Polícia

Dupla armada invade hospital e atira em funcionária.

Após atingirem a funcionária os meliantes empreenderam fuga.

Publicados

Polícia

Após atingirem a funcionária os meliantes empreenderam fuga.

23

com escopeta invadiram o Hospital João Câncio Fernandes em Sena Madureira na madrugada desta terça-feira (22). O objetivo dos criminosos era render o vigilante e roubar a arma que o mesmo utilizava, houve luta corporal entre os bandidos e o vigilante, e um dos meliantes efetuou um disparo atingindo a funcionária Ivanilde Costa Rodrigues de 63 anos de idade.

Segundo informações preliminares, a dupla entrou no hospital escalando o muro e logo renderam uma camareira. Em seguida, se deslocaram para o portão de acesso com o objetivo de render o vigilante.

Houve um tumulto com luta corporal entre os bandidos e o vigilante. Na confusão a funcionária Ivanilde Costa Rodrigues, que exerce a função de porteira, tentou se abrigar e foi atingida com um disparo. A intenção dos criminosos era acertar a cabeça do vigilante já que o mesmo utilizava colete balístico.

A vítima foi socorrida imediatamente pelos médicos de plantão, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. O Corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal da capital.

Ivanilde Costa Rodrigues tinha 63 anos e trabalhava no hospital há 26 anos.

Leia Também:  Ariquemes: Agricultor mata bandido com tiros de rifle.22 em assalto

O clima é de muita comoção entre familiares, amigos e os funcionários do hospital João Câncio Fernandes. “Ela era uma funcionária exemplar. Estamos sentindo uma dor profunda. Só temos que pedir a Deus que conforte a cada um”, comentou Deyse Areal, gerente do hospital João Câncio Fernandes.

Fonte: sena24horas.com

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Polícia

Operação Narco Brasil 2022, deflagrada em Feijó, Tarauacá e Rio Branco, prende investigados por tráfico de drogas

Publicados

em

Operação Narco Brasil 2022 cumpriu mandado judiciais em Rio Branco, Tarauacá e Feijó — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Duas pessoas foram presas nesta quarta-feira (29) durante a Operação Narco Brasil 2022 deflagrada em Feijó e Tarauacá, cidades do interior do Acre, e na capital acreana, Rio Branco. Os presos, de 20 e 25 anos, são investigados por terem envolvimento com uma carga de 25 quilos de maconha apreendida em janeiro na Rodoviária Internacional de Rio Branco.

Na ação, policiais da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) e das delegacias locais, cumpriram oito mandados judiciais, sendo: dois de busca em Rio Branco, três de busca em Feijó, um em Tarauacá e dois mandados de prisão.

O investigado de 20 anos foi preso em Tarauacá e o de 25 anos em Feijó. O nome da operação é em alusão ao Dia Internacional Contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, celebrado o último dia 26.

Apreensão de maconha

No dia 14 de janeiro deste ano, um jovem de 23 anos foi preso na Rodoviária de Rio Branco com 25 quilos de maconha que estavam escondidos dentro de uma mala.

Leia Também:  Motoristas de Uber são baleados em Chácara na Curva do Itucumã, na capital

A prisão ocorreu por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) que levantou informações de que o jovem estava no ônibus que havia saído de Rondônia. Os policiais, ao fazerem buscas com a companhia de cães, acabaram localizando a droga.

Logo em seguida, foi identificado de quem era o entorpecente e o jovem preso em flagrante. Ainda conforme as informações da polícia, a droga seria levada para a cidade de Feijó, no interior do Acre. Com informações do G1 Acre.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA