Polícia

No Acre, Policial Federal é acusado de premeditar a morte da filha de 3 meses

O Policial Federal Dheymersonn Cavalcante Gracino dos Santos é acusado de ter premeditado a morte da filha, Maria Cecília Pinheiro, de apenas 3 meses de idade.

Publicados

Polícia

O Policial Federal Dheymersonn Cavalcante Gracino dos Santos é acusado de ter premeditado a morte da filha, Maria Cecília Pinheiro, de apenas 3 meses de idade.

O agente e sua mãe, Maria Gorete Cavalcante, deram duas mamadeiras de leite industrial (o que é contraindicado para recém-nascidos, podendo causar refluxo e bronco aspiração) para a bebê, que só mamava leite materno. Logo após ingerir as duas mamadeiras a criança recém-nascida foi a óbito, o fato ocorreu na última sexta-feira, 8 – Dia Internacional da Mulher.

No atestado de óbito da criança consta que a causa da morte foi, bronca aspiração. De acordo com a análise dos profissionais de Saúde, Cecília estava com o abdômen inchado e apresentava sangue no ânus e nas fezes. 

O enterro da vítima foi realizado neste domingo, 10. A mãe da criança, Micilene Souza, estava em Rio Branco para realização do exame de DNA, exigido pelo policial Gracino, que sempre se manifestou contrário a gestação, tentando provocar, inclusive, um aborto.

Na sexta-feira, o agente, que se negava a ter contato com a criança, pediu para levar a filha para sua casa, alegando que tiraria fotos de famílias, se comprometendo devolvê-la após 30 min para realizar a devida amamentação. Horas depois, após ignorar as ligações da mãe da criança, Gracino ligou do hospital avisando que Cecília havia passado mal. 

Leia Também:  Polícia prende dois criminosos por manter um homem em cárcere privado e recupera cinco motocicletas

Dheymersonn Gracino foi conduzido pela PF a uma delegacia, em Rio Branco, onde foi realizado o flagrante e ele ficou preso. Em depoimento, Maria Gorete Cavalcante (mãe do agente) assumiu ter alimentado a vítima com leite artificial.  A Polícia Civil de Cruzeiro do Sul tem auxiliado nas investigações. 

Entenda o caso

Graciano se envolveu com a enfermeira Micilene Souza durante uma operação que cumpria em Marechal Thaumaturgo. Desde que soube da gravidez, o policial federal insistiu para que a mãe da criança realizasse o aborto. 

Mesmo sabendo dos riscos de um aborto aos seis meses de gestação, o PF insistiu para que Micilene abortasse. Ao ter seu pedido negado, tentou provocar um aborto forçado ao inserir dois comprimidos de cytotec (medicamento abortivo) na vagina de Micilene, que foi parar no hospital e decidiu, na época, por não realizar a denúncia.

Fonte: Juruá em Tempo

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Homem é morto e mulher ferida por dupla encapuzada na região do Caquetá, em Porto Acre

Publicados

em

Antônio André de Araújo, de 41 anos, foi morto ao ser alvejado com vários disparos de arma de fogo. O crime ocorreu no Ramal Santa Bárbara, região do Caquetá, em Porto Acre. Uma mulher ficou ferida no braço, mas sem gravidade.

A Polícia Militar foi acionada no sábado (30) para atender a ocorrência e, ao chegar no local, encontraram duas mulheres, que disseram ter passado a noite com Araújo e de outro homem e que eles estavam armados e teriam agredindo-as fisicamente.

Já na manhã de sábado, apareceram duas pessoas encapuzadas e armadas com pistolas e começaram a atirar contra elas e os dois homens.

Foi quando a vítima foi alvejada com vários tiros e não resistiu. O outro homem conseguiu fugir e não foi localizado. Uma das mulheres chegou a ser ferida no braço, foi encaminhada ao Pronto Socorro de Rio Branco, recebeu atendimento e liberada depois, segundo informações da polícia.

As mulheres escaparam com vida porque fugiram e se esconderam em outra propriedade. Ainda segundo informaram à polícia, a dupla encapuzada levou as armas e celulares de todos que estavam na casa.

Leia Também:  Polícia prende foragido com tabletes de maconha.

A Perícia e Instituo Médico Legal (IML) estiveram no local e fizeram os procedimentos de praxe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA