RIO BRANCO

Política Destaque

Moradores de Rodrigues fecham a BR-364, em manifestação contra a promessa não cumprida do Governador

Publicados

Política Destaque

Após ver que o governador deixou de lado, o único compromisso assumido na cidade, que era iniciar a construção da Ponte sobre o rio Juruá, população se revolta e fecha a BR-364.

Era 5:30 da manhã e dezenas de pessoas já se deslocavam para a outra margem do rio na cidade de Rodrigues Alves, onde uma tenda foi montada e o movimento que promete radicalizar contra o descaso do governo federal e estadual iniciou.

Com 100% de bloqueio, o acesso de quem chega ou sai do Juruá pela BR-364 estar totalmente fechado. A população cansou das promessas do governador Gladson Cameli (PP), que havia prometido em campanha, que caso eleito iria construir uma ponte sobre o Rio Juruá; um antigo sonho da população de Rodrigues Alves.

Depois de eleito, o governador ainda chegou a levar o então presidente do senado: Senador Davi Alcolumbre – PSD, para um evento na beira do rio, onde cheio de testemunhas reafirmou seu compromisso de iniciar aquela obra.

O movimento chegou a fazer um referendo popular, este a pedido do Governador Gladson Cameli (Progressistas), que afirmou que se fosse este o desejo do povo, ele iria se engajar na luta por R$ 100 milhões para tornar o sonho possível. Por unanimidade o povo escolheu a ponte e depois disso o governador sumiu e sequer deu uma declaração de satisfação ao povo Rodriguense.

Leia Também:  Em Brasília, prefeito Ilderlei Cordeiro articula construção do 1° complexo habitacional de Cruzeiro do Sul

Com três senadores e 6 deputados federais na base do governo Bolsonaro, a Ponte de Rodrigues Alves sequer entrou na lista de prioridades para obras do último ano de governo.

Olha que o Acre tem o senador Márcio Bittar (MDB), como relator do orçamento da União e uma pergunta que não quer calar, Porque Márcio Bittar destinou mais de 100 milhões para um hospital particular em Rio Branco e não alocou um centavo para iniciar a Ponte de Rodrigues Alves?

Em um vídeo postado nas redes sociais, a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB), solidarizou e prestou apoio ao movimento. A parlamentar afirmou que, o governador Gladosn Cameli, nunca reuniu a bancada federal do Acre, para tratar desse assunto.

Os manifestantes são centenas e o transtorno é por uma boa causa.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O vereador Jurandir Queiroz tem sido uma pedra no sapato do governador Gladson Cameli, no município de Brasileia, isto porque tem mostrado os desmandos do Governo com seus setores existentes na Cidade, como é o caso do Depasa. Em outro momento, o governo anunciou a “grande” obra que seria o Departamento Estadual de Água e Saneamento do Acre (Depasa) de Brasileia, departamento este que sanaria todos os problemas com a falta de água que estava se tornando corriqueira no município.

Leia Também:  Vereador Denis denuncia que prefeito de Porto Acre, Bené Damasceno, foi um dos que mais recebeu verba para ramal e até agora não fez nada

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Deputado Roberto Duarte diz que governador Gladson Cameli nunca cumpre promessas feitas

Publicados

em

O deputado Roberto Duarte (MDB) criticou a postura do governador Gladson Cameli (PP) em relação às promessas feitas por ele e não cumpridas. Em seu discurso, durante sessão desta terça-feira (30), o parlamentar falou sobre o anúncio do abono salarial aos servidores da Educação, que tem gerado debates intensos entre a equipe do governo e os profissionais que receberão o montante.

O Projeto de Lei, de autoria do poder executivo, concede abono salarial aos servidores da Educação com o que sobrou do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Inicialmente, cada profissional receberia R$ 16 mil, mas agora calcula-se que o valor seja de R$ 11 mil.

“Tudo que está acontecendo no Estado é em decorrência da má administração, da falta de gestão que eu venho falando desde o primeiro dia do meu mandato. O governador tem que parar de ir para a imprensa falar asneira. Ele precisa criar consciência de que é um chefe de estado e parar de humilhar as pessoas. Ele anuncia um valor, daí vem a secretária de Educação e diz outro”, criticou.

Leia Também:  Vereador Denis denuncia que prefeito de Porto Acre, Bené Damasceno, foi um dos que mais recebeu verba para ramal e até agora não fez nada

O parlamentar finalizou seu discurso elogiando o papel que os demais deputados têm feito em busca de mediar esse e outros impasses entre governo e classes trabalhadoras. Veja mais na Agência Aleac

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A presidente do SINTEAC Rosana Nascimento, falando sobre o Abono da rede municipal de Rio Branco.. “É o governador Gladson Cameli e suas presepadas…ele não respeita a Educação do Estado, não respeita os professores…ele nem sabe os valores que serão pagos.. nós estamos pedindo esse abano e o governo e a secretaria não nos recebe”, diz presidente do SINTEAC Rosana Nascimento.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA