RIO BRANCO

Polícia

Polícia apreende armas de guerra e munição em Rio Branco

A polícia não descarta a hipótese das armas estarem empregadas na prática de crimes diversos, especialmente roubo.

Publicados

Polícia

A polícia não descarta a hipótese das armas estarem empregadas na prática de crimes diversos, especialmente roubo.

Pedro Paulo 

A polícia esta investigando a procedência das armas apreendidas/Foto: Pedro Paulo

A polícia esta investigando a procedência das armas apreendidas/Foto: Pedro Paulo

Armas e munições foram apreendidas pela Polícia Civil nesta quinta-feira (12) à margem da BR-364, região do bairro Albert Sampaio. Ninguém foi detido.

A polícia encontrou um revólver 38, uma submetralhadora 9 milímetros de fabricação argentina com pente para 40 munições, uma pistola calibre 22, um par de algemas e munições de vários calibres. Segundo o delegado Karlesso Nespolli, o material estava dentro de um saco de juta, no acostamento da rodovia federal.

O arsenal foi levado para seda da Divisão de Investigações Criminais, da Polícia Civil, onde será submetido a pericia. A polícia não descarta a hipótese das armas estarem empregadas na prática de crimes diversos, especialmente roubo.

Para o delegado Karlesso as algemas indicam a intenção do tolhimento da liberdade das vítimas em caso de roubo e outros delitos. A polícia esta investigando a procedência das armas apreendidas.

Leia Também:  Polícia Civil prende dois em Tarauacá e um no Jordão

A autoridade policial destacou a importância da coletividade na promoção de denúncia: “nesta apreensão a participação da sociedade foi fundamental, uma prova de que integrados seremos cada vez mais fortes no enfrentamento a criminalidade”, sublinhou Nespolli.

A polícia não confirma, porém não descarta a possibilidade das armas estarem sendo preparadas para assaltos de grande vulto na região, haja vista, que trata-se de armas de grande poder letal.

armas 1

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Jovem que foi estuprada de forma brutal e espancada por criminosos não resiste e morre após 41 dias em coma

Publicados

em

Revelações sobre o caso da jovem Cinthia Campos supostamente estuprada em Brasiléia – Foto: Reprodução

A jovem Cinthia Campos, de 24 anos, que estava na Capital em coma a 42 dias, não resistiu e faleceu nesta terça-feira, 30 de novembro. O caso ainda vem sendo investigado pela delegacia de Brasiléia, sendo coordenado pela delegada titular, Carla Ivane.

Rumores de sua morte foi circulado em grupos nas redes sociais. O jornal oaltoacre entrou em contato com a delegada, que retornou confirmando oficialmente o falecimento de Cinthia.

A morte da jovem vem sendo investigado em duas frentes. Uma seria o abuso sexual (estupro) que sofreu, quando os suspeitos teriam invadido o apartamento onde morava e dividia com uma amiga, que não se encontrava no momento.

Além do estupro, foi identificado que a jovem foi enforcada, pois havia sinais de mãos em seu pescoço, além de violentada sexualmente de forma brutal e espancada pelos criminosos que teria tido o anus e vagina dilacerados, sendo necessário sua transferida com urgência para Rio Branco.

Leia Também:  Terceiro integrante de quadrilha que assaltava com farda da PM é preso

Cinthia estava internada numa unidade semi intensiva da Fundação Hospitalar para onde foi transferida com o quadro de saúde considerado grave. Também foi informado que a jovem chegou a passar por cirurgia na cabeça e sofreu parada cardíaca no pronto socorro da capital.

Segundo a delegada Carla Ivane, o caso ainda está em aberto na tentativa de ser elucidado o mais breve possível, com identificação e localização dos possíveis suspeitos.

O corpo de Cinthia seria levado ao IML da Capital para exames cadavéricos, para depois ser liberados aos familiares.

Fonte: oaltoacre

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Com o intuito de ajudar na manutenção do espaço do Educandário Santa Margarida, que atende crianças de zero a 12 anos de idade, o deputado Leo de Brito está destinando R$ 350 mil, por meio de emenda, à instituição. A emenda será viabilizada por meio de convênio com o Tribunal de Justiça. “O Educandário Santa Margarida é uma instituição que representa a única esperança para crianças que precisam de acolhimento”.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA