Polícia

Fumaça torna respiração mais difícil no Acre

Dia mais crítico foi sexta-feira, 16, registrou 140 microgramas/m3 de fumaça

Publicados

Polícia

Dia mais crítico foi sexta-feira, 16, registrou 140 microgramas/m3 de fumaça

Como gealmente ocorre nos meses de estiagem, está de volta a fumaça das queimadas que às vezes fica quase insuportável respirar nas cidades do Acre. A poluição sazonal já causou surtos de diarreia e interrupções de pousos e decolagens em aeroportos.

Em Rio Branco, o monitoramento do acúmulo de fumaça na atmosfera, realizado pelo grupo de estudos e serviços ambientais da Universidade Federal do Acre (Ufac), aponta que no mês de agosto deste ano o índice de concentração de fumaça no ar na capital varia entre 20 e 60 microgramas por metro cúbico (microgramas/m3) por dia. O máximo recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 50 microgramas/m3.

No dia mais crítico, dia 16, chegou a 140 microgramas/m3. Um índice considerado preocupante, segundo o climatologista e coordenador do grupo de estudos da Ufac Alejandro Fonseca. “Foi bastante alto. Houve muitos focos de queimada urbana nesta data. Posso afirmar que provavelmente aumentou a incidência de crianças ou idosos nos hospitais e postos de saúde, afetados pela fumaça, porque tem uma relação direta”, explica.

Em Cruzeiiro do Sul, segundo maior município do estado, não há registro do nível de poluição, mas à noite, quando a temperatura diminui, a fumaça desce a ponto de irritar os olhos e tornar difícil a visibilidade para os motoristas.

O tempo seco e o aumento dos registros de queimadas urbanas são apontadas pelo pesquisador como as principais causas da concentração de fumaça no ar. As chamadas para contenção de incêndio chegam a mais de 40 por dia. “É um número que está acima da média, que é de no máximo 30″, diz.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) no período que vai do dia 1º de agosto até esta terça-feira (20), o Acre é o 14º estado com maior incidência de focos de queimadas do país, com 397 focos registrados. Ficou na frente de estados como o Rio de Janeiro, com 153, e Espírito Santo, com 171 focos.

Mesmo com números preocupantes, 2013 ainda não supera o ano anterior, quando o índice de acúmulo de fumaça chegou a 250 microgramas/m3 na última semana de agosto. “Temos que levar em consideração que agosto ainda não terminou. Mas em 2012 o mês de agosto foi muito mais preocupante. Tanto em termos de focos de incêndio como em concentração de fumaça na atmosfera”, afirma Fonseca.

 

Rio Branco Acre

Rio Branco Acre

 Fonte-Voz do Acre
 
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Com moto furtada, mulher é presa após ameaçar PM à paisana com revólver

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Polícia

Duas mulheres são presas ao tentar entrar em presídios com trouxinhas de maconha nas partes íntimas

Publicados

em

Policiais penais acharam trouxinhas de maconha durante revista – Foto: Arquivo/Iapen-AC

Duas mulheres foram presas em flagrante ao tentar entrar com droga nas unidades penitenciárias Moacir Prado, em Tarauacá, e Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, ambas no interior do Acre. As prisões ocorreram no domingo (22) durante visita dos familiares aos detentos.

As suspeitas esconderam o entorpecente nas partes íntimas. O Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) divulgou as prisões.

O primeiro flagrante ocorreu em Tarauacá. A visitante estava com 31 trouxinhas de maconha e papel para cigarro escondidos em preservativos. O material foi descoberto quando a mulher passou no scanner corporal e os policiais perceberam um volume anormal nas partes íntimas dela.

Já em Sena Madureira, os policiais receberam uma denúncia informando sobre o crime. A equipe questionou a visitante se as informações procediam, ela negou em um primeiro momento, mas depois acabou confessando o crime.

Durante a revista foram achadas 21 trouxinhas de maconha dentro de um preservativo. Segundo o Iapen-AC, a suspeita confessou que levaria o material para o marido vender dentro do presídio.

Leia Também:  Horror! Jovem tem cabeça arrancada do corpo ao sair de igreja

As duas suspeitas foram levadas para as delegacias das cidades, juntamente com os presos que iriam receber a visita. Veja mais no G1 Acre 

Suspeitas carregavam drogas dentro de preservativos – Foto: Arquivo/Iapen-AC

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA