Polícia

Homem é morto a tiros e outras duas ficam feridas em bar no bairro Aeroporto, em Epitaciolândia

Publicados

Polícia

Polícia Civil de Epitaciolândia investiga motivação do homicídio – Foto: Alexandre Lima / Arquivo pessoal

Vanderlan da Silva Progênito, de 29 anos, foi assassinado a tiros em um bar no bairro Aeroporto Velho, em Epitaciolândia. Durante o ataque, outras duas pessoas, entre elas a mulher de Progênito, ficaram feridas.

A Polícia Civil da cidade informou que dois homem chegaram e começaram a atirar em Progênito. Ele então correu em direção a um posto de combustível próximo e caiu morto antes de chegar ao estabelecimento.

No bar, a mulher dele e um segundo homem foram baleados. Eles receberam atendimento médico e já foram liberados.

“O alvo já era determinado, era esse rapaz, mas a pistola que estavam usando funcionava com uma submetralhadora, o cara não segurou firme e saiu ferindo outras pessoas. Temos duas linhas de raciocínio: ou é crime encomendado ou é acerto de contas. Não posso detalhar porque temos algumas coisas a esclarecer”, explicou o delegado Luiz Tonini.

Ainda segundo o delegado, Progênito já esteve preso por tráfico de drogas e, supostamente, era membro de uma facção criminosa. “Os próprios familiares falaram que esses dias ele estava bastante recluso com medo de sair. Não sei qual a motivação”, destacou.

Leia Também:  Mais uma etapa da Saturação Máxima em Rio Branco

Tonini afirmou que no estabelecimento já foram registradas três tentativas de homicídio. “Já era para ter sido fechado, mas, infelizmente, essa fiscalização saiu da Polícia Civil. Está funcionando de forma precária, é um local aberto, existem pessoas de bem que andam lá, mas tem muito vagabundo que anda também lá”, frisou.

Conforme o delegado, os criminosos teriam disparado pelo menos sete tiros. A polícia trabalha também com a hipótese do envolvimento de um terceiro criminoso. “Acho que tinha um terceiro em uma rua de acesso. Pela quantidade de disparo pode estar relacionado à facção”, concluiu. Com informações G1 Acre

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Operação apura esquema de compra de votos nas eleições municipais de 2020 em Tarauacá

Publicados

em

Operação da PF apura esquema de compra de votos nas eleições municipais de 2020 no AC — Foto: Arquivo/PF-AC

A Polícia federal e o Ministério Público Eleitoral deflagraram, nesta quarta-feira (25), a operação “Klerotorion” para apurar crimes de corrupção eleitoral ativa e passiva, associação criminosa e peculato ocorridos durante as eleições municipais de 2020 em Tarauacá, no interior do Acre.

Ao todo, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nas casas dos investigados. Conforme a PF, as investigações começaram em agosto do ano passado, quando foi descoberto um esquema de compra de votos operado por associação criminosa formada por um vereador, dois ex-secretários de saúde e um servidor público municipal. A polícia não divulgou os nomes dos alvos.

As investigações apontaram que os candidatos investigados negociaram votos com eleitores para os cargos de prefeito e vereador da cidade de Tarauacá. Ainda segundo a PF, eles entregavam aos eleitores vantagens como dinheiro, passagens rodoviárias, gêneros alimentícios e outros.

Durantes as diligências policiais, ficou constatado que parte dos recursos usados na compra de votos era do cofre público, o que também caracteriza o crime de peculato. Por isso, os investigados podem responder pelos crimes de corrupção eleitoral, associação criminosa e peculato. Cerca de 16 policiais federais participaram da operação. Com informações do G1 Acre.

Leia Também:  Homem de 27 anos é baleado com dois tiros na cabeça e fica em estado gravíssimo no PS da capital

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA