Polícia

Homem que fez atendente refém por 10 horas disse à polícia que chegou andando até Cruzeiro do Sul

Publicados

Polícia

Homem se entregou appos mais de 10 horas de negociações – Foto: Bruno Vinícius / Rede Amazônica Acre

Argemiro Elias Carvalho Júnior, de 42 anos, que fez uma mulher refém por 10h dentro de uma farmácia de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, continua preso em uma delegacia da cidade e deve passar por audiência de custódia neste domingo (20). Em depoimento, ele disse que chegou ao estado há um mês e, sem dinheiro, foi caminhando de Rio Branco até o município, uma distância de 635 km pela estrada. As informações e do do G1 Acre

De acordo com a polícia, Júnior chegou à farmácia por volta das 7h20, pediu água para a atendente e depois a atacou na manhã desse sábado (19). A farmácia fica na Vila Lagoinha, nas proximidades de BR-364. A vítima foi identificada como Bruna Antão da Silva, de 20 anos. Júnior não estava armado mas, de acordo com a polícia, carregava um pequeno galão cheio de combustível.

Ele acabou se rendendo por volta das 17h40 após a jovem conseguir fugir dele. Bruna aproveitou um descuido do suspeito e conseguiu fugir correndo de dentro da farmácia, após mais de 10 horas sendo ameaçada pelo suspeito. Ela não sofreu nenhum tipo de agressão física e foi atendida, ainda no local, por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Leia Também:  Assalto na lotérica: bandidos acabam de se entregar

Depoimento

O delegado José Obetâneo dos Santos fez o flagrante do suspeito e vai encaminhar o caso para o Poder Judiciário neste domingo. O plantonista explicou que Júnior contou em depoimento que não conseguia emprego, não tem família e, no sábado, entrou em desespero e acabou praticando o crime.

“Ele não tem ninguém aqui, só escolheu o Acre. Segundo ele, chegou há um mês, quando desembarcou no Acre e foi andando, andando até chegar aqui. Veio andando para cá, disse que, depois que chegou aqui, foi o primeiro crime que praticou. Estava morando na rua, sem dinheiro, nem parentes. Queria dinheiro e, no decorrer do crime, mudou o dolo para sequestro”, contou.

O delegado acrescentou que o homem pediu R$ 5 mil à vítima, um carro e um motorista. A Polícia Civil confirmou que Júnior responde por um homicídio praticado em Alagoas. “Ela se desenvencilhou das mãos dele, correu para o Samu e já foi atendida. Ela não ficou ferida”, destacou.

Santos complementou dizendo que as negociações e todos os trabalhos no local foram feitos em parceria com a Polícia Militar, equipes do Corpo de Bombeiros, Samu e o delegado Heverton Carvalho.

Leia Também:  Jovem de 26 anos é assassinado a tiros em Brasileia e polícia acredita em guerra de facções

“Os policiais civis foram solicitados imediatamente e compareceram ao local. Foi um trabalho bem sucedido, policiais militares do 6º Batalhão com o comandante estiveram lá. Foi uma ação exitosa”, concluiu.

E Veja Também no 3 de Julho – Acre 24 Horas

Veja o Vídeo Abaixo: Em apoio às reivindicações dos servidores da Educação, Saúde e Segurança do Estado. Leo de Brito anunciou que entrou com uma ação popular, na Justiça Federal, para que o governador Gladson Cameli restitua aos cofres públicos os R$ 800 milhões que a Polícia Federal, por meio da Operação Ptolomeu, apontou que foram desviados. 

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página: Facebook 3 de Julho Notíci

Portal: 3dejulho.com.br Rio de Janeiro

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Homem é morto com facada nas costas em avenida Chico Mendes, no Segundo Distrito de Rio Branco

Publicados

em

Corpo da vítima foi levado para o IML de Rio Branco — Foto: Arquivo/Instituto de Análise Forense do Acre

Um homem ainda não identificado foi morto nesta quinta-feira (26) na Avenida Chico Mendes, no bairro Areal, região do Segundo Distrito de Rio Branco, próximo ao estádio arena da Floresta.

De acordo com o Centro de Operações Policiais Militares (Copom), o homicídio ocorreu por volta das 5h. A informação é que a vítima passava de bicicleta pelo local quando foi atacada e levou, pelo menos, uma facada nas costas.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local fez os primeiros atendimentos e, por conta da gravidade do ferimento, acionou apoio da 01, ambulância de suporte avançado.

Conforme o Samu, o paciente teve uma parada cardíaca ainda no local, foi intubado e a equipe iniciou a reanimação, mas sem sucesso. Ele morreu dentro da ambulância e foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos e de identificação.

Leia Também:  Polícia Militar frustra reunião criminosa e aprende arma de fogo e drogas

Policiais Militares fizeram buscas na região e prenderam um suspeito em flagrante. Segundo o Copom, pelas informações levantadas inicialmente, os dois não se conheciam e a vítima estava no local e hora errada.

O homem teria confirmado o crime, disse que era hora de matar e ao ver a vítima passando na rua, decidiu dar o golpe de faca. O g1 não conseguiu contato com o delegado Alcino Júnior, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa. Do G1 Acre

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA