Polícia

Homem é condenado 28 anos de cadeia por estupro no município de Brasileia

A sentença foi lida pelo juiz de direito da Comarca de Brasiléia, doutor Clovis Lodi. Aldemir foi condenado pelo abuso cometido contra a menor e porte ilegal de arma de fogo.

Publicados

Polícia

A sentença foi lida pelo juiz de direito da Comarca de Brasiléia, doutor Clovis Lodi. Aldemir foi condenado pelo abuso cometido contra a menor e porte ilegal de arma de fogo.

Aldemir Valentin Siqueira, (38) foi condenado nesta segunda-feira (14) há 28 anos de cadeia, inicialmente em regime fechado, por ter abusado da enteada de apenas 8 anos em abril deste ano no município de Brasiléia. A sentença é do juiz de direito da Comarca de Brasiléia, Clovis Lodi

Na época do crime, Aldemir morava com a esposa e a enteada em uma colônia localizada no KM 75 da BR-317. Após ter relatado os abusos a mãe e a parentes que não teriam dado muita atenção, o assunto logo se espalhou e a polícia tomou conhecimento do fato.

Após diligências na casa do suspeito, a criança confirmou os abusos e ainda passou por exames para que comprovassem a conjunção carnal, que deram positivo.

Na casa, também foram encontradas armas de fogo sem a devida licença e foram apreendidas.

Leia Também:  Indio é preso com escopeta quando tentava matar rival, em Sena

aldemir-foi-condenado-pelo-abuso-cometido-contra-a-menor

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Homem é morto e mulher ferida por dupla encapuzada na região do Caquetá, em Porto Acre

Publicados

em

Antônio André de Araújo, de 41 anos, foi morto ao ser alvejado com vários disparos de arma de fogo. O crime ocorreu no Ramal Santa Bárbara, região do Caquetá, em Porto Acre. Uma mulher ficou ferida no braço, mas sem gravidade.

A Polícia Militar foi acionada no sábado (30) para atender a ocorrência e, ao chegar no local, encontraram duas mulheres, que disseram ter passado a noite com Araújo e de outro homem e que eles estavam armados e teriam agredindo-as fisicamente.

Já na manhã de sábado, apareceram duas pessoas encapuzadas e armadas com pistolas e começaram a atirar contra elas e os dois homens.

Foi quando a vítima foi alvejada com vários tiros e não resistiu. O outro homem conseguiu fugir e não foi localizado. Uma das mulheres chegou a ser ferida no braço, foi encaminhada ao Pronto Socorro de Rio Branco, recebeu atendimento e liberada depois, segundo informações da polícia.

As mulheres escaparam com vida porque fugiram e se esconderam em outra propriedade. Ainda segundo informaram à polícia, a dupla encapuzada levou as armas e celulares de todos que estavam na casa.

Leia Também:  Mulher tem casa invadida e é esfaqueada por criminoso

A Perícia e Instituo Médico Legal (IML) estiveram no local e fizeram os procedimentos de praxe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA