Polícia

Jovem é assassina em frente da igreja, após discussão

O assassinato de um jovem, consumado por um amigo, chocou parentes e moradores do bairro Vitória.

Publicados

Polícia

O assassinato de um jovem, consumado por um amigo, chocou parentes e moradores do bairro Vitória.

O jovem Elayson Vlamim da Silva Duarte

O jovem Elayson Vlamim da Silva Duarte

O jovem Elayson Vlamim da Silva Duarte, 18 anos, morreu na noite desta quarta-feira (25), a poucos metros de uma igreja evangélica, na rua Angico, após ser ferido com vários tiros: os disparos atingiram as costas, braço, dois na cabeça e quatro no tórax.
O autor do crime é um amigo da vítima, conhecido como Jhonezinho. Os dois haviam discutido, e Elayson chegou a chutar o portão da casa de Jhonezinho, que neste momento ameaçou matá-lo.
Familiares não levaram a sério a ameaça já que os dois costumavam comer juntos, na casa de um ou outro, e algumas vezes até dormiam juntos.
Porém, os dois se encontraram em frente à igreja e Jhonezinho concretizou a ameaça; segundo a Polícia Militar, no dia 18 de novembro de 2010 Elayson havia sido apreendido por tráfico de drogas, quando ainda era menor de idade, e nessa semana ele teria passado em um concurso do Detran; no próximo mês, a vítima começaria a trabalhar.

Jhonezinho, que fugiu antes da chegada da polícia, possui diversas passagens por ameaças, tentativa de homicídio e tráfico de drogas.
Guarnições do 3º Batalhão realizaram buscas na região, na tentativa de localizar e prender o acusado, mas até agora não obtiveram êxito.

Escrito Por Agência ContilNet

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia apreende mais de 30 quilos de droga e prende 16 pessoas durante operação em Rio Branco

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Polícia

Operação apura esquema de compra de votos nas eleições municipais de 2020 em Tarauacá

Publicados

em

Operação da PF apura esquema de compra de votos nas eleições municipais de 2020 no AC — Foto: Arquivo/PF-AC

A Polícia federal e o Ministério Público Eleitoral deflagraram, nesta quarta-feira (25), a operação “Klerotorion” para apurar crimes de corrupção eleitoral ativa e passiva, associação criminosa e peculato ocorridos durante as eleições municipais de 2020 em Tarauacá, no interior do Acre.

Ao todo, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nas casas dos investigados. Conforme a PF, as investigações começaram em agosto do ano passado, quando foi descoberto um esquema de compra de votos operado por associação criminosa formada por um vereador, dois ex-secretários de saúde e um servidor público municipal. A polícia não divulgou os nomes dos alvos.

As investigações apontaram que os candidatos investigados negociaram votos com eleitores para os cargos de prefeito e vereador da cidade de Tarauacá. Ainda segundo a PF, eles entregavam aos eleitores vantagens como dinheiro, passagens rodoviárias, gêneros alimentícios e outros.

Durantes as diligências policiais, ficou constatado que parte dos recursos usados na compra de votos era do cofre público, o que também caracteriza o crime de peculato. Por isso, os investigados podem responder pelos crimes de corrupção eleitoral, associação criminosa e peculato. Cerca de 16 policiais federais participaram da operação. Com informações do G1 Acre.

Leia Também:  Polícia Civil apreende 35 quilos de skank; a apreensão é considerada a maior apreensão da droga do estado do Acre

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA