Polícia

Em seis meses, 51 pessoas foram mortas em Rio Branco

Índice é 22,7% menor que o registrado no mesmo período do ano passado. Em 2014, 66 mortes foram registradas no primeiro semestre do ano.

Publicados

Polícia

Índice é 22,7% menor que o registrado no mesmo período do ano passado.  Em 2014, 66 mortes foram registradas no primeiro semestre do ano.

Secretário apresentou números da diminuição de morte na capital (Foto: Reprodução/TV Acre)

Secretário apresentou números da diminuição de morte na capital (Foto: Reprodução/TV Acre)

Nos seis primeiros meses deste ano, foram registrados em Rio Branco  51 homicídios. É o que mostra levantamento divulgado nesta quinta-feira (2) pelo secretário de Segurança Pública do estado, Emylson Farias. O índice de homicídios é 22,7% menor quando comparado com o mesmo período de 2014, quando foram registradas 66 mortes. De acordo o balanço, mais de 300 armas de fogo também foram tiradas de circulação neste período.

“Estamos atacando fortemente e trabalhando com inteligência, com tecnologia e conhecimento científico.Temos como pedra angular dessa gestão, a integração. Isso tem feito com que a gente obtenha os resultados desejados. Há operação onde a Polícia Rodoviária Federal tem operado junto com as polícias estaduais, tem operação semanalmente da Polícia Militar, da Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros Militar que está juntamente integrado com o sistema público”, disse Emylson Farias.

Leia Também:  Servidora do CREAS de Brasileia é encontrada sem vida dentro do setor de trabalho

O levantamento mostrou que a região da capital que mais diminuiu o número de mortes foi a região da Sobral. Ao todo, foram apenas sete mortes em seis meses deste ano, contra 12 registrados em 2014, uma redução de 44,7%, segundo a pesquisa.

“Só nesses seis meses nós tiramos de circulação mais de 300 armas de fogo. Nós ocupamos o território a partir das operações, tiramos drogas de circulação, temos trabalhando diurnamente. Não é o suficiente, mas colocamos o trem no trilho e a velocidade no trem nós vamos dar daqui para frente”, concluiu Farias.

Colaborou Evely Dias, da Rede Amazônica no Acre.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Homem é morto e mulher ferida por dupla encapuzada na região do Caquetá, em Porto Acre

Publicados

em

Antônio André de Araújo, de 41 anos, foi morto ao ser alvejado com vários disparos de arma de fogo. O crime ocorreu no Ramal Santa Bárbara, região do Caquetá, em Porto Acre. Uma mulher ficou ferida no braço, mas sem gravidade.

A Polícia Militar foi acionada no sábado (30) para atender a ocorrência e, ao chegar no local, encontraram duas mulheres, que disseram ter passado a noite com Araújo e de outro homem e que eles estavam armados e teriam agredindo-as fisicamente.

Já na manhã de sábado, apareceram duas pessoas encapuzadas e armadas com pistolas e começaram a atirar contra elas e os dois homens.

Foi quando a vítima foi alvejada com vários tiros e não resistiu. O outro homem conseguiu fugir e não foi localizado. Uma das mulheres chegou a ser ferida no braço, foi encaminhada ao Pronto Socorro de Rio Branco, recebeu atendimento e liberada depois, segundo informações da polícia.

As mulheres escaparam com vida porque fugiram e se esconderam em outra propriedade. Ainda segundo informaram à polícia, a dupla encapuzada levou as armas e celulares de todos que estavam na casa.

Leia Também:  Colisão com Caminhão Da Acreaves na BR317

A Perícia e Instituo Médico Legal (IML) estiveram no local e fizeram os procedimentos de praxe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA