Política Destaque

Caos na saúde na administração de Cameli, com surto de síndrome gripal e Covid-19, secretária Paula Mariano tira férias

Publicados

Política Destaque

O Acre volta a sofrer com unidades de saúde sem materiais necessários e lotadas por pessoas que procuram atendimento médico para Covid-19, ou país que levam crianças para buscar atendimento contra síndrome gripal, sem contar as demais enfermidades.

Em meio a toda essa problemática, não se ver um planejamento das secretarias municipal de Rio Branco em sintonia com a Sesecre para lidar com o problema. Em meio a tudo isso, existe uma indefinição sobre a permanência da secretária estadual de saúde, Paula Mariano, que mesmo diante de críticas, resolveu tirar férias e deixar a saúde do estado pior do que já está.

Ninguém sabe quem está dando as ordens na Sesacre, o ambiente é de falta de comando, indícios de irregularidades em licitações, pessoas despreparadas para lidar com tamanha responsabilidade e a população reclamando para o vento, com falta de informações detalhadas e planejamento alinhado com a rede municipal. A redação do portal 3 de Julho Notícias colheu informações por meio de uma ligação que fizemos para Secretaria, e fomos informados que a secretária Paula Mariano estaria de férias no Peru.

Leia Também:  Enquanto Gladson Cameli planeja shows milionários na Expoacre, falta até dipirona no Pronto Socorro e pacientes denunciam o caos

Paula Mariano se desgastou depois de acusações de negligência da SESACRE na morte de mais de 10 bebês em Rio Branco, que foram acometidos pela síndrome gripal e não tiveram leitos de UTI quando o estado de saúde dos mesmos se agravou. O médico Glauber Lucena é cotado para substituir Paula Mariano, mas tudo não passa de boatos e nada pode ser confirmado até o retorno do governador Gladson Cameli, que se encontra em viagem fora do estado, recebendo por dia mais de R$ 1.700,00.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Se Gladson Cameli passar mais 4 anos como governador poderá ser o homem mais rico do Acre; em menos de 4 anos seu patrimônio cresceu 76%

Publicados

em

Ac24horas – O patrimônio do governador Gladson Cameli (PP), que busca a reeleição nas eleições deste ano, cresceu cerca de 76% nos últimos quatro anos. A informação consta no Portal DivulgaCand do Tribunal Superior Eleitoral que mostra os registros oficiais e contas eleitorais das eleições de 2022. A candidatura de Cameli e e da senadora Mailza como vice foi registrada nesta terça-feira, 9, no sistema eleitoral. O Progressista não realizou nenhum ato sobre o registro no Tribunal Regional Eleitoral.

De acordo com a lista de bens disponibilizada pelo candidato progressista, seu patrimônio totalizado em 2022 é de R$ 5,1 milhões (R$5.161.383,44). Nas eleições de 2018, quando concorreu pela cadeira de governador pela primeira vez, Cameli registrou R$ 2.9 milhões em bens e quando disputou o senado federal em 2014, seus bens eram avaliados em apenas R$ 514 mil.

De acordo com a lista de bens atualizados disponibilizadas pelo governador ao TSE, consta uma aeronave de R$ 1,5 milhões, dois carros de R$ 600 mil e R$ 449 mil, respectivamente, um terreno avaliado em R$ 600 mil e alíquota de empresas no valor de R$ 1 milhão. Esses são os itens mais caros declarados por Cameli.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Prefeitura de Rodrigues Alves realiza ação de saúde nas comunidades Treze de Maio e Profeta, e entrega escola
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA