RIO BRANCO

Polícia

Homem preso por tráfico é suspeito de integrar facção “Bonde dos 13”

Francisco Gladson foi preso na estrada do Amapá e disse que já matou quase 20 pessoas.

Publicados

Polícia

Francisco Gladson foi preso na estrada do Amapá e disse que já matou quase 20 pessoas.

Ao revistar o carro do casal, a polícia encontrou droga e dinheiro/Foto: ContilNet

Ao revistar o carro do casal, a polícia encontrou droga e dinheiro

Francisco GladsonFrancisco Gladson de Souza Nunes, 22 anos, foi preso na noite desta quarta-feira (21) na estrada do Amapá, região do Segundo Distrito, próximo à Via Verde, suspeito de tráfico de droga e de integrar a facção criminosa “Bonde dos 13”.

Segundo informações do sargento Thompson, do Pelotão de Trânsito, a equipe estava em ronda de rotina quando se deparou com o automóvel modelo Corsa parado às margens da via. Ao abordar o motorista e revistar o carro, foi encontrado 370 barras de maconha dentro da bolsa da esposa de Francisco, Marcélia Virginha da Silva, 21 anos. Além da droga, a polícia encontrou uma faca, celulares, notebook e cerca de R$ 1,5 mil em posse do casal.

A dupla recebeu voz de prisão e foi conduzida à Delegacia de Flagrantes. Durante depoimento na delegacia, Francisco Gladson assumiu ser o dono da droga e que faz parte do “Bonde dos 13”.

Leia Também:  Servidor público é preso suspeito de estuprar três enteadas há 7 anos em Cruzeiro do Sul

O suspeito, que é acusado de tentativa de homicídio, está no regime semiaberto e beneficiado com o uso de tornozeleira eletrônica.

Foto: ContilNet

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Homem conhecido por Sombra é preso enquanto carregava corpo com pernas decepadas em barco pelo Rio Môa

Publicados

em

Homem é flagrado enquanto carregava corpo de vítima torturada em barco na zona rural do AC – Foto: Arquivo

Claudinei Sombra dos Santos, de 19 anos, foi flagrado enquanto carregava o corpo de um homem dentro de um barco pelo Rio Môa, na zona rural do município de Mâncio Lima. A vítima, que ainda não foi identificada, foi morta com tiros e teve as pernas decepadas. O corpo segue no Instituto Médico Legal (IML) em Cruzeiro do Sul.

Segundo o portal G1 Acre, o suspeito descia de barco pelo rio saindo da comunidade Timbaúba em direção a Mâncio Lima, quando passou pela base do Exército na comunidade São Salvador. Foi então que os militares fizeram uma abordagem e perceberam que ele estava muito nervoso e, ao verificarem o barco, encontraram o corpo da vítima.

A polícia foi acionada e foram enviadas duas equipes – uma da Polícia Civil e outra da Polícia Militar – para fazer o translado do corpo e a condução do preso. O local onde o suspeito foi flagrado fica a cerca de 10 horas de barco da cidade de Mâncio Lima e ele foi preso nesse domingo (16).

Leia Também:  Detento quase mata outro dentro do Presídio F.de Oliveira Conde.

Conforme o delegado responsável pelas investigações, José Obetaneo do Santos, a motivação do crime ainda está sendo apurada.

“Vamos concluir o flagrante e verificar qual foi a verdadeira motivação desse crime. Na conversa preliminar com o acusado, ele apenas disse que se desentendeu com esse homem e que não o conhecia e que por conta desse desentendimento veio o dolo de matar e ele matou. O médico legista disse que ele foi alvejado por disparo arma de fogo e teve as pernas decepadas. A vítima foi torturada”, disse o delegado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA