RIO BRANCO

Polícia

Pavilhão C: Detentos da penitenciária de Tarauacá começam rebelião

Publicados

Polícia

No município de Tarauacá Detentos da penitenciária começam rebelião no pavilhão C 

Presos da penitenciária Moacir Prado, de Tarauacá (440 quilômetros de Rio Branco) começaram ontem à noite um motim que destruiu o pavilhão C da unidade, segundo informou agentes da Polícia Civil do município

Pela manhã, um carro já tinha sido incendiado na cidade, uma picape Fiat Strada, segundo a polícia, o terceiro em menos de 24 horas, e provavelmente, a mando de criminosos que estão do lado de dentro do presídio.

Por volta das 21 horas de ontem o clima voltou a esquentar com o anúncio de que pelo menos 40 presos do pavilhão C tinham começado a bater grades num ato que evoluiu para o motim.

“Eles quebraram todo o pavilhão, mas estão sendo contidos por uma força tarefa”, informou um policial civil pelo aplicativo WhatsApp do OPINIÃO, ontem à noite.

Homens do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar daqui de Rio Branco e da Força Nacional se deslocaram para o município e estão atuando para eliminar a possibilidade de que a rebelião no pavilhão C se alastre para outros.

Leia Também:  Homem é preso pela PM com cocaína, skank e material para embalar drogas no Conjunto Novo Horizonte, em Rio Branco

Em seu blog, o jornalista local Accioly Gomes descreveu a penitenciária Moacir Prado como superlotada e com “problemas que dificultam o trabalho de policiais militares e agentes penitenciários”. [Estão] “colocando em risco a vida desses servidores públicos no exercício da função”.

Segundo a informação do blog, a unidade tem capacidade para abrigar 80 presos, mas hoje está superlotado com 254 detentos. “São 175 homens a mais”.

Gomes cita a informação de um servidor que não quer se identificar para dizer “que nada funciona na unidade”.

“A Iluminação, além de precária, tem 80% das lâmpadas queimadas, impossibilitando assim, de se fazer as rondas”, diz.

“Junte-se a isso as constantes ameaças de morte que esses profissionais sofrem e até ameaças do crime organizado como o PCC”.

Mais cedo, o delegado de Polícia Civil José Obetânio afirmou acreditar que o incêndio a veículos trata-se de uma represália por sua atuação na cidade, que vem dificultando a ação do tráfico de drogas.

Foto da Internet

Foto da Internet

Blog Do Accioly Gomes

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Suspeitos de estuprar menina de 13 anos e filmar crime são presos no Jordão

Publicados

em

Trio foi preso e levado para Tarauacá para ser interrogado e, posteriormente, conduzido para o presídio — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Três homens, de 18, 20 e 22 anos, foram presos preventivamente por estupro de vulnerável na cidade de Jordão, interior do Acre. Segundo as investigações, o trio abusou sexualmente de uma adolescente de 13 anos em dezembro do ano passado.

A Polícia Civil informou que os suspeitos são conhecidos da vítima. No dia do crime, a menina tinha saído para pagar uma conta para a mãe quando um dos suspeitos a chamou para a casa dele para tomar tereré. Porém, no local, o trio passou a dar bebida alcoólica para a menor.

“Posteriormente saíram da casa e foram para outra casa, que é abandonada, onde deram mais bebida alcoólica para a menor e ocorreu o abuso sexual. Os três abusaram dela”, confirmou o delegado responsável pelo caso, Valdinei Soares.

Ainda segundo Soares, o crime foi filmado pelos suspeitos. Eles a deixaram no local e uma tia a encontrou no local e levou para casa. A mãe da menina ficou sabendo do crime e procurou a polícia.

Leia Também:  Assaltantes fazem frentista refém e fogem com quase R$ 20 mil em Rio Branco

“A mãe registrou um boletim de ocorrência, mas, a princípio, a vítima não quis dizer quem era e só foi ouvida na delegacia agora em janeiro, quando citou as pessoas. A Polícia Civil do Jordão acabou diligenciando para identificar os suspeitos, mostrou fotos deles para a vítima, que reconheceu e, a partir de então, representamos pela prisão, busca e apreensão”, complementou o delegado.

A Polícia Civil pediu a prisão dos suspeitos e, nesta terça (18) e quarta (19), cumpriu os mandados de prisão e busca e apreensão.

Os três foram levados para a cidade de Tarauacá, também no interior, para serem ouvidos e, posteriormente, levados para a Unidade Prisional Moacir Prado.

A polícia destacou que as equipes viajaram por mais de cinco horas de barco para prender o suspeito que estava na zona rural do Jordão. Por G1 Ac.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Leia Também:  Homem é preso pela PM com cocaína, skank e material para embalar drogas no Conjunto Novo Horizonte, em Rio Branco

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA