RIO BRANCO

Polícia

Urgente: Sargento Nery tem prisão preventiva decretada pela justiça, após prestar depoimento, veja o vídeo

Publicados

Polícia

Sargento da Polícia Militar do Acre, Erisson de Melo Nery, teve prisão preventiva decretada – Foto: arquivo pessoal.

Na tarde desta segunda feira (29) a justiça decretou a prisão preventiva do sargento da Policia Militar, Erissom Nery, que atua no 5° Batalhão, localizada em Brasileia. De acordo com informações, nesta manhã o militar se apresentou na Delegacia Geral de Brasileia para prestar depoimento a cerca das acusações acompanhado da Major Ana Cássia, do advogado de defesa, Leandrius Muniz, o advogado da família da vítima, Maicon Moreira, também acompanharam o depoimento.

Tudo começou quando o sargento Nery, no início da madrugada deste domingo (28), por volta das 00h26, se envolveu em uma briga de bar e acabou atirando no estudante de medicina, identificado como Flávio Endres de Jesus Ferreira, de 30 anos, dos inúmeros disparos quatro alvejaram a vítima, que após passar por procedimentos cirúrgicos encontrasse com o quadro de saúde instável.

Com a prisão preventiva decretada por tentativa de homicídio, Nery deverá permanecer detido no Quartel do 5º Batalhão de Polícia Militar, já se sabe que no momento do crime, o sargentos estava afastado de sus funções e as armas da Instituição não estavam em sua posse.

Veja o novo vídeo:

 

Dois vídeos gravados (Veja abaixo) por testemunhas, momentos após os tiros, mostram parte do tumulto em uma rua. Em um deles, algumas pessoas aparecem aparentemente socorrendo a vítima, que está ferida no chão. No segundo, um homem que seria o sargento Nery surge desferindo um soco contra o rosto do homem no chão, sendo contido por um casal que prestava assistência ao ferido.

De acordo com relatos de pessoas que estavam no local e presenciaram os fatos, a confusão que resultou nos tiros começou por conta de a vítima, supostamente um estudante de medicina, estar dançando com a também sargento Alda Radine, esposa de Erisson Neri.

Em um áudio que também foi divulgado nas redes sociais, um homem diz que “o Nery acabou de acabar com a vida dele. Acabou de dar dois tiros em um cara, do nada”. Em novo áudio, um outro homem se refere à motivação. “Meu mano, foi porque o estudante de medicina foi dançar com a mulher dele, a Alda. Aí ele endoidou”.

Veja o Vídeo ll:

Os dois estavam afastados da PM

O que também chama atenção é que, segundo a PM, todas as armas institucionais que eles tinham cautela foram recolhidas há um mês. Ou seja, a arma utilizada não é da PM-AC. O recolhimento das armas se deu porque Alda está de licença especial por recomendação da policlínica e Nery está com atestado de 60 dias de um psiquiatra.

“Todas as armas institucionais que eles tinham cautela foram recolhidas há um mês. Seguramente a arma utilizada não é da PM-AC”, destacou a corporação.

O Comando da PM informou que está apurando disciplinarmente os fatos e tomará as medidas necessárias, mas destacou que a apuração criminal caberá à Polícia Civil. A nota diz ainda que o sargento ainda não se apresentou.

Veja o Vídeo lll:

Trisal

Alda e Erisson Nery são sargentos da PM e já eram casados quando conheceram a administradora Darlene. Os três se relacionam há mais de um ano, mas só recentemente assumiram o trisal nas redes sociais e até criaram um perfil para divulgar a vida a três.

Mas a repercussão, além de trazer mensagens de apoio e até relatos de pessoas que levam o mesmo estilo de vida, acabou com a demissão de Darlene, segundo a sargento Alda, em junho deste ano. Ela diz que a companheira foi demitida com a justificativa de que a exposição dela afetaria a imagem da empresa.

Outra situação envolvendo os três ocorreu em agosto deste ano, quando os sargentos foram denunciados no Conselho Tutelar da cidade de Brasileia por suposta negligência na criação dos dois filhos, de 13 e 17 anos. Na época, Alda se manifestou também nas redes sociais e afirmou que os filhos são nerds.

“Denunciaram que meus filhos são negligenciados, que eles ficam em casa, não saem de jeito nenhum e que eles têm comportamento depressivo. Meus filhos são nerds gostam de ler livros e a pessoa fazer uma denúncia dessas sobre duas crianças que são inteligentíssimas, que gostam de ler livros, de assistir coisas informativas. Eles não gostam de ficar andando de skate, fumando maconha nem soltando pepeta”, desabafou.

Alda Nery, Erisson Melo e Darlene Oliveira, estão há quase um ano em um relacionamento e comemoram – Foto: Daniel Cruz/Arquivo pessoal

História juntos

Alda e Erisson Nery são sargentos da Polícia Militar e já eram casados quando conheceram a administradora Darlene Oliveira. “A princípio, temos mais apoio. Claro que existe o preconceito, o ódio. Mas a gente abstrai”, disse Erisson.

Juntos, os três assumiram a relação há um ano. Mais, eles acabaram criando um perfil em uma rede social para divulgar como é a vida que escolheram.

“Inclusive, a gente não apaga da página os comentários contrários, pejorativos, maldições e condenações ao inferno. Alguns respondemos, outros não. Aumentou muito a questão dos seguidores e audiência da página. Estamos com mais de 15 milhões de impressões, apesar de ter só 33 mil seguidores”, completou ele.

A história do trisal começou em 2000, com o casamento dos militares Alda e Erisson. Eles são pais de dois filhos, um de 17 e outro de 13 anos. Darlene se juntou a eles mais recentemente, em 2020. Segundo o trisal, a administradora é um elo importante da relação, que é mantida na base do respeito, do amor e da lealdade.

O trisal decidiu morar juntos há cerca de seis meses. A iniciativa, contam, serviu de inspiração para que mais pessoas compartilhassem depoimentos parecidos.

“Muita gente, inclusive, veio se abrir com a gente falando que vive a mesma situação, só que tem medo desse preconceito que a gente está passando, tem medo do abandono da família, do repúdio. A gente ouve diariamente muitos depoimentos, principalmente de mulheres, que são a maioria dos nossos seguidores”, conta Alda.

Segundo eles, ser inspiração para outros trisais é o que os fortalecem contra o preconceito que enfrentam.

Antes de criarem o perfil no Instagram, o trisal já tinham uma página no YouTube. “A gente já tinha aprendido a lidar com isso, quando criamos um canal no YouTube e tem muita gente que não gosta da polícia. Os [comentários] positivos são sempre bem-vindos, os contrários a gente abstrai. Alguns são muito pesados e a gente responde de uma forma aceitável para rede social. Aqui [no Instagram] se torna mais fácil para nós, porque quando um fica pilhado, os outros dois vão lá e apoiam”, afirmou o sargento Erisson.

Estudante baleado por sargento passa por cirurgia em Rio Branco – Foto: Arquivo pessoa

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Não vou mudar meu voto, tenho costume de honrar com minha palavra, diz vereador Jurandir. O clima na Câmara de Vereadores esquentou, após parte dos servidores da prefeitura de Brasileia tumultuar a sessão e descumprirem o Regimento Interno, por esse motivo, os vereadores chamou a atenção da Presidente da Casa, Arlete Amaral, por conta da sua inércia diante da situação vexatória. 

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Justiça do Trabalho realizará palestras sobre o contexto da pandemia e lançará campanha em Cruzeiro do Sul
Propaganda

Polícia

Em menos de 24 horas, Policia Militar localiza motocicleta roubada em Epitaciolândia

Publicados

em

PMAC – Guarnição do 5° Batalhão de Polícia Militar (5° BPM) localizou no final da manhã deste sábado, 22, uma motocicleta roubada. O veículo estava no José Hassem, em Epitaciolândia.

Acionados via COPOM para realizarem uma averiguação, os militares localizaram uma motocicleta, Biz vermelha, abandonada. O veículo estaria com a chave na ignição, corrente e placa quebradas.

Encaminhada a Delegacia, a guarnição encontrou a proprietária do veículo, que informou que a motocicleta tinha sido subtraída por um cidadão com utilização de arma de fogo, no dia anterior, em frente ao Ginásio Esportivo de Brasileia.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Leia Também:  ACRE=Pornô Em Tarauacá.Traição, Ameaça De Morte e Sexo.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA