Polícia

GIRO prende larápio após arrombar casa e pegar notebook

“Na Bolívia é o que chamamos de cadeia. Lá temos que ralar para ter o que comer. Aqui (no Brasil) é tranquilo”

Publicados

Polícia

“Na Bolívia é o que chamamos de cadeia. Lá temos que ralar para ter o que comer. Aqui (no Brasil) é tranquilo”

Gilson Cavalcante da Silva

Gilson Cavalcante da Silva

FONTE-OALTOACRE

Por volta das 21:30 desta terça-feira, dia 1, quando o Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva – GIRO, realizava ronda na cidade de Brasiléia, deparou andando por uma das ruas do Bairro Eldorado, um velho conhecido no mundo do crime com uma mochila nas costas que chamou atenção.

Gilson Cavalcante da Silva, que hoje tem 23 anos, já vem passeando pela Justiça acreana desde os 16, sendo preso por furtos e outros delitos. Sendo conhecido dos policiais, chamou atenção andando com a mochila nas costas e resolveram fazer uma abordagem.

Dentro havia um notebook com o carregador. Nada seria incomum senão fosse a pessoa que o carregava. Gilson é dependente químico, tudo que consegue é levado para ser trocado por entorpecentes no lado boliviano. Provavelmente esse seria o fim do equipamento.

Sem muito dificuldades, os policiais souberam que o larápio havia arrombado uma casa a poucos minutos para furtar o equipamento. O proprietário teria saído para participar de um culto religioso e seu equipamento foi comprado a pouco dias.

O larápio foi preso em flagrante delito e levado à delegacia, onde o caso passa a ser de competência do delegado plantonista. O proprietário seria comunicado para que fosse restituído de seu equipamento.

Solto de Villa Bush a 4 meses

Em conversa com o larápio na delegacia antes de ser levado a uma das celas, Gilson comentou que esteve preso no lado boliviano, precisamente no presídio de Villa Bush, vilarejo distante cerca de 19 km de Cobija, capital de Pando (Bolívia).

Sua prisão ocorreu por furtos no lado boliviano e foi liberado a cerca de quatro meses. Segundo Gilson, o presídio boliviano é o que se pode chamar de prisão, já que os detentos tem que trabalhar para ter o que comer.

“Na Bolívia é o que chamamos de cadeia. Lá temos que ralar para ter o que comer. Aqui (no Brasil) é tranquilo”, debochou Gilson fazendo uma comparação entre os países.

Gilson Cavalcante da Silva

Gilson Cavalcante da Silva

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Menores assaltam salão de beleza e levam dinheiro e celular em Tarauacá

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Polícia

Polícia apreende dois homens com 5 kg de droga transportada em ambulância BR-317, em Senador Guiomard

Publicados

em

Polícia apreende droga transportada em ambulância no interior do Acre  Foto: Arquivo/PRF-AC

Um dupla foi presa com 5 kg de droga que estavam sendo transportados em um ambulância. A apreensão foi feita por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF-AC) no km 97 da BR-317, em Senador Guiomard. A equipe abordou o veículo que seguia de Assis Brasil para Rio Branco.

Além do motorista, haviam mais duas passageiras. Na busca, os policiais encontraram uma caixa de sapatos enrolada em sacolas e nela continha 1kg de skunk e 4kg de cocaína. Uma das passageiras assumiu ser a dona da droga.

Ela e o motorista foram presos e encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil de Senador Guiomard pelo crime de tráfico de drogas.

Apreensão de armas e munição

Nesta quarta-feira (19), em outro município acreano, a PRF-AC apreendeu duas espingardas de calibre 28 e quatro munições do mesmo calibre. A apreensão ocorreu no km 157 da BR-364, em Bujari, interior do Acre. Dois homens foram presos na ação.

Leia Também:  Após denúncia anônima, dois homens são presos por desmatamento ilegal na zona rural de Senador Guiomard

A equipe abordou um carro e foi constatado que um dos passageiros tinha passagem criminal por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. Os policiais então realizaram busca no veiculo e encontram nos bancos as duas espingardas e as quatro munições.

Foi dada a voz de prisão pelo crime de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e os dois homens foram encaminhados à Delegacia de Flagrantes (DEFLA) onde foram tomadas as medidas legais.

As armas e as munições foram entregues à Polícia Civil.

PRF-AC apreendeu duas espingardas de calibre 28 e quatro munições do mesmo calibre. A apreensão ocorreu no km 157 da BR-364, em Bujari, interior do Acre – Foto: Divulgação/PRF-AC

Mais droga apreendida

E mais de 43 quilos de cocaína foram apreendidos na BR-364. A apreensão foi feita por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF-AC). A equipe fazia uma ronda quando abordou um veículo que seguia para Rondônia (RO).

De acordo com a PRF-AC, o condutor do veículo desobedeceu a ordem de parada dos policiais, seguiu viagem e foi acompanhado pela viatura da polícia até o Posto Fiscal da Tucandeira, onde foi feita a abordagem.

Leia Também:  Menores assaltam salão de beleza e levam dinheiro e celular em Tarauacá

Quando foi abordado, foram encontrados 43,2kg de cocaína em 45 tabletes que estavam escondidos em um compartimento do porta malas do veículo. Ao ser flagrado com o entorpecente, os policiais encaminharam o condutor e o veículo até a Unidade Operacional da PRF para uma vistoria. O homem foi preso e encaminhado para a Polícia Civil de Rio Branco. Veja mais no G1 Acre

Homem que transportava mais de 43 quilos de droga em rodovia do Acre é preso – Foto: Divulgação/PRF-AC

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA