Polícia

Duas pessoas foram presas durante Operação Narco Brasil em Feijó e Tarauacá, e na capital Rio Branco

Publicados

Polícia

Operação Narco Brasil 2022 cumpriu mandado judiciais em Rio Branco, Tarauacá e Feijó — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Duas pessoas foram presas nesta quarta-feira (29) durante a Operação Narco Brasil 2022 deflagrada em Feijó e Tarauacá, e na capital acreana, Rio Branco. Os presos, de 20 e 25 anos, são investigados por terem envolvimento com uma carga de 25 quilos de maconha apreendida em janeiro na Rodoviária Internacional de Rio Branco.

Na ação, policiais da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) e das delegacias locais, cumpriram oito mandados judiciais, sendo: dois de busca em Rio Branco, três de busca em Feijó, um em Tarauacá e dois mandados de prisão.

O investigado de 20 anos foi preso em Tarauacá e o de 25 anos em Feijó. O nome da operação é em alusão ao Dia Internacional Contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, celebrado o último dia 26.

Apreensão de maconha

No dia 14 de janeiro deste ano, um jovem de 23 anos foi preso na Rodoviária de Rio Branco com 25 quilos de maconha que estavam escondidos dentro de uma mala.

Leia Também:  Jovem sobrevive após ser atingido por tiro no peito

A prisão ocorreu por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) que levantou informações de que o jovem estava no ônibus que havia saído de Rondônia. Os policiais, ao fazerem buscas com a companhia de cães, acabaram localizando a droga.

Logo em seguida, foi identificado de quem era o entorpecente e o jovem preso em flagrante. Ainda conforme as informações da polícia, a droga seria levada para a cidade de Feijó, no interior do Acre. Com informações do G1 Acre.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Homem é morto e mulher ferida por dupla encapuzada na região do Caquetá, em Porto Acre

Publicados

em

Antônio André de Araújo, de 41 anos, foi morto ao ser alvejado com vários disparos de arma de fogo. O crime ocorreu no Ramal Santa Bárbara, região do Caquetá, em Porto Acre. Uma mulher ficou ferida no braço, mas sem gravidade.

A Polícia Militar foi acionada no sábado (30) para atender a ocorrência e, ao chegar no local, encontraram duas mulheres, que disseram ter passado a noite com Araújo e de outro homem e que eles estavam armados e teriam agredindo-as fisicamente.

Já na manhã de sábado, apareceram duas pessoas encapuzadas e armadas com pistolas e começaram a atirar contra elas e os dois homens.

Foi quando a vítima foi alvejada com vários tiros e não resistiu. O outro homem conseguiu fugir e não foi localizado. Uma das mulheres chegou a ser ferida no braço, foi encaminhada ao Pronto Socorro de Rio Branco, recebeu atendimento e liberada depois, segundo informações da polícia.

As mulheres escaparam com vida porque fugiram e se esconderam em outra propriedade. Ainda segundo informaram à polícia, a dupla encapuzada levou as armas e celulares de todos que estavam na casa.

Leia Também:  PF e Funai investigam assassinato de indígenas peruanos.

A Perícia e Instituo Médico Legal (IML) estiveram no local e fizeram os procedimentos de praxe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA