RIO BRANCO

Polícia

Mais um é preso pela morte de Tony da Polharia em Epitaciolândia

Eldo da Silva de Almeida, foi identificado como o homem que atirou no empresário boliviano. Joebson e Luiz teriam o envolvimento por prestar auxilio na ‘logística’ aos dois que vieram da Capital para cometer o crime.

Publicados

Polícia

Eldo da Silva de Almeida, foi identificado como o homem que atirou no empresário boliviano. Joebson e Luiz teriam o envolvimento por prestar auxilio na ‘logística’ aos dois que vieram da Capital para cometer o crime.

Cerca de seis dias após um crime que assustou os moradores da fronteira do Acre, no dia 23, onde o empresário boliviano Tony Gomes Leverenz, de 45 anos, foi morto com cerca de seis tiros em seu estabelecimento, localizado na Avenida Internacional, na cidade de Epitaciolândia.

Durante esses dias, investigadores trabalharam para identificar e prender os envolvidos nesse assassinato. Durante o dia 27, quarta-feira, conseguiram chegar até dois homens que teriam ajudado na logística de dois homens contratados para matar o empresário.

Foi quando chegaram até Luiz Teixeira dos Santos Junior, que foi preso em posse de uma arma de fogo, tipo pistola, calibre 9mm, utilizada no homicídio. Logo em seguida, Joebson Aliton Araújo de Amorim, foi identificado como o proprietário da arma e do veiculo usado no cometimento do crime. Um VW/Saveiro, placas MZZ 3594, que ficou estacionado em frente a uma sorveteria esperando o assassino após cometer o crime, que foi dirigido por Anderson dos Santos, que está foragido e possui mandado de prisão em aberto.

Leia Também:  Quatro réus são condenados a mais de 100 anos pelo ataque contra uma adolescente Epitaciolândia

Um trabalho envolvendo policiais civis, militares e federais, nesta quinta-feira, dia 28, foi possível identificar e prender um bando com quatro mulheres e três homens que vinham praticando vários crimes na fronteira.

Na manhã desta sexta-feira, dia 29, com testemunhas, fotos e vídeos, foi possível identificar o homem que atirou contra o empresário boliviano. Eldo da Silva de Almeida (30) que é da capital acreana, estava no meio do bando desde o dia do crime. Foi levantado que o mesmo estaria cumprindo pena por roubo, mas, foi beneficiado no semiaberto.

Segundo informações extraoficiais, o crime teria sido encomendado por cerca de R$ 10 mil reais, além de não saberem ainda quem seria o mandante e o motivo do crime. Para fechar o caso, falta apenas prender Anderson dos Santos, que está foragido.

Veja abaixo matéria relacionada:

Por Alexadre Lima / oaltoacre.com

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Sete celulares e drogas são apreendidos no presídio de Sena Madureira

Publicados

em

Mais uma apreensão de celulares foi registrada no Presídio Evaristo de Morais, em Sena Madureira, no interior do Acre, na manhã desta sexta-feira (21). Além dos aparelhos também foram apreendidas 38 trouxinhas de maconha.

O Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) informou que foram apreendidos ao todo, sete celulares, sendo que seis tinham sido arremessados e estavam pelo lado de dentro dos muros da unidade.

Já o sétimo aparelho e a droga foram encontrados durante revista de rotina feita nas celas pelos policiais penais. Ainda foram encontrados dois carregadores e uma bateria que estavam junto dos aparelhos.

Uma das últimas apreensões foi registrada em novembro do ano passado, quando foram encontrados pelos policias penais 16 aparelhos, 11 carregadores e um facão que foram arremessados para dentro do presídio.

Ainda conforme o Iapen, dois presos foram identificados como donos do celular encontrado na cela e do entorpecente e foram conduzidos à delegacia do município. Após retornarem ao presídio, foram encaminhados ao isolamento preventivo.

Leia Também:  Cobradora de ônibus morre após ter cabeça esmagada por coletivo.

Além do boletim de ocorrência feito na delegacia, um procedimento administrativo também deve ser instaurado na unidade para apurar os fatos. Por G1 Acre.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Leia Também:  Homem é preso com mais de oito quilos de cocaína no trevo de Xapuri

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA