Polícia

Quadrilha foi presa após fazer família refém durante um assalto em lanchonete na Nova Estação, em Rio Branco

Publicados

Polícia

Quadrilha foi presa no bairro Tancredo Neves após assalto – Foto: Luana Dourado

Uma quadrilha foi presa no início da noite desta quinta-feira (19) após fazer uma família refém durante um assalto em uma lanchonete da Rua Corumbá, bairro Nova Estação, em Rio Branco. Os criminosos saíram da casa com um dos moradores e acabaram parados pela polícia no bairro Tancredo Neves, parte alta da cidade.

A vítima levada no carro com os criminosos era um homem de 54 anos. As informações coletadas pela polícia são de que os assaltantes ligaram para a lanchonete fazendo uma encomenda. Na hora de buscar o lanche, a quadrilha rendeu as vítimas, entre elas funcionários e familiares.

O tenente Tales Campos, do Batalhão de Operações Especiais do Acre (Bope), disse que a polícia recebeu a informação de um roubo a residência e quatro criminosos tinham feito cinco pessoas refém. Ainda segundo o tenente, as vítimas foram agredidas e a quadrilha ainda teria atirado dentro da residência.

“Eles estavam com duas armas de fogo, sendo um [revólver] calibre 22, que fez o disparo, e um [revólver] calibre 32 e um simulacro de pistola. A todo momento ameaçando a família, levou um veículo bem como R$ 360 e alguns centavos, alguns celulares, prenderam as vítimas no banheiro”, explicou.

Leia Também:  Mais de mil ribeirinhos são atendidos durante ações de saúde realizadas pela prefeitura de Porto Walter

O carro conduzido pela vítima com os assaltantes foi abordado por uma equipe da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam) do Bope. O militar falou que foi feita a abordagem com cautela porque a polícia não tinha a confirmação que a vítima estava no veículo.

“Não podemos afirmar que sabíamos, geralmente vamos com cautela devido à essa situação, mas sabia que tinha acontecido o roubo com refém e estava recebendo novas informações por meio do Ciosp e estávamos nos deslocando com a placa do veículo”, acrescentou. Do G1 Acre

Polícia aprendeu celulares, dinheiro e armas usadas no crime – Foto: Consuela Araújo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Operação Narco Brasil 2022, deflagrada em Feijó, Tarauacá e Rio Branco, prende investigados por tráfico de drogas

Publicados

em

Operação Narco Brasil 2022 cumpriu mandado judiciais em Rio Branco, Tarauacá e Feijó — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Duas pessoas foram presas nesta quarta-feira (29) durante a Operação Narco Brasil 2022 deflagrada em Feijó e Tarauacá, cidades do interior do Acre, e na capital acreana, Rio Branco. Os presos, de 20 e 25 anos, são investigados por terem envolvimento com uma carga de 25 quilos de maconha apreendida em janeiro na Rodoviária Internacional de Rio Branco.

Na ação, policiais da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) e das delegacias locais, cumpriram oito mandados judiciais, sendo: dois de busca em Rio Branco, três de busca em Feijó, um em Tarauacá e dois mandados de prisão.

O investigado de 20 anos foi preso em Tarauacá e o de 25 anos em Feijó. O nome da operação é em alusão ao Dia Internacional Contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, celebrado o último dia 26.

Apreensão de maconha

No dia 14 de janeiro deste ano, um jovem de 23 anos foi preso na Rodoviária de Rio Branco com 25 quilos de maconha que estavam escondidos dentro de uma mala.

Leia Também:  Polícia Militar apreende arma de fogo e drogas no bairro Papoco, em Rio Branco

A prisão ocorreu por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) que levantou informações de que o jovem estava no ônibus que havia saído de Rondônia. Os policiais, ao fazerem buscas com a companhia de cães, acabaram localizando a droga.

Logo em seguida, foi identificado de quem era o entorpecente e o jovem preso em flagrante. Ainda conforme as informações da polícia, a droga seria levada para a cidade de Feijó, no interior do Acre. Com informações do G1 Acre.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA