RIO BRANCO

Polícia

Pai fura os pés do filho de três anos com prego e o agride com cipó. Mãe denuncia as agressões na delegacia de Porto Acre

Publicados

Polícia

Criança é espancada com cipó. Pai é procurado por agredir filho de 3 anos com cipó e furar os pés da criança no AC: ‘traumatizado’ – Foto: Arquivo pessoal

Uma mãe denunciou, na delegacia da cidade de Porto Acre, que o filho dela de apenas três anos foi vítima de maus-tratos e apanhou do pai com cipó e teve os pés furados por ele. O boletim de ocorrência foi registrado no sábado (15).

Rosenilda da Cruz contou à que os dois são separados e que o filho foi passar um período de 15 dias com o pai, foi quando as agressões aconteceram. Ela disse que não havia histórico anterior de agressão ao menino.

“O pai levou ele para passar 15 dias e, durante esse tempo, sempre fiquei ligando, procurando, tentando ter notícias dele, só que ele recusava, sempre não atendia. Então, teve um momento que fiquei desesperada e ameacei que se não trouxesse eu ia dar um jeito, ia chamar a polícia. Então, no sábado, ele me ligou e falou: teu filho tá aqui, vem buscar e, quando cheguei lá, encontrei meu filho todo machucado, de castigo no chão porque disse que era uma criança desobediente, mal comportada”, contou a mãe em desespero.

Ao encontrar o filho machucado, ela disse que questionou o pai do menino que disse apenas que tinha dado umas ‘sandalhadas’ nele e que os hematomas seriam resultado de quedas que o menino levou.

“Já levei meu filho pra colônia, ele já brincou com outras crianças e nunca aconteceu isso. Quero que ele pague. Peço às autoridades que me ajudem. É o pedido de uma mãe desesperada, meu filho está traumatizado, nem comer ele consegue porque está com a boca toda machucada. Ontem [domingo, 16] à noite foi que ele comeu um pouco, mas depois vomitou. Ele entrou chorando desesperado porque tem medo de machucarem. Por isso, peço ajuda para colocar ele na cadeia, porque isso não é um pai, é um monstro que faz isso com a criança”, relembrou.

Leia Também:  Urgente: Primeira morte por coronavírus é confirmada no Acre pela Secretaria de Saúde; paciente é uma idosa de 79 anos

Rosenilda relata ainda que no momento em que foi buscar a criança, foi ameaçada pelo suspeito que ainda teria tentando agredir a criança mais uma vez.

“Quando cheguei para pegar a criança ele me ameaçou, teve um empurrão, eu empurrei porque ele tentou agredir o João, e falei que no meu filho ele não tocava mais e me ameaçou de todas as formas que podia. Falei que enquanto fosse só comigo estava tranquilo, mas com meu filho não ia ficar, então quando saí da casa dele, fui na casa de uma mulher, e a minha tia chegou e fomos na delegacia e ele fugiu”, contou.

A mãe disse que o filho passou à noite entre o domingo e a segunda-feira (17) no Pronto Socorro de Rio Branco, onde recebeu atendimento. A criança ainda contou a uma médica como foram as agressões.

“Ele é uma criança de três anos e falou que ele [o pai] usou um cipó para bater nele. Para a médica, contou que furou os pés dele e falou que se ele contasse ia machucar muito mais ainda. Contou que tem dor na cabeça, no corpo todo. Meu filho é uma criança animada alegre, mas agora não deixa ninguém chegar perto”, lamentou a mãe.

Medida protetiva

O delegado Marcos Sobral, que está acompanhando o caso, disse que as investigações ainda estão no início, mas garantiu que uma das primeiras ações foi pedir uma medida protetiva para o menino.

Leia Também:  Suspeito de assassinar agente p. vai a Delegacia e é liberado

“Nesses 15 dias, a mãe alega que quando a criança voltou para a guarda dela, apresentava vários hematomas pelo corpo, cicatrizes e por isso ela fez o boletim de ocorrência. A gente instaurou uma investigação para apurar, inicialmente, o crime de maus-tratos. A gente vai representar agora ao Judiciário para pedir uma medida protetiva para que ele não se aproxime da criança enquanto a investigação estiver tramitando”, disse.

O delegado informou que o pai vai ser intimado para ser ouvido e apresentar a versão dele sobre os fatos. Do G1 com a colaborou Elderico Silva da Rede Amazônica Acre.

Boca da criança estava completamente machucada, segundo a mãe – Foto: Arquivo pessoal

E veja Também no Plantão 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A vereadora Neiva Badotti foi convidada por uma família para tomar ciência sobre um caso de distribuição de medicamento vencido que foi distribuído pela Farmácia Municipal à mãe de uma criança. De acordo com a parlamentar, a mãe teria levado sua filha ao médico que por sua vez lhe prescreveu uma medicação, em seguida a mãe da criança ido até a farmácia municipal em posse da receita em busca dos remédios prescritos, ao chegar na unidade a medicação foi entregue e a mãe da criança passou a lhe dar os remédios.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo: 

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Polícia tenta capturar preso que fugiu do HUERB e ele acaba baleado ao jogar carro contra PM

Publicados

em

Luis Fernando Maia de Souza era procurado desde junho deste ano depois de fugir do PS de Rio Branco — Foto: Arquivo/Iapen-AC

Um cumprimento de mandado de prisão terminou com duas pessoas feridas em confronto com a polícia, na noite desse sábado (4), no bairro Aviário, em Rio Branco.

Conforme registro de ocorrência, policiais civis tentavam recapturar o preso Luis Fernando Maia de Souza, que fugiu de dentro do Pronto Socorro de Rio Branco em junho deste ano, quando ele resolveu jogar o carro para cima do veículo usado pela equipe policial.

Para tentar conter Souza, os policiais fizeram disparos de arma de fogo contra o carro que ele dirigia. E, por fim, tanto ele, como a mulher que estava no banco de passageiro, identificada como Jhenifer Lopes do Nascimento, ficaram feridos no confronto.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e levou os dois para o PS e Souza ficou acompanhado por policiais. A direção do hospital informou que Souza está intubado, em estado considerado gravíssimo e aguardando UTI. A jovem que estava com ele e também ficou ferida, recebeu alta médica.

Leia Também:  Polícia prende quatro homens com duas facas e maconha

Em junho deste ano, o presidiário foi internado no PS após se sentir mal e ser avaliado por equipe médica. Depois de cerca de oito dias no hospital, mesmo estando acompanhado de policiais penais, ele pediu para usar o banheiro e acabou conseguindo fugir. Desde então, ele era procurado pela polícia.

Segundo o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) informou na época, a última entrada do preso no sistema penitenciário havia sido em dezembro de 2019, quando respondia pelo crime de receptação. Com informações do G1 Acre.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O Gefron apreendeu dentro de Van do município de Brasileia aproximadamente 150 kg de entorpecente, seria esta a maior apreensão daquela regional. De acordo com informações preliminares, o veículo da prefeitura iria realizar mais um transporte de pacientes que estão fazendo tratamento em Rio Branco quando foi surpreendido pelo policiais, após revistarem os pacientes e o veículo encontraram em uma sacola preta com todo o entorpecente.

Leia Também:  Cerveja e direção: Ancião de 83 anos é atropelado na BR-317 no KM 3 em Brasiléia

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA