RIO BRANCO

Polícia

Mãe se arrepende e resgata criança em sacola após o parto

Cuidadora de idosos abandonou bebê 8h após dar a luz, em Campinas.

Publicados

Polícia

Cuidadora de idosos abandonou bebê 8h após dar a luz, em Campinas.

FONTE- G1

Polícia Militar foi acionada por proprietária de residência neste domingo (17).

Polícia Militar foi acionada por proprietária de residência neste domingo (17).

Uma cuidadora de idosos, de 23 anos, abandonou a filha recém-nascida em frente a uma casa no distrito de Sousas, em Campinas(SP), na madrugada deste domingo (17). Segundo a Polícia Militar, a menina nasceu por volta das 20h30 de sábado, e foi deixada no local dentro de uma sacola, às 4h. Na sequência, a mãe se arrependeu e voltou para buscá-la. A criança não corre risco de morte, segundo a corporação, e a mãe responderá por abandono de incapaz.

A PM disse que foi acionada, por volta das 4h30, quando a proprietária da casa ouviu alguém tocar a campainha do imóvel. No momento em que a viatura da polícia atendia a solicitação na residência, a mãe, arrependida, apareceu para recuperar a menina do local.

Ela alegou que estava desesperada e pensou em deixá-la para adoção por não ter condições financeiras, já que mora sozinha e também precisa cuidar de uma criança de 1 ano e 6 meses. Contudo, teria se arrependido e voltou até a casa para buscá-la.

Leia Também:  Carro que Juiz de Cruzeiro do Sul viajava capota na BR 364.

Mãe e filha foram socorridas ao Hospital da Mulher (Caism) da Unicamp. A assessoria da unidade médica não foi encontrada para comentar o estado de saúde delas até a publicação desta reportagem.

Segundo a PM, o caso foi registrado como abandono de incapaz no 1º Distrito Policial, na região central, pelo delegado Thiago Reis. Procurado pelo G1, ele disse que o caso será investigado e não revelou detalhes sobre a ocorrência.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Polícia

Suspeitos de estuprar menina de 13 anos e filmar crime são presos no Jordão

Publicados

em

Trio foi preso e levado para Tarauacá para ser interrogado e, posteriormente, conduzido para o presídio — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Três homens, de 18, 20 e 22 anos, foram presos preventivamente por estupro de vulnerável na cidade de Jordão, interior do Acre. Segundo as investigações, o trio abusou sexualmente de uma adolescente de 13 anos em dezembro do ano passado.

A Polícia Civil informou que os suspeitos são conhecidos da vítima. No dia do crime, a menina tinha saído para pagar uma conta para a mãe quando um dos suspeitos a chamou para a casa dele para tomar tereré. Porém, no local, o trio passou a dar bebida alcoólica para a menor.

“Posteriormente saíram da casa e foram para outra casa, que é abandonada, onde deram mais bebida alcoólica para a menor e ocorreu o abuso sexual. Os três abusaram dela”, confirmou o delegado responsável pelo caso, Valdinei Soares.

Ainda segundo Soares, o crime foi filmado pelos suspeitos. Eles a deixaram no local e uma tia a encontrou no local e levou para casa. A mãe da menina ficou sabendo do crime e procurou a polícia.

Leia Também:  Polícia Civil prende chefe de facção no bairro Joafra, em Rio Branco

“A mãe registrou um boletim de ocorrência, mas, a princípio, a vítima não quis dizer quem era e só foi ouvida na delegacia agora em janeiro, quando citou as pessoas. A Polícia Civil do Jordão acabou diligenciando para identificar os suspeitos, mostrou fotos deles para a vítima, que reconheceu e, a partir de então, representamos pela prisão, busca e apreensão”, complementou o delegado.

A Polícia Civil pediu a prisão dos suspeitos e, nesta terça (18) e quarta (19), cumpriu os mandados de prisão e busca e apreensão.

Os três foram levados para a cidade de Tarauacá, também no interior, para serem ouvidos e, posteriormente, levados para a Unidade Prisional Moacir Prado.

A polícia destacou que as equipes viajaram por mais de cinco horas de barco para prender o suspeito que estava na zona rural do Jordão. Por G1 Ac.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Leia Também:  Foragido da justiça foi pedir carona e acabou sendo preso pela Polícia em Acrelândia

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA