Polícia

Polícia Federal cumpre 13 mandados judiciais durante operação em Cruzeiro do Sul e Porto Walter

Publicados

Polícia

A Polícia Federal deflagrou na terça-feira (19) a segunda fase da “Operação Ocidente” nos municípios de Cruzeiro do Sul e Porto Walter. Ao todo, foram cumpridos 13 mandados judiciais nas duas cidades do interior do Acre.

Conforme a PF, foram cumpridos sete mandados de prisão preventiva e uma ordem judicial de prisão temporária, além de seis mandados de busca e apreensão.

A operação tem como objetivo identificar membros de facções criminosas suspeitos de diversos crimes, inclusive o de tortura contra um homem que teria realizado ações sem a aprovação da organização criminosa.

Além disso, também estão entre os crimes investigados homicídios e tentativas de homicídios contra integrantes de facções rivais, posse ilegal de armas de fogo e tráfico de drogas.

Durante o cumprimento dos mandados na casa de um dos investigados em Porto Walter, a polícia encontrou uma pistola de calibre restrito. Por Iryá Rodrigues, G1 Acre

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Corpo é encontrado em estado de decomposição, em Rio Branco

Propaganda

Polícia

Mais um é preso escondido em uma casa, suspeito de torturar jovem em cemitério, em Cruzeiro do Sul

Publicados

em

Valdenis Marinho morreu em um hospital da cidade no dia seguinte ao crime. No dia 28 de abril, Polícia Civil prendeu dois suspeitos de participação no homicídio – Foto: Polícia Civil

Um terceiro suspeito de sequestrar, torturar e matar Valdenis do Nascimento Marinho, de 18 anos, foi preso nesta sexta-feira (13) em Cruzeiro do Sul. Marinho morreu no início do mês de abril em um hospital da cidade após ser encontrado ferido dentro do Cemitério São João Batista.

No dia 28 do mesmo mês, a Polícia Civil prendeu os primeiros suspeitos de praticar o crime. O motivo das agressões seria porque Marinho, que era usuário de drogas, teria furtado entorpecentes de membros de uma facção criminosa.

As investigações continuaram após a prisão da dupla e, nesta sexta, a Polícia Civil prendeu um rapaz, de 27 anos, escondido em uma casa no bairro Várzea.

Logo após o crime, a Polícia Civil chegou a divulgar que Marinho não era de facção, mas era usuário de drogas. Os pais dele que procuraram a polícia para denunciar o caso após a morte. As informações é do portal G1 Acre

Leia Também:  Acusado de matar jovens e divulgar vídeo vai a júri popular

Suspeito foi preso nesta sexta-feira (13) no bairro Várzea, em Cruzeiro do Sul – Foto: Polícia Civil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA