RIO BRANCO

Política Destaque

Comissão de Saúde da ALEAC cobra funcionamento imediato do serviço de radioterapia do Unacon

Publicados

Política Destaque

Na visita, os parlamentares constataram que o aparelho linear de radioterapia ainda não está funcionando, sendo uma das maiores reivindicações dos pacientes que fazem o tratamento de câncer no Estado.

Os deputados também detectaram a falta de medicamentos e insumos hospitalares.

Para o deputado Jenilson Leite ( PSB), vice-presidente da ALEAC, a visita ao Unacon teve como foco o funcionamento da radioterapia. Segundo Leite, “é injustificável que praticamente todos os pacientes do estado estejam fazendo tratamento em Porto Velho porque o aparelho não está funcionando por falta de climatização na sala que custa dez mil reais e a visita da comissão nacional de energia nuclear”.

O deputado salientou que a comissão vai acionar a bancada federal para agilizar em Brasília a visita dessa comissão e cobrar do secretário de Estado de Saúde do Acre para que providencie o orçamento necessário da climatização da sala. ” Temos um aparelho moderno, aonde poucos estado tem e não funciona por conta de situações fáceis de resolver”.

Já o deputado Roberto Duarte ( MDB), classificou a demora para o funcionamento do aparelho como inaceitável. ” Isso é muito grave. O aparelho que é uma das principais reivindicações dos pacientes e
estar parado”.

Leia Também:  Gladson Cameli pode chamar ex-assessora de Suely Melo para ocupar subsecretaria na Saúde

Segundo os membros da Comissão de Saúde, a falta de medicamentos e insumos serão temas de debate na comissão e, posteriormente na tribuna da Casa.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política Destaque

Novo secretário de Gladson Cameli participou dos governos do PT e foi preso na operação G7

Publicados

em

Novo secretário nomeado por Gladson foi um dos envolvidos na operação G7 e sua nomeação foi pedido dos empresários – Foto Reprodução

O Engenheiro Elétrico e empresário Assirbanipal Barbary, foi a mais nova nomeação de Gladson Cameli o “governo de 1 bilhão” (Progressista), que atendeu ao pedido de um grupo de empresários do Estado.

O mesmo irá substituir o ex-secretário Anderson Abreu; tio de Gladson Cameli que foi exonerado, depois de ser um dos alvos da operação Ptolomeu, que investiga possíveis desvios milionários da Educação e Saúde do governo do Acre.

Assur, é bem conhecido, pois também já foi preso e alvo de uma grande operação; o conhecido caso G7, que pautou as páginas policiais em 2013, no primeiro mandato do governador Tião Viana (PT).

Na época o mesmo era diretor da secretaria de desenvolvimento Urbano de Rio Branco e era um dos acusados, de integrar um esquema para fraudar licitações.

Com a chegada de Assirbanipal para a pasta de indústria e comércio, os empresários Acreanos esperam ter mais participação nos negócios e serviços ofertados pelos governo do Acre, já que quase tudo é entregue aos empresários amazonenses.

Leia Também:  Coronel e Capitão da Saúde, não resistiram a tanta ingerência na saúde e devem ser exonerados por Gladson Cameli

A nomeação de Assur está publicada na edição do diário oficial desta quinta-feira (20). Assur já foi secretário adjunto de Gestão Urbana da prefeitura de Rio Branco na administração do petista Marcus Alexandre.

A operação aconteceu em maio de 2013 nos municípios de Tarauacá e na capital Rio Branco, na época foi preso o novo secretário de Gladson Cameli, Assirbanipal Barbary, a operação contou com o apoio de 150 agentes da Polícia Federal e a suspeita é que aproximadamente R$ 4 milhões tenham sido fraudados na época da operação.

Operação G7, da Polícia Federal no dia 10/05/2013, prende secretários e empreiteiros no Acre na época – Foto: Rayssa Natani

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Leia Também:  Diretores do Deracre em Cruzeiro do Sul são afastados suspeitos de desvio de dinheiro público

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA