Polícia

Em Sena Madureira menino de 5 anos morre afogado ao cair em poço de aproximadamente 6 metros

Publicados

Polícia

Familiares acharam o menino dentro do poço artesiano ao sentirem falta dele – Foto: Arquivo pessoal

Um menino de 5 anos morreu afogado ao cair dentro de um poço artesiano de aproximadamente 6 metros na manhã deste domingo (16) em Sena Madureira. Familiares acharam a criança dentro do poço desacordada ao sentirem falta dela. A vítima foi identificada como Thiago Gabriel Araújo de Souza.

O acidente ocorreu na Rua Walter Wilton Maia, bairro Cristo Libertador. Equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram até o local tentar socorrer a criança. Populares falaram para os bombeiros que havia tábuas em cima do poço e desconfiaram que o Thiago Gabriel tivesse caído dentro porque algumas dessas tábuas estavam quebradas.

Um vizinho entrou no poço e retirou a criança. Ela foi achada submersa embaixo de uma das tábuas.

Quando as equipes chegaram, populares tentavam reanimar o menino. Os bombeiros confirmaram que a criança já não tinha sinais vitais quando a equipe chegou, mas que continuaram os procedimentos de reanimação até o hospital, onde foi constatada a morte.

Leia Também:  Homem é morto a pauladas durante confusão em Sena Madureira

Menino caiu dentro do poço artesiano e morreu afogado em Sena Madureira – Foto: Arquivo pessoal

Fonte: G1 Acre

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Mais um é preso escondido em uma casa, suspeito de torturar jovem em cemitério, em Cruzeiro do Sul

Publicados

em

Valdenis Marinho morreu em um hospital da cidade no dia seguinte ao crime. No dia 28 de abril, Polícia Civil prendeu dois suspeitos de participação no homicídio – Foto: Polícia Civil

Um terceiro suspeito de sequestrar, torturar e matar Valdenis do Nascimento Marinho, de 18 anos, foi preso nesta sexta-feira (13) em Cruzeiro do Sul. Marinho morreu no início do mês de abril em um hospital da cidade após ser encontrado ferido dentro do Cemitério São João Batista.

No dia 28 do mesmo mês, a Polícia Civil prendeu os primeiros suspeitos de praticar o crime. O motivo das agressões seria porque Marinho, que era usuário de drogas, teria furtado entorpecentes de membros de uma facção criminosa.

As investigações continuaram após a prisão da dupla e, nesta sexta, a Polícia Civil prendeu um rapaz, de 27 anos, escondido em uma casa no bairro Várzea.

Logo após o crime, a Polícia Civil chegou a divulgar que Marinho não era de facção, mas era usuário de drogas. Os pais dele que procuraram a polícia para denunciar o caso após a morte. As informações é do portal G1 Acre

Leia Também:  Prefeitura de Sena e Sicredi realizam evento com entrega de brinquedos para crianças carentes

Suspeito foi preso nesta sexta-feira (13) no bairro Várzea, em Cruzeiro do Sul – Foto: Polícia Civil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA