Polícia

Quatro homens são presos acusados de organização criminosa, porte ilegal de arma e receptação em Rio Branco

Publicados

Polícia

Quatro homens foram presos em flagrante, na quarta-feira (4), no bairro Universitário, em Rio Branco. De acordo com a Polícia Civil, eles devem ser indiciados por promover e integrar organização criminosa, porte de arma de fogo de uso restrito e receptação.

Com o grupo, a polícia apreendeu quatro armas, sendo três escopetas e um revólver, além de munições. Entre os suspeitos estão Lucas Sales Cunha, Tares Pereira da Silva, Luciano Lucas Mesquita e Weligton Marques. Dois deles estavam com mandados de prisão.

O delegado da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Cristiano Bastos, informou que o grupo é suspeito de envolvimento em diversos crimes como homicídios e tentativas de homicídios ocorridas na capital acreana.

“Os investigadores da DHPP estavam em busca de identificar autores de um crime ocorrido recente e receberam informações de um grupo criminoso que teria se instalado ali naquele bairro. Passaram a realizar buscas no sentido de identificar o local onde essas pessoas se encontravam, após identificados, foi realizada a abordagem e foram presos esses quatro indivíduos”, disse Bastos.

Leia Também:  PRF apreende dinheiro e foragido por tráfico na BR 317

Conforme o delegado, as armas apreendidas podem ter sido usadas em crimes de homicídio em Rio Branco. “Então esse foi um duro golpe contra a organização criminosa. São armas que esses membros de organização criminosa utilizam para manter o predomínio da organização dentro do bairro”.

O delegado geral de Polícia Civil, Henrique Maciel, informou que as ações de combate às organizações criminosas vão continuar.

“Esse é o resultado do trabalho, com prisões de pessoas que cometeram não um, mas vários crimes, como assaltos, homicídios. Temos enfrentado dificuldades por conta do efetivo, mas temos certeza que o governador vai nomear esses mais de 260 que acabaram de terminar o curso de formação, certeza que no próximo ano vamos ter o efetivo a altura para fazer o combate mais eficaz”, afirmou Maciel. Do G1 Acre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Homem é morto e mulher ferida por dupla encapuzada na região do Caquetá, em Porto Acre

Publicados

em

Antônio André de Araújo, de 41 anos, foi morto ao ser alvejado com vários disparos de arma de fogo. O crime ocorreu no Ramal Santa Bárbara, região do Caquetá, em Porto Acre. Uma mulher ficou ferida no braço, mas sem gravidade.

A Polícia Militar foi acionada no sábado (30) para atender a ocorrência e, ao chegar no local, encontraram duas mulheres, que disseram ter passado a noite com Araújo e de outro homem e que eles estavam armados e teriam agredindo-as fisicamente.

Já na manhã de sábado, apareceram duas pessoas encapuzadas e armadas com pistolas e começaram a atirar contra elas e os dois homens.

Foi quando a vítima foi alvejada com vários tiros e não resistiu. O outro homem conseguiu fugir e não foi localizado. Uma das mulheres chegou a ser ferida no braço, foi encaminhada ao Pronto Socorro de Rio Branco, recebeu atendimento e liberada depois, segundo informações da polícia.

As mulheres escaparam com vida porque fugiram e se esconderam em outra propriedade. Ainda segundo informaram à polícia, a dupla encapuzada levou as armas e celulares de todos que estavam na casa.

Leia Também:  Homem saca arma em abordagem e é baleado no ombro por policial em Rio Branco

A Perícia e Instituo Médico Legal (IML) estiveram no local e fizeram os procedimentos de praxe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA