RIO BRANCO

Polícia

Presidiário do semi-aberto mata homem com três tiros em Rio Branco

James Souza do Nascimento, de 37 anos foi executado com três tiros na frente da esposa em uma residência localizada na Cidade do Povo.

Publicados

Polícia

James Souza do Nascimento, de 37 anos foi executado com três tiros na frente da esposa em uma residência localizada na Cidade do Povo.

O autor do homicídio, Francisco de Assis Gomes de Souza, de 28 anos, foi preso através da tornozeleira eletrônica que usava.

De acordo com o informado pela esposa, eram por volta das 23 horas quando Francisco em posse de uma arma de fogo, invadiu a residência e efetuou os disparos contra o marido que morreu no local.

Em seguida, fugiu correndo, tomando rumo ignorado. Ainda segundo a esposa, Francisco já tinha jurado seu esposo de morte na semana passada.

Uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a comparecer ao local, mas, só puderam atestar o óbito.

A Polícia Militar preservou a área do crime até a chegada dos peritos e em seguida saíram em busca do suspeito.

Sabedores de que Francisco usava tornozeleira eletrônica por ainda cumprir um regime semi-aberto, eles pediram a localização através do CIOSP e o prenderam em uma residência ainda na Cidade do Povo.

Leia Também:  Morador encontra corpo de sargento da PM morto em igarapé em Rio Branco

Ele foi levado até à Delegacia de Flagrantes (DEFLA) onde foi lavrado o flagrante pela autoridade de Polícia Civil.

Presidiário do semi-aberto mata homem com três tiros

Fonte: oriobranco.net

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Homem conhecido por Sombra é preso enquanto carregava corpo com pernas decepadas em barco pelo Rio Môa

Publicados

em

Homem é flagrado enquanto carregava corpo de vítima torturada em barco na zona rural do AC – Foto: Arquivo

Claudinei Sombra dos Santos, de 19 anos, foi flagrado enquanto carregava o corpo de um homem dentro de um barco pelo Rio Môa, na zona rural do município de Mâncio Lima. A vítima, que ainda não foi identificada, foi morta com tiros e teve as pernas decepadas. O corpo segue no Instituto Médico Legal (IML) em Cruzeiro do Sul.

Segundo o portal G1 Acre, o suspeito descia de barco pelo rio saindo da comunidade Timbaúba em direção a Mâncio Lima, quando passou pela base do Exército na comunidade São Salvador. Foi então que os militares fizeram uma abordagem e perceberam que ele estava muito nervoso e, ao verificarem o barco, encontraram o corpo da vítima.

A polícia foi acionada e foram enviadas duas equipes – uma da Polícia Civil e outra da Polícia Militar – para fazer o translado do corpo e a condução do preso. O local onde o suspeito foi flagrado fica a cerca de 10 horas de barco da cidade de Mâncio Lima e ele foi preso nesse domingo (16).

Leia Também:  Motorista que atropelou 17 pessoas se negou a fazer teste do bafômetro

Conforme o delegado responsável pelas investigações, José Obetaneo do Santos, a motivação do crime ainda está sendo apurada.

“Vamos concluir o flagrante e verificar qual foi a verdadeira motivação desse crime. Na conversa preliminar com o acusado, ele apenas disse que se desentendeu com esse homem e que não o conhecia e que por conta desse desentendimento veio o dolo de matar e ele matou. O médico legista disse que ele foi alvejado por disparo arma de fogo e teve as pernas decepadas. A vítima foi torturada”, disse o delegado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA