Polícia

Matou a pauladas: MP consegue condenação de 12 anos a homicida

O crime aconteceu após uma bebedeira no Ramal da Piçarreira,

Publicados

Polícia

O crime aconteceu após uma bebedeira no Ramal da Piçarreira,

Promotor Ildon Maximiliano Peres Neto mostra pedaço de pau usado para matar Venâncio em outubro de 2012 – Foto: Alexandre Lima

Promotor Ildon Maximiliano Peres Neto mostra pedaço de pau usado para matar Venâncio em outubro de 2012 – Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima, com Almir Andrade

Aconteceu durante o dia desta sexta-feira, dia 13, o julgamento do homicida Vanilson Acha Oliveira (32), acusado da morte brutal ocorrida no mês de outubro de 2012, quando utilizou de um pedaço de pau para assassinar Venâncio Lima Neto (40), vítima de golpes de madeira desferidos em sua cabeça.

O crime aconteceu após uma bebedeira no Ramal da Piçarreira, zona rural de Epitaciolândia, colônia São Paulo. Vanilson desferiu vários golpes contra a cabeça da vítima o levando a óbito no local e graças ao trabalho dos investigadores, o principal acusado foi preso.

O julgamento ocorrido na Comarca de Epitaciolândia, foi presidida pelo Senhor Juiz, Dr. Hugo Barbosa Torquato Ferreira. A promotoria foi representada pelo advogado Ildon Maximiliano Peres Neto e defesa ficou a cargo do advogado Paulo Henrique Mazzali.

Por volta das 16 horas, o júri composto por sete pessoas, deu o veredito ao juiz. Pelo crime de homicídio qualificado e motivo torpe, sem dar condição de defesa à vítima, Vanilson foi condenado a 12 anos de reclusão em regime fechado no presídio da Capital.

Além da condenação, terá que pagar uma indenização de 60 salários mínimos aos familiares, já que Venâncio deixou viúva e três filhos. Segundo foi dito no final do julgamento, o advogado de defesa iria recorrer da pena.

Vanilson foi condenado a 12 anos de reclusão e terá que indenizar familiares da vítima – Foto: Alexandre Lima

Vanilson foi condenado a 12 anos de reclusão e terá que indenizar familiares da vítima – Foto: Alexandre Lima

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PM prende homem com droga e arma de fogo na zona rural de Tarauacá

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Polícia

Criança de 1 ano morre afogada enquanto brincava dentro de caixa d’água em Acrelândia

Publicados

em

Uma criança de 1 ano e 4 meses morreu afogada após cair em uma caixa d’água na manhã dessa quinta-feira (26), na cidade de Acrelândia, no interior do Acre.

O menino, identificado como Moisés Marcos dos Santos Silva, brincava na caixa, quando caiu dentro dela e acabou morrendo afogado, segundo a polícia.

“Até agora, a informação que temos é que a criança caiu na caixa d’água, quando estava brincando. Foi levado ao hospital e fomos acionados”, informou o delegado Dione dos Anjos.

O menino ainda chegou a ser levado para o hospital da cidade, mas não resistiu. Por não ser uma morte natural, o médico da unidade acionou a polícia.

O corpo do menino foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), em Rio Branco, onde passou pelos exames cadavéricos. O delegado disse que aguarda o resultado do laudo e só deve ouvir a família, caso o documento aponte uma causa diferente para a morte. Com informações do G1 Ac.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Homem de 23 anos é morto a tiros em bairro de Rio Branco
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA