RIO BRANCO

Polícia

Mais uma granada é entregue à Polícia Federal

É o quarto artefato bélico que a campanha de desarmamento recebe

Publicados

Polícia

É o quarto artefato bélico que a campanha de desarmamento recebe

Do JC Online

Foto: Polícia Federal

Foto: Polícia Federal

Pela quarta vez, a campanha de desarmamento promovida pela Polícia Federal recebe uma munição usada pelo Exército Brasileiro em guerras. A granada de morteiro foi entregue nesta quarta-feira (1º) por um homem que encontrou o artefato em Goiana, Zona na Mata Morte, quando escavava o solo. O objeto, que pode ser de fabricação soviética, esteve guardado em sua residência vários meses após o achado.

Mesmo antiga, a granada ainda oferecia riscos de explosão. De acordo com a PF, é possível que haja em seu interior uma substância explosiva que, em contato com o calor ou impacto forte, pode ativar sua detonação. O artefato será analisado por peritos criminais federais do esquadrão antibombas da Polícia Federal e em seguida será enviada para o Exército afim de que seja providenciada a sua respectiva destruição. 

A primeira granada foi entregue no dia 29 de novembro de 2013, na sede da PF, no Cais do Apolo, no Recife, por uma mulher. A segunda entrega aconteceu no dia 14 de dezembro e a terceira em 15 de dezembro. A granada, por ser munição, não gera nenhum tipo de indenização e os responsáveis recebem um comprovante de entrega. A identidade dos colaboradores é mantida em anonimato devido a política estabelecida pela campanha.

Leia Também:  Polícia Civil investiga furto de cabos que seriam instalados em geradores do Into

Pernambuco aparece na 5ª colocação no ranking da campanha de desarmamento no País, perdendo para os estados São Paulo (1º), Bahia (2º), Rio Grande do Sul (3º) e Minas Gerais (4º). Durante os 882 dias da operação, a Polícia Federal apreendeu 6.201 armas e 12.380 munições. Para obter mais informações sobre a entrega, os interessados podem

Fonte=Jornal Do Commercio

acessar os sites www.entreguesuaarma.gov.br ou www.pf.gov.br.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Polícia

Em Cruzeiro do Sul, agentes do Pelotão Ambiental do 6° Batalhão da PM apreende 3 kg de drogas

Publicados

em

PMAC – Uma guarnição do Pelotão Ambiental do 6° Batalhão de Polícia Militar (6° BPM) prendeu na manhã deste sábado, 4, um indivíduo de 21 anos, com três quilos de drogas.

A prisão aconteceu no bairro Miritizal, em Cruzeiro do Sul, enquanto os militares realizavam abordagens no local. Durante a ação os policiais conseguiram visualizar um cidadão em uma motocicleta. Durante as buscas pessoais, foram encontrados em posse deste jovem, no interior de sua mochila, três quilos de drogas.

Questionado sobre o produto, ele informou que estaria levando a substância entorpecente para Tarauacá, pela quantia de 1.500 reais. O homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia da cidade, para serem tomadas as medidas cabíveis ao caso.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O Gefron apreendeu dentro de Van do município de Brasileia aproximadamente 150 kg de entorpecente, seria esta a maior apreensão daquela regional. De acordo com informações preliminares, o veículo da prefeitura iria realizar mais um transporte de pacientes que estão fazendo tratamento em Rio Branco quando foi surpreendido pelo policiais, após revistarem os pacientes e o veículo encontraram em uma sacola preta com todo o entorpecente.

Leia Também:  Homem é morto a golpes de machado na zona rural de Epitaciolândia

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA