RIO BRANCO

Polícia

PM prende “secretário do cão” por roubo e porte ilegal de armas

Secretário do cão foi preso por PM na fazenda de um policial e tentou contra a vida do caseiro

Publicados

Polícia

Secretário do cão foi preso por PM na fazenda de um policial e tentou contra a vida do caseiro

2015-02-17-secretario-cao-2-706x478-620x350

Antônio Marcelino da Silva, 21 anos, mais conhecido pelo apelido de “secretário do cão” foi preso por policiais militares do 3º Batalhão acusado de roubo (assalto), porte ilegal de arma e estupro.

De acordo com informações da polícia na noite desta segunda-feira (16) “secretário do cão” chegou à fazenda de um policial militar onde o caseiro estava sozinho e pediu um pedaço de carne alegando que estava com fome.

Quando o caseiro da fazenda abriu a porta, “secretário do cão” armado de uma faca tentou desferir um golpe no caseiro que conseguiu se livrar da morte jogando uma mesa contra o corpo de Antônio Marcelino

Desesperado o caseiro conseguiu fugir da fazenda deixando para trás o “secretário do cão” dentro da residência.

Sozinho “secretário do cão” revirou tudo na casa até encontrar a quantia de R$ 3.200 que era a economia do caseiro, além de levar o dinheiro, o criminoso levou uma arma e alimentos.

Leia Também:  Polícia Militar prende cinco pessoas em Xapuri por tráfico de drogas

Com ajuda do patrão que é policial militar o caseiro conseguiu localizar o paradeiro do “secretário do cão” que já estava escondido no quilometro 85 da Transacreana em outra fazenda.

No local com reforço de uma guarnição a polícia conseguiu prender o acusado e aprender duas espingardas que estariam em poder dele.

Na delegacia foi descoberto um mandado de prisão contra Antônio Marcelino “secretário do cão” por crime de estupro.

2015-02-17-secretario-cao-1-706x478

Fonte:Ecos da Noticia

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Homem conhecido por Sombra é preso enquanto carregava corpo com pernas decepadas em barco pelo Rio Môa

Publicados

em

Homem é flagrado enquanto carregava corpo de vítima torturada em barco na zona rural do AC – Foto: Arquivo

Claudinei Sombra dos Santos, de 19 anos, foi flagrado enquanto carregava o corpo de um homem dentro de um barco pelo Rio Môa, na zona rural do município de Mâncio Lima. A vítima, que ainda não foi identificada, foi morta com tiros e teve as pernas decepadas. O corpo segue no Instituto Médico Legal (IML) em Cruzeiro do Sul.

Segundo o portal G1 Acre, o suspeito descia de barco pelo rio saindo da comunidade Timbaúba em direção a Mâncio Lima, quando passou pela base do Exército na comunidade São Salvador. Foi então que os militares fizeram uma abordagem e perceberam que ele estava muito nervoso e, ao verificarem o barco, encontraram o corpo da vítima.

A polícia foi acionada e foram enviadas duas equipes – uma da Polícia Civil e outra da Polícia Militar – para fazer o translado do corpo e a condução do preso. O local onde o suspeito foi flagrado fica a cerca de 10 horas de barco da cidade de Mâncio Lima e ele foi preso nesse domingo (16).

Leia Também:  Bandidos assaltam posto próximo à delegacia em Mâncio Lima

Conforme o delegado responsável pelas investigações, José Obetaneo do Santos, a motivação do crime ainda está sendo apurada.

“Vamos concluir o flagrante e verificar qual foi a verdadeira motivação desse crime. Na conversa preliminar com o acusado, ele apenas disse que se desentendeu com esse homem e que não o conhecia e que por conta desse desentendimento veio o dolo de matar e ele matou. O médico legista disse que ele foi alvejado por disparo arma de fogo e teve as pernas decepadas. A vítima foi torturada”, disse o delegado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA