RIO BRANCO

Polícia

Terceira vítima de acidente na BR-317 morre após dar entrada no PS de Rio Branco

Jovem não resistiu aos ferimentos e morreu após dar entrada no PS da Capital. Mãe das jovens que morreram também foi transferida para a Capital na manhã deste domingo.

Publicados

Polícia

Jovem não resistiu aos ferimentos e morreu após dar entrada no PS da Capital. Mãe das jovens que morreram também foi transferida para a Capital na manhã deste domingo.

Após muitos comentários nas redes sociais, funcionários do SAMU e do hospital Wildy Viana, localizado na cidade de Brasiléia, confirmaram na manhã deste domingo que o jovem Saymon Freire da Silva (20), não teria resistido aos ferimentos ocorrido pelo acidente na BR-317 (Estrada do Pacífico), na tarde deste sábado, dia 27.

Saymon, que ia como convidado do amigo que dirigia, ainda chegou com vida no hospital Wildy Viana, mas, com graves ferimentos internos além de fratura na sua coluna. Devido o estado grave em que se encontrava, foi necessária sua remoção para a Capital, onde passaria por cirurgia de emergência.

A ambulância do SAMU saiu por volta das 20h10 rumo à Capital. Após ter dado entrada no PS, por volta 23 horas, o jovem não resistiu 15 minutos depois. Assim, as vítimas do acidente subiram para três, juntamente com as duas irmãs, Yanlla Thyfany (17) e Victória Evelyn (10).

Leia Também:  Após ter casa invadida, preso monitorado é morto com tiros e facadas em Manoel Urbano

Ao todo, eram cinco pessoas no veículo conduzido por Francisco Sávio Silva de Oliveira (20), que estava junto com a mãe, Luziete Silva e Silva (40). Todos haviam saído da cidade de Senador Guiomard, rumo à Assis Brasil, onde iriam passar o final de semana e visitar parentes. Por Alexandre Lima / oaltoacre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Homem conhecido por Sombra é preso enquanto carregava corpo com pernas decepadas em barco pelo Rio Môa

Publicados

em

Homem é flagrado enquanto carregava corpo de vítima torturada em barco na zona rural do AC – Foto: Arquivo

Claudinei Sombra dos Santos, de 19 anos, foi flagrado enquanto carregava o corpo de um homem dentro de um barco pelo Rio Môa, na zona rural do município de Mâncio Lima. A vítima, que ainda não foi identificada, foi morta com tiros e teve as pernas decepadas. O corpo segue no Instituto Médico Legal (IML) em Cruzeiro do Sul.

Segundo o portal G1 Acre, o suspeito descia de barco pelo rio saindo da comunidade Timbaúba em direção a Mâncio Lima, quando passou pela base do Exército na comunidade São Salvador. Foi então que os militares fizeram uma abordagem e perceberam que ele estava muito nervoso e, ao verificarem o barco, encontraram o corpo da vítima.

A polícia foi acionada e foram enviadas duas equipes – uma da Polícia Civil e outra da Polícia Militar – para fazer o translado do corpo e a condução do preso. O local onde o suspeito foi flagrado fica a cerca de 10 horas de barco da cidade de Mâncio Lima e ele foi preso nesse domingo (16).

Leia Também:  Após ter casa invadida, preso monitorado é morto com tiros e facadas em Manoel Urbano

Conforme o delegado responsável pelas investigações, José Obetaneo do Santos, a motivação do crime ainda está sendo apurada.

“Vamos concluir o flagrante e verificar qual foi a verdadeira motivação desse crime. Na conversa preliminar com o acusado, ele apenas disse que se desentendeu com esse homem e que não o conhecia e que por conta desse desentendimento veio o dolo de matar e ele matou. O médico legista disse que ele foi alvejado por disparo arma de fogo e teve as pernas decepadas. A vítima foi torturada”, disse o delegado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA