Polícia

Vereador de Capixaba, Teio Tessinari, é suspeito de matar Antônio Deuzimar na Bolívia por causa de furto de gado

Publicados

Polícia

O vereador Teio Tessinari da cidade de Capixaba é o principal suspeito de matar o Antônio Deuzimar Santiago da Silva, de 49 anos, nessa quinta-feira (16), após uma discussão. A motivação, conforme as informações iniciais da polícia, seria por causa de furto de gado.

O crime ocorreu em um ramal que fica na Vila Maparro, na Bolívia, país que faz fronteira com o estado do Acre. Silva era morador de Capixaba assim como o vereador. O delegado de Capixaba, Aldízio Neto, disse que teve a informação de que um morador do município havia sido morto em um ramal no lado boliviano. Ele explicou que o crime ocorreu em um ramal que faz ligação com outros dois, sendo que um fica no lado boliviano e o outro no lado brasileiro.

“É um vereador, mas ele está licenciado. Suspeita-se que o homem que faleceu e o irmão dele já iam furtando umas 60 cabeças de gado do vereador, mais ou menos. Há a suspeita porque tudo foi do lado boliviano, o gado estaria do lado boliviano. O Deusimar foi na Bolívia pegar um gado dele, só que as autoridades bolivianas não permitiram ele sair com o gado. E houve a discussão porque o Teio tem gado lá registrado”, disse o delegado.

Leia Também:  Veja o Vídeo: Vereador Jurandir chama vereador Marquinhos de menino buchudo e capacho durante discussão

Neto informou ainda que na próxima semana deve começar a ouvir testemunhas, e espera também localizar o suspeito, que até a manhã desta sexta-feira (17), ainda não foi localizado. O delegado acredita que ele deve ter procurado ajuda porque também teria ficado ferido.

“Não ouvi ele ainda porque a gente não localizou, ele estava com a mão ferida então talvez ele tenha ido para Rio Branco, porque, segundo as informações, houve troca de tiros, mas a gente vai apurar isso. Ainda estamos apurando os fatos e as investigações vão apurar. Estamos colhendo as informações para começar a ouvir as pessoas”, pontuou.

Conforme o delegado, o vereador já tinha feito um boletim de ocorrência porque a vítima teria furtado o gado dele. As Informações é do G1 Acre

Antônio Deuzimar Santiago da Silva, de 49 anos, foi morto a tiros – Foto: Arquivo pessoal

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Operação Narco Brasil 2022, deflagrada em Feijó, Tarauacá e Rio Branco, prende investigados por tráfico de drogas

Publicados

em

Operação Narco Brasil 2022 cumpriu mandado judiciais em Rio Branco, Tarauacá e Feijó — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Duas pessoas foram presas nesta quarta-feira (29) durante a Operação Narco Brasil 2022 deflagrada em Feijó e Tarauacá, cidades do interior do Acre, e na capital acreana, Rio Branco. Os presos, de 20 e 25 anos, são investigados por terem envolvimento com uma carga de 25 quilos de maconha apreendida em janeiro na Rodoviária Internacional de Rio Branco.

Na ação, policiais da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) e das delegacias locais, cumpriram oito mandados judiciais, sendo: dois de busca em Rio Branco, três de busca em Feijó, um em Tarauacá e dois mandados de prisão.

O investigado de 20 anos foi preso em Tarauacá e o de 25 anos em Feijó. O nome da operação é em alusão ao Dia Internacional Contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, celebrado o último dia 26.

Apreensão de maconha

No dia 14 de janeiro deste ano, um jovem de 23 anos foi preso na Rodoviária de Rio Branco com 25 quilos de maconha que estavam escondidos dentro de uma mala.

Leia Também:  Lideranças de Rio Branco abraçam a pré-candidatura do vereador Clerton Souza à Câmara federal

A prisão ocorreu por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) que levantou informações de que o jovem estava no ônibus que havia saído de Rondônia. Os policiais, ao fazerem buscas com a companhia de cães, acabaram localizando a droga.

Logo em seguida, foi identificado de quem era o entorpecente e o jovem preso em flagrante. Ainda conforme as informações da polícia, a droga seria levada para a cidade de Feijó, no interior do Acre. Com informações do G1 Acre.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA