Política Destaque

Assis Brasil sofre com a falta D’agua e Vereadora Toinha Cavalcante mobiliza moradores para cobrar providências do Depasa

Publicados

Política Destaque

A vereadora Toinha Cavalcante (PCdoB), mobiliza moradores para que através de recolhimentos de assinaturas, levem a indignação aos dirigentes estadual do DEPASA em Rio Branco. Nesta quinta-feira (13), a mesma externou a revolta que os moradores da cidade estão diante de tamanho descaso.

“Ouvindo várias reclamações dos grupos sobre a falta de água em parte do centro da cidade e em alguns bairros: Plácido de Castro e Bela Vista, resolvi fazer um abaixo assinado com a população de Assis Brasil. Vamos cobrar o gerente geral do DEPASA Sr. LUIZ ARAGÃO WERKLAENGH, para pedir que ele tome providências em relação a situação do DEPASA de Assis Brasil, porque sem água ninguém vive, por que água e vida”, disse a parlamentar.

As reclamações circularam em diversos grupos de WhatsApp da cidade e logo a direção local emitiu uma nota, onde reconhece os problemas e esclarece os motivos pelos quais o abastecimento se encontra de tal maneira e disse estar trabalhando para amenizar o transtorno. Veja;

Nota sobre o retorno no abastecimento em Assis Brasil

Leia Também:  Vídeo: Ao receber declaração de apoio do governador Gladson Cameli, Socorro Neri se diz motivada para construir sua candidatura à reeleição

Sobre o abastecimento no município de Assis Brasil, o Departamento Estadual de Água e Saneamento do Acre (Depasa) informa que o sistema no município opera por gravidade (água transportada pela força da gravidade apenas, sem bombeamento), o que já não é suficiente para atender toda a demanda da população, hoje estimada em 6 mil habitantes.

Do total de habitantes, 1800 são usuários do Depasa.

Com o sistema por gravidade, a água não tem chegado para todos.

Em ação emergencial, o Depasa trabalha para instalação de uma bomba que vai permitir melhorar a distribuição para todos os domicílios atendidos pelo Depasa.

A compra já foi efetivada e o equipamento deve ser entregue pelo fornecedor no prazo de 40 dias quando, então, será realizada a instalação da bomba na unidade de Assis Brasil.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política Destaque

No governo Gladson Cameli, gestores do hospital de Brasileia estão tentando traficar órgão para a Bolívia, denuncia vereadora Neiva Badotti

Publicados

em

A vereadora do município de Brasileia, Neiva Badotti, fez uma revelação assustadora, na manhã desta terça-feira (16), sobre os gestores que foram nomeados pelo governador Gladson Cameli no Hospital Regional do Alto Acre, localizado no município de Brasileia.

Em tribuna, a parlamentar afirmou e afirma ter prova de que no Hospital tem autoridades de saúde tentando traficar órgão para a Bolívia. Neiva destaca ainda a gravidade que é essa situação e que as autoridades competentes devem intervir.

A vereadora Neiva relata ainda que muitas outras situações graves estão acontecendo naquela regional e que ninguém faz nada. A mesma cita ainda que diante do que vem acontecendo no governo de Gladson Cameli, ele deveria pedir perdão para a população pelos gestores que ele tem colocado naquela regional.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governistas do Juruá não aceitam Márcia Bittar como vice de Gladson Cameli e puxam movimento em favor de Rômulo Grandidier
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA