Polícia

Menino de 8 anos pega carro, causa acidente e mata irmã de 6

A mãe das crianças deu por sua falta por volta de 22h da quarta-feira,

Publicados

Polícia

A mãe das crianças deu por sua falta por volta de 22h da quarta-feira,

(Imagem meramente ilustrativa)

(Imagem meramente ilustrativa)

Um menino de 8 anos e sua irmã de 6 saíram de pijama no meio da noite, pegaram o carro da família e se envolveram em um acidente que matou a menina, disse a polícia do estado norte-americano do Arizona nesta quinta-feira (28).

A mãe das crianças deu por sua falta por volta de 22h da quarta-feira, e mais ou menos na mesma hora as autoridades receberam a informação de que havia um carro em movimento com crianças dentro, segundo o sargento Steve Martos, da polícia de Phoenix.

Uma patrulha localizou o Hyundai Elantra ano 2010 e o acompanhou de perto, mas então o menino que estava ao volante colidiu com um poste metálico, a cerca de um quarteirão de casa, segundo o sargento.

A menina, que aparentemente não usava cinto de segurança, foi socorrida e morreu na manhã de quinta-feira, segundo Martos. Ele disse também que o airbag do passageiro não funcionou.

O menino sofreu apenas uma leve lesão no tornozelo. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

Fonte-G1

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Policia federal e policia milita apreende 95 kg de cocaína

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Polícia

Operação apura esquema de compra de votos nas eleições municipais de 2020 em Tarauacá

Publicados

em

Operação da PF apura esquema de compra de votos nas eleições municipais de 2020 no AC — Foto: Arquivo/PF-AC

A Polícia federal e o Ministério Público Eleitoral deflagraram, nesta quarta-feira (25), a operação “Klerotorion” para apurar crimes de corrupção eleitoral ativa e passiva, associação criminosa e peculato ocorridos durante as eleições municipais de 2020 em Tarauacá, no interior do Acre.

Ao todo, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nas casas dos investigados. Conforme a PF, as investigações começaram em agosto do ano passado, quando foi descoberto um esquema de compra de votos operado por associação criminosa formada por um vereador, dois ex-secretários de saúde e um servidor público municipal. A polícia não divulgou os nomes dos alvos.

As investigações apontaram que os candidatos investigados negociaram votos com eleitores para os cargos de prefeito e vereador da cidade de Tarauacá. Ainda segundo a PF, eles entregavam aos eleitores vantagens como dinheiro, passagens rodoviárias, gêneros alimentícios e outros.

Durantes as diligências policiais, ficou constatado que parte dos recursos usados na compra de votos era do cofre público, o que também caracteriza o crime de peculato. Por isso, os investigados podem responder pelos crimes de corrupção eleitoral, associação criminosa e peculato. Cerca de 16 policiais federais participaram da operação. Com informações do G1 Acre.

Leia Também:  Homem tenta entrar em presídio com dois celulares no ânus

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA