

Após a convenção que oficializou Sérgio Petecão e Tota Filho como candidatos legítimos aptos a concorrer as eleições de 2022 ao cargo de governador e vice-governador do Acre, houve consideráveis mudanças na política local, onde o ex-senador Jorge Viana que estava motivado a disputar o governo, aparentemente correu da disputa e o governador Gladson Cameli (que é a vergonha do Acre) mudou até seu vice.

Não é novidade para ninguém que Petecão é um potencial candidato nesta disputa, isto pelo fato de ser veterano na área da política e colecionar vitórias ao longo de sua carreira, inclusive demonstrou tamanha liderança durante a realização da convenção.

Já se ouve nos bastidores da política que Jorge Viana que mesmo é concorrer as eleições para senado, no outro lado Gladson vem se rebolando para encontrar um vice capaz de contribuir com bons resultados nas pesquisas, haja vista que, Cameli teve que voltar atrás na escolha de Márcia Bittar, pois após afirmar que a mesma só tinha a agregar, se deu contra que se tratava do contrário, Márcia estava prejudicando a candidatura de Cameli.

Leia Também:  Menos imposto: Senador Sérgio Petecão aprova redução de ICMS para combustíveis e energia

Diante de tamanha indecisão, Gladson por último escolheu Alan Rick para ocupar a posição de vice em sua chapa majoritária. Enquanto os demais segue sem conseguir montar a própria chapa majoritária, Petecão sai na frente já bateu o martelo formando a sua chapa majoritária da Coligação com a força do Povo, sempre um passo a frente.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Se Gladson Cameli passar mais 4 anos como governador poderá ser o homem mais rico do Acre; em menos de 4 anos seu patrimônio cresceu 76%

Publicados

em

Ac24horas – O patrimônio do governador Gladson Cameli (PP), que busca a reeleição nas eleições deste ano, cresceu cerca de 76% nos últimos quatro anos. A informação consta no Portal DivulgaCand do Tribunal Superior Eleitoral que mostra os registros oficiais e contas eleitorais das eleições de 2022. A candidatura de Cameli e e da senadora Mailza como vice foi registrada nesta terça-feira, 9, no sistema eleitoral. O Progressista não realizou nenhum ato sobre o registro no Tribunal Regional Eleitoral.

De acordo com a lista de bens disponibilizada pelo candidato progressista, seu patrimônio totalizado em 2022 é de R$ 5,1 milhões (R$5.161.383,44). Nas eleições de 2018, quando concorreu pela cadeira de governador pela primeira vez, Cameli registrou R$ 2.9 milhões em bens e quando disputou o senado federal em 2014, seus bens eram avaliados em apenas R$ 514 mil.

De acordo com a lista de bens atualizados disponibilizadas pelo governador ao TSE, consta uma aeronave de R$ 1,5 milhões, dois carros de R$ 600 mil e R$ 449 mil, respectivamente, um terreno avaliado em R$ 600 mil e alíquota de empresas no valor de R$ 1 milhão. Esses são os itens mais caros declarados por Cameli.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  O fracasso na saúde do governo Gladson: Ao mostrar corredor do PS lotado, presidente do SINTESAC dispara: 'Em um ano o caos só se aprofundou'
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA