Polícia

Ex deputado é vítima de roubo duas vezes em menos de cinco meses

De acordo com o ex parlamentar o primeiro roubo aconteceu no dia 03 de março deste ano

Publicados

Polícia

De acordo com o ex parlamentar o primeiro roubo aconteceu no dia 03 de março deste ano

O ex deputado José Carlos foi vítima de mais um roubo (assalto) em menos de cinco meses quando bandidos armados invadiram a residência onde reside no município de Senador Guiomard e renderam a família.

De acordo com o ex parlamentar o primeiro roubo aconteceu no dia 03 de março deste ano quando quatro homens armados invadiram a residência dele renderam todos os membros da família e roubaram equipamentos eletrônicos como aparelhos televisão, DVDs e um veículo modelo Polo.

Na ocasião a polícia foi acionada, mas somente conseguiu recuperar o veículo que foi abandonado pelos bandidos em um ramal ainda no município de Senador Guiomard.

No dia 03 de agosto completando exatos cinco meses do primeiro roubo, os bandidos que teriam praticado o primeiro assalto onde abandonaram o veículo em um ramal, ficaram com a chave resolveram roubar o carro novamente da garagem da residência.

Na tarde desta terça-feira (27) a vitima trafegava pela Rodovia AC 40 quando avistou o veículo de sua propriedade que havia sido roubado pela segunda vez também trafegando na Rodovia AC 40.

De imediato o ex deputado acionou a Polícia Militar que conseguiu interceptar o conduto do carro roubado na Avenida Amadeo Barbosa, região do  2º Distrito de Rio Branco.

Segundo informações o veículo estava ocupado por três menores de idades e uma pessoa maior que conduzia o veículo identificador pelo nome de Máximo Jordan Valentin Neri 19 anos.

Os militares iniciaram rápida investigação que chegou a residência de Jhon Kennedy de Sousa, 19 anos que reside no bairro Seis de Agosto, local onde a polícia encontrou a maioria dos objetos roubados no assalto a residência de José Carlos.

Além dos produtos roubados a polícia encontrou na casa uma espingarda de pressão, um revolver calibre 38.

Os menores de idade foram conduzidos a Delegacia Especial de proteção a Criança e Adolescente _ DEPCA e os dois maiores de idade encaminhados a Delegacia de Flagrante – DEFLA da 1ª Regional em seguida transferidos para a delegacia do município de Senador Guiomard onde ocorreram os roubos.

O ex deputado José Carlos foi vítima de mais um roubo

O ex deputado José Carlos foi vítima de mais um roubo

Fonte-ecos

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Militar apreende quase 19 quilos de maconha no bairro Montanhês, em Rio Branco

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Polícia

Homem é morto com facada nas costas em avenida Chico Mendes, no Segundo Distrito de Rio Branco

Publicados

em

Corpo da vítima foi levado para o IML de Rio Branco — Foto: Arquivo/Instituto de Análise Forense do Acre

Um homem ainda não identificado foi morto nesta quinta-feira (26) na Avenida Chico Mendes, no bairro Areal, região do Segundo Distrito de Rio Branco, próximo ao estádio arena da Floresta.

De acordo com o Centro de Operações Policiais Militares (Copom), o homicídio ocorreu por volta das 5h. A informação é que a vítima passava de bicicleta pelo local quando foi atacada e levou, pelo menos, uma facada nas costas.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local fez os primeiros atendimentos e, por conta da gravidade do ferimento, acionou apoio da 01, ambulância de suporte avançado.

Conforme o Samu, o paciente teve uma parada cardíaca ainda no local, foi intubado e a equipe iniciou a reanimação, mas sem sucesso. Ele morreu dentro da ambulância e foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos e de identificação.

Leia Também:  Motociclista morre em acidente com carro em rodovia de Cruzeiro do Sul

Policiais Militares fizeram buscas na região e prenderam um suspeito em flagrante. Segundo o Copom, pelas informações levantadas inicialmente, os dois não se conheciam e a vítima estava no local e hora errada.

O homem teria confirmado o crime, disse que era hora de matar e ao ver a vítima passando na rua, decidiu dar o golpe de faca. O g1 não conseguiu contato com o delegado Alcino Júnior, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa. Do G1 Acre

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA