RIO BRANCO

Polícia

PRF apreende em um ônibus que vinha da cidade de Assis Brasil duas passageiras com mais de 11 kg de droga

Publicados

Polícia

Policiais do Gefron, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), prenderam na noite desta terça-feira (28), em um ônibus que vinha da cidade de Assis Brasil com destino à Capital, duas passageiras com mais de 11 kg de droga skank (produzida em laboratório).

Os passageiros foram convidados a desembarcar e informados que passariam por uma abordagem de rotina. Quando policiais do Gefron e Policiais Rodoviários Federais passaram a fazer buscas nas bagagens do interior do ônibus, foram encontrados em uma das poltronas, um travesseiro, duas caixas de papelão contendo invólucros com entorpecentes, carregados por duas mulheres.

Uma das suspeitas aparentava estar gravida, mas se tratava de um outro invólucro que estava envolto em seu corpo. A suspeita estava vindo da cidade de Xapuri, mas trazia o entorpecente da cidade de Brasileia. De acordo com ela, teria recebido de um boliviano para trazer até Rio Branco. Perguntada se estava com mais alguém, informou que estava com sua sobrinha, que também estava levando entorpecentes. Na mochila carregada pela última, outro invólucro foi encontrado. As autoras afirmaram que estavam levando os ilícitos para um desconhecido, e que ao chegarem em Rio Branco seriam contatadas e entregariam a encomenda, que disseram não conhecer nem quem entregou e nem quem iria receber.

Leia Também:  Duas pessoas são degoladas e outra são ferida em Rolim de Moura

As envolvidas com todos os seus pertences foram conduzidas ao posto da PRF para confecção de boletins de ocorrência. Posteriormente, foram conduzidas à delegacia de Polícia Federal para os procedimentos cabíveis.

O peso da droga é, aproximadamente, 11,667 kg (onze quilos seiscentos e sessenta e sete gramas). De acordo com a Segurança Pública, o prejuízo ao crime é de R$ 75.835,00. Por Continet

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Jovem que foi estuprada de forma brutal e espancada por criminosos não resiste e morre após 41 dias em coma

Publicados

em

Revelações sobre o caso da jovem Cinthia Campos supostamente estuprada em Brasiléia – Foto: Reprodução

A jovem Cinthia Campos, de 24 anos, que estava na Capital em coma a 42 dias, não resistiu e faleceu nesta terça-feira, 30 de novembro. O caso ainda vem sendo investigado pela delegacia de Brasiléia, sendo coordenado pela delegada titular, Carla Ivane.

Rumores de sua morte foi circulado em grupos nas redes sociais. O jornal oaltoacre entrou em contato com a delegada, que retornou confirmando oficialmente o falecimento de Cinthia.

A morte da jovem vem sendo investigado em duas frentes. Uma seria o abuso sexual (estupro) que sofreu, quando os suspeitos teriam invadido o apartamento onde morava e dividia com uma amiga, que não se encontrava no momento.

Além do estupro, foi identificado que a jovem foi enforcada, pois havia sinais de mãos em seu pescoço, além de violentada sexualmente de forma brutal e espancada pelos criminosos que teria tido o anus e vagina dilacerados, sendo necessário sua transferida com urgência para Rio Branco.

Leia Também:  Assaltante é morto a tiros após roubar TV na zona rural de Rio Branco

Cinthia estava internada numa unidade semi intensiva da Fundação Hospitalar para onde foi transferida com o quadro de saúde considerado grave. Também foi informado que a jovem chegou a passar por cirurgia na cabeça e sofreu parada cardíaca no pronto socorro da capital.

Segundo a delegada Carla Ivane, o caso ainda está em aberto na tentativa de ser elucidado o mais breve possível, com identificação e localização dos possíveis suspeitos.

O corpo de Cinthia seria levado ao IML da Capital para exames cadavéricos, para depois ser liberados aos familiares.

Fonte: oaltoacre

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Com o intuito de ajudar na manutenção do espaço do Educandário Santa Margarida, que atende crianças de zero a 12 anos de idade, o deputado Leo de Brito está destinando R$ 350 mil, por meio de emenda, à instituição. A emenda será viabilizada por meio de convênio com o Tribunal de Justiça. “O Educandário Santa Margarida é uma instituição que representa a única esperança para crianças que precisam de acolhimento”.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA