RIO BRANCO

Polícia

Patrão é preso após dopar, estuprar e perseguir empregada doméstica no Distrito Federal

Publicados

Polícia

Short que vítima usou depois de ter sido violentada. De acordo com a Polícia Civil, roupa pertence ao suspeito. — Foto: PCDF / Divulgação

Metrópoles – Policias da 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia) prenderam, nessa quarta-feira (1°/8), um homem de 52 anos acusado de cometer os crimes de estupro de vulnerável, perseguição e descumprimento da medida protetiva contra a empregada doméstica que trabalhava em sua residência.

Segundo o boletim de ocorrência, o suspeito teria dopado a vítima e praticado com ela “conjunção carnal e atos libidinosos diversos”. Após o estupro, o indivíduo teria passado a ameaçar a mulher e chantageá-la para ter com ela outras relações sexuais, alegando que divulgaria fotos e filmagens realizadas por ele durante o abuso sexual. Além disso, teria ameaçado matar o marido dela.

Os policiais apreenderam um short que a mulher usou depois de ter sido dopada e violentada. De acordo com os investigadores, a roupa pertence ao suspeito.

Após a denúncia feita pela mulher e a concessão de medidas protetivas, o indivíduo teria passado a persegui-la. O mandado de prisão preventiva foi expedido pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Samambaia.

Leia Também:  Em Cobija, homem tem perna arrancada após chocar motocicleta contra outro veículo e morre no local

O homem já tinha condenações criminais por crimes sexuais e cumpria pena em prisão domiciliar. Ele foi recolhido à carceragem e encontra-se à disposição da justiça.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Após os deputados Manoel Moraes e o líder do governo Pedro Longo saírem em defesa da Energisa, o deputado Roberto Duarte rasgou o verbo ao afirmar que teria vergonha de afirmar o que ambos os deputados disseram para defender uma empresa e não os interesses da população acreana.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Exclusivo: Justiça mantém prisão preventiva do médico de Brasileia, Marquinhos Rego, acusado de matar Gabriela Jardim

Publicados

em

Médico Antônio Marcos Rego Costa de Brasileia/AC – Foto: Arquivo da Família

A juíza Márcia Simões, da Vara do Júri de Feira de Santana, negou o pedido de revogação da prisão preventiva do médico Antônio Marcos Rego Costa, acusado de matar a ex-companheira Gabriela Jardim, e abandonar o corpo dela às margens da BR-116. Ele está preso desde o dia 3 de setembro.

A decisão de manutenção da prisão do médico Antônio Marcos foi publicada nesta sexta-feira (26). Apesar de manter a prisão dele, a juíza Márcia Simões autorizou a restituição de dois veículos do acusado que estavam à disposição da Justiça.

Com o médico a polícia apreendeu os veículos Frontier, placa policial RCT-4E87, e Honda HRV, de placa PKY-3999. Esses automóveis foram apreendidos por determinação judicial, durante a fase de investigação do caso.

Prisão Cautelar

Segundo informações do Site Olá Bahia que teve acesso com exclusividade a decisão eu manteve a prisão preventiva do médico Antônio Marcos. Segundo a juíza Márcia Simões, a manutenção da prisão do acusado tem o objetivo de para garantir a ordem pública e a aplicação da lei penal.

Leia Também:  Polícia captura assaltantes com arma, quadriciclo roubado e outros pertences em Sena Madureira

“Não se podendo permitir que permaneça em liberdade, por ora, diante da possibilidade de cooptar testemunhas e atrapalhar/interferir na iminente instrução processual”, justificou a magistrada.

O advogado do acusado, Guga Leal, disse ao Site Olá Bahia, nesta manhã, que a decisão já era esperada. “Esse pedido foi feito lá atrás, logo da prisão. Mas perdeu o objeto, uma vez que o Ministério Público ajuizou a ação”, disse o advogado.

O caso

O médico Antônio Marcos Rego Costa é acusado de matar a ex-companheira Gabriela Jardim. A vítima foi casada com ele durante quatro anos e, de acordo com a polícia, os dois viviam um relacionamento com animosidades.

Gabriela foi encontrada morta em estado avançado de decomposição no dia 28 de agosto, às margens da BR-116, em Feira de Santana, após seis dias de desaparecimento e a polícia receber denúncias anônimas. Ela foi achada sem as roupas, da cintura para cima.

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo ll:

Veja o Vídeo lll:

Veja o Vídeo lV:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Muitas são as dúvidas, e eu esclareço algumas. Quem tem direito a receber o abono pago com a sobra do recurso do Fundeb, anunciado pelo Governo do Acre? Uma grande manifestação foi realizada durante todo dia pela manhã em frente à casa civil e a tarde na sede da PGE – Procuradoria Geral do Estado.

Leia Também:  Após banho de sol, presos são flagrados dentro de forro durante tentativa de fuga em Rio Branco

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA