Política Destaque

Com o funcionamento do acelerador linear, 457 pacientes devem receber tratamento de radioterapia no Acre

Publicados

Política Destaque

Além das dificuldades impostas pela própria doença, os pacientes que estão em luta contra o câncer e necessitavam de radioterapia, desde 2016 precisavam ser enviados via Tratamento Fora de Domicílio (TFD) para outros estados em busca da cura. O distanciamento familiar, a assistência e acolhimento regional eram algumas das dificuldades encontradas pelos pacientes.

Ao assumir a gestão, o governador Gladson Cameli propôs, e impôs como meta, o retorno do serviço de radioterapia no Hospital do Câncer do Acre. Desde então, teve início uma outra luta: a burocrática. Ao serem avaliados os critérios para o funcionamento do acelerador linear, equipamento que realiza a radioterapia, foram constatados problemas na estrutura física, a falta de um físico-médico, a necessidade da substituição da placa de cobalto pelo acelerador  e a aprovação por parte da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

Em 2019, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) iniciou a reforma estrutural do local, a contratação do profissional para executar o serviço e a substituição da placa de cobalto pelo acelerador linear.

“Nos empenhamos em atender a determinação do governador Gladson Cameli e, em meio a tantos desafios, conseguimos organizar todo o serviço para que os acreanos recebam o tratamento de radioterapia no nosso estado. Enquanto gestor, me sinto realizado em poder contribuir cada vez mais para uma melhor assistência aos nossos usuários”, enfatiza Alysson Bestene, secretário de Saúde.

Leia Também:  Após Cameli receber fazendeiros, professores ocupam Casa Rosada: ‘Vamos aguardar esse mentiroso aqui’

Após o trabalho, o Hospital do Câncer deu início ao trâmite de processos internos de avaliação e comprovação do bom funcionamento do aparelho e, após esta fase, a CNEN autorizou esta semana o funcionamento do aguardado acelerador linear.

Atualmente, 457 pacientes são encaminhados para o tratamento oncológico nos estados vizinhos do Amazonas e de Rondônia. Com o retorno do funcionamento do equipamento, estes poderão fazer o tratamento na Unacon.

“O antigo aparelho de radioterapia começou a dar problemas no ano de 2016. Durante esse período eram realizadas somente radioterapias paliativas. Em fevereiro de 2017 os serviços pararam em definitivo e os pacientes precisaram ser regulados via TFD para a realização do tratamento”, explica a gerente-geral, Kelcinea Souza.

A Unacon aguarda a chegada dos dosímetros, equipamentos que medem o nível de exposição dos raios emitidos pelo acelerador e que precisam ser utilizados pelos profissionais. A previsão é de que cheguem em cinco dias úteis.

E veja também no Plantão 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo Abaixo: O amor é a força mais poderosa da existência humana. Sem ele perdemos nossa humanidade. É o sentimento que dar sentido a vida, que nos une, que nos torna feliz, mas que pode também nos trazer tristezas e traumas.

Leia Também:  Candidatos Zequinha Lima e Ordean Silva, selam pacto de cooperação entre Cruzeiro do Sul e Guajará a partir de 2021

Acompanhe nossas redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Se Gladson Cameli passar mais 4 anos como governador poderá ser o homem mais rico do Acre; em menos de 4 anos seu patrimônio cresceu 76%

Publicados

em

Ac24horas – O patrimônio do governador Gladson Cameli (PP), que busca a reeleição nas eleições deste ano, cresceu cerca de 76% nos últimos quatro anos. A informação consta no Portal DivulgaCand do Tribunal Superior Eleitoral que mostra os registros oficiais e contas eleitorais das eleições de 2022. A candidatura de Cameli e e da senadora Mailza como vice foi registrada nesta terça-feira, 9, no sistema eleitoral. O Progressista não realizou nenhum ato sobre o registro no Tribunal Regional Eleitoral.

De acordo com a lista de bens disponibilizada pelo candidato progressista, seu patrimônio totalizado em 2022 é de R$ 5,1 milhões (R$5.161.383,44). Nas eleições de 2018, quando concorreu pela cadeira de governador pela primeira vez, Cameli registrou R$ 2.9 milhões em bens e quando disputou o senado federal em 2014, seus bens eram avaliados em apenas R$ 514 mil.

De acordo com a lista de bens atualizados disponibilizadas pelo governador ao TSE, consta uma aeronave de R$ 1,5 milhões, dois carros de R$ 600 mil e R$ 449 mil, respectivamente, um terreno avaliado em R$ 600 mil e alíquota de empresas no valor de R$ 1 milhão. Esses são os itens mais caros declarados por Cameli.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Vereador Amadeu denuncia que caçamba da prefeitura de Marechal Thaumaturgo está sendo usada para beneficiar o secretário de educação do município
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA