RIO BRANCO

Polícia

Polícia Militar apreende quase 19 quilos de maconha no bairro Montanhês, em Rio Branco

Publicados

Polícia

Policiais militares da Companhia de Policiamento Choque (Cpchoque), do Batalhão de operações especiais (Bope), apreenderam 26 barras de entorpecentes, aparentemente maconha, no bairro Montanhês, em Rio Branco.

De acordo com informações repassadas a nossa redação, os agentes receberam informações de que uma residência localizada no bairro Montanhês estava sendo usada para a comercialização de entorpecentes.

De pronto, os militares foram ao local informado e constataram a veracidade da denúncia, onde logo avistaram um suspeito. Ao realizar buscas no local, foram localizadas mais de 25 barras de maconha.

E veja Também no Plantão 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O ex-secretário adjunto da SEE, Moisés, não deixou por menos e disparou: “O nosso vice-governador questiona a compra de tonner, quando não há aula presencial, mas nenhum assessor do vice lhe disse que são milhares de cartilhas entregues encadernadas aos professores? Sobre a compra de ventiladores, o Acre inteiro sabe que ainda tem muitas escolas sem ar-condicionado”, esclarece.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: 

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Acusados de matar homem e decepar pernas na zona rural de Sena Madureira são condenados há mais de 40 anos de prisão

Propaganda

Polícia

Homem conhecido por Sombra é preso enquanto carregava corpo com pernas decepadas em barco pelo Rio Môa

Publicados

em

Homem é flagrado enquanto carregava corpo de vítima torturada em barco na zona rural do AC – Foto: Arquivo

Claudinei Sombra dos Santos, de 19 anos, foi flagrado enquanto carregava o corpo de um homem dentro de um barco pelo Rio Môa, na zona rural do município de Mâncio Lima. A vítima, que ainda não foi identificada, foi morta com tiros e teve as pernas decepadas. O corpo segue no Instituto Médico Legal (IML) em Cruzeiro do Sul.

Segundo o portal G1 Acre, o suspeito descia de barco pelo rio saindo da comunidade Timbaúba em direção a Mâncio Lima, quando passou pela base do Exército na comunidade São Salvador. Foi então que os militares fizeram uma abordagem e perceberam que ele estava muito nervoso e, ao verificarem o barco, encontraram o corpo da vítima.

A polícia foi acionada e foram enviadas duas equipes – uma da Polícia Civil e outra da Polícia Militar – para fazer o translado do corpo e a condução do preso. O local onde o suspeito foi flagrado fica a cerca de 10 horas de barco da cidade de Mâncio Lima e ele foi preso nesse domingo (16).

Leia Também:  Homem sofre acidente de moto e morre ao sair de casa para comprar rapé

Conforme o delegado responsável pelas investigações, José Obetaneo do Santos, a motivação do crime ainda está sendo apurada.

“Vamos concluir o flagrante e verificar qual foi a verdadeira motivação desse crime. Na conversa preliminar com o acusado, ele apenas disse que se desentendeu com esse homem e que não o conhecia e que por conta desse desentendimento veio o dolo de matar e ele matou. O médico legista disse que ele foi alvejado por disparo arma de fogo e teve as pernas decepadas. A vítima foi torturada”, disse o delegado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA