Polícia

PM prende homem acusado de furtar sua moto que estava retida no pátio do Detran em Brasiléia

Publicados

Polícia

O jovem que teve a moto retida pelo Detran, tentou retirar, mas não foi possível pelo fato da motocicleta estar em nome de outra pessoa.

Foi conduzido para a delegacia da cidade de Brasileia na noite desta quarta-feira, dia 30, Raul José Silva de Assis, de 27 anos, acusado de furtado uma moto de placa boliviana ND 2052, durante a tarde do mesmo dia, detida no pátio do 6º Ciretran.

Segundo foi obtido, Raul esteve no órgão na tentativa de retirar o veículo, mas, teria sido negado pelo fato do veículo estar em nome de outra pessoa, sendo necessário a presença para poder se responsabilizar pela retirada com os devidos documentos.

Raul teria ido em sua casa e pegou uma cópia da chave e voltou ao prédio. Se aproveitando de um momento de descuido de funcionários, montou na moto, ligou e foi embora, achando que nada poderia acontecer consigo.

Sua presença no órgão foi registrada pelo sistema de segurança, o que facilitou a identificação após notarem a falta do veículo no pátio. Com a identificação, os policiais iniciaram buscas pela fronteira, sendo descoberto posteriormente, onde o Raul trabalhava.

Leia Também:  Polícia prende dupla com droga, duas armas de fogo e uma granada em Cruzeiro do Sul

O mesmo foi localizado por volta das 22h00 em seu local de trabalho, onde foi detido e levado para a delegacia juntamente com a moto, ficando à disposição do delegado plantonista no decorrer do dia.

Fonte Oaltoacre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Mais um é preso escondido em uma casa, suspeito de torturar jovem em cemitério, em Cruzeiro do Sul

Publicados

em

Valdenis Marinho morreu em um hospital da cidade no dia seguinte ao crime. No dia 28 de abril, Polícia Civil prendeu dois suspeitos de participação no homicídio – Foto: Polícia Civil

Um terceiro suspeito de sequestrar, torturar e matar Valdenis do Nascimento Marinho, de 18 anos, foi preso nesta sexta-feira (13) em Cruzeiro do Sul. Marinho morreu no início do mês de abril em um hospital da cidade após ser encontrado ferido dentro do Cemitério São João Batista.

No dia 28 do mesmo mês, a Polícia Civil prendeu os primeiros suspeitos de praticar o crime. O motivo das agressões seria porque Marinho, que era usuário de drogas, teria furtado entorpecentes de membros de uma facção criminosa.

As investigações continuaram após a prisão da dupla e, nesta sexta, a Polícia Civil prendeu um rapaz, de 27 anos, escondido em uma casa no bairro Várzea.

Logo após o crime, a Polícia Civil chegou a divulgar que Marinho não era de facção, mas era usuário de drogas. Os pais dele que procuraram a polícia para denunciar o caso após a morte. As informações é do portal G1 Acre

Leia Também:  Menina de 2 anos é espancada até a morte pelo próprio pai com ajuda da madrasta

Suspeito foi preso nesta sexta-feira (13) no bairro Várzea, em Cruzeiro do Sul – Foto: Polícia Civil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA