Política Destaque

Bateu o desespero: Com a derrota batendo na porta, oposição usa Blog de Manaus para espalhar Fake News sobre entrega de cestas básicas em Guajará

Publicados

Política Destaque

Desde que a pandemia chegou e afetou as famílias Gujaraenses, a prefeitura municipal vem implementando medidas de prevenção e combate que se tornaram referências no estado do Amazonas. Esse trabalho vem incomodando alguns opositores, que insistem em fazer politicagem e atrapalhar as ações que até aqui trouxeram resultados satisfatórios e reconhecimento da população da cidade.

Desta vez espalharam através do Blog desinformado do tal Zacarias, suspeitas sobre aquisição de 300 cestas básicas para ajudar as famílias de baixa renda da cidade. Estas que perderam seus empregos e ficaram sem condições de se manter durante o período crítico do COVID-19. O secretário Municipal de Saúde Braz Melo se diz surpreso com o nível de baixaria e mentiras que algumas pessoas estão espalhando e acalma a população sobre a entrega dos alimentos.

“A prefeitura comprou mais de 300 cestas básicas e elas estão todas no depósito, pois estamos em período eleitoral e tudo que a oposição quer é ver elas sendo distribuídas e depois ir na justiça fazer denúncias e dizer que é troca de votos.

Leia Também:  Promotorias de Justiça querem responsabilização do Pastor, que afirmou que CoronaVac ‘tem HIV’ e provoca câncer

As mais de 300 cestas básicas, estão guardadas em depósito, aguardando orientações do MP

Mandamos um ofício para o Ministério Público, onde informamos a necessidade de fazer essa distribuição para as famílias carentes de nossa cidade”, disse Bráz.

O Secretário apresentou a cópia do ofício enviado ao Ministério Público do Amazonas, que vai assinado por ele e a secretária municipal de Assistência Social Maria Ligiane, onde relatam a necessidade de executar tal ação.

Bráz Melo ainda diz, que a população contemplada com a entrega de cestas básicas, podem ficar despreocupadas, pois assim que tiverem as orientações do MP, realizarão a distribuição como ocorreu nas vezes anteriores.

Ordean Silva (PP) e seu vice Adaildo Melo, são favoritos para ganhar a eleição novamente em Guajará, isso tem despertado o desespero dos adversários políticos.

Cópia do ofício enviado ao Ministério público do Amazonas

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política Destaque

Vereador Ronaldo Reis denuncia trabalho mal feito pelo governador Gladson Cameli realizado na escola Dom Pedro, na BR-364, em Feijó

Publicados

em

A Escola Dom Pedro I localizada no quilômetro cinquenta e sete da BR-364 no município de Feijó, está abandonada pelo governo do estado, diz vereador Ronaldo Reis.

Segundo informações as reformas que foram realizadas foram apenas pra camuflar, já que o trabalho realizado foi mal feito.

“As salas são pequenas e não comporta de maneira adequada a quantidade de alunos. Desde 2020 que encaminhamos ofícios informando que a escola não tem condição de receber alunos, um mês após as reformas, alguns lugares estão caindo, quebrando”. Informou o denunciante ao blog.

Em 2021 uma empresa foi fazer a reforma, mas antes de concluir, fizeram uma pausa para voltar depois, e não voltaram, segundo informações.

“Vem sempre pessoas da secretaria, mas apenas tiraram fotos e vão embora e não resolve nada”. Lamenta uma moradora.

“O ano letivo já deveria ter começado, mas o descaso do poder público com a situação é tão grande, que depois de dois anos e meio sem aula. A evasão, desistência e transferência são vivenciadas todos os dias”. Relata a comunidade escolar.

Leia Também:  Alan ou Marcia Bittar? Um dos dois ficarão de fora da chapa majoritária de Cameli que prometeu mas não vai cumprir

“Tenho vergonha, como gestor escolar de participar desse descompromisso do poder público molha dentro da escola porque a cobertura foi iniciada, mas não foi terminada, os banheiros não funcionam,  não tem banheiros para cadeirante, precisa-se de vigias porque já houve roubo e é perigoso deixar os computadores,  impressoras e etc., porteiro,  secretaria (o), auxiliar escolar,  mais um servente”. Destacou os profissionais em educação da escola.

Desde 2018 que a gestão da escola solicita a organização da energia, pois o transformador é pra escola e outras casas, e até agora nada foi feito.

A própria comunidade começou um abaixo assinado para ver se muda a situação da escola, mais até o momento continuam desamparados pelo governo do estado.

“Esse é o retrato do governo de Gladson Cameli em Feijó, juntamente com o deputado Marcus Cavalcante, já que o núcleo de educação foi entregue a ele para acomodar seus pares, um descaso com a educação.” Destacou o vereador Ronaldo Reis.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA