RIO BRANCO

Polícia

Delegado é Metralhado pelo menos 20 disparos e morre em Manaus

Oscar era ex-chefe da Força-Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas.

Publicados

Polícia

Oscar era ex-chefe da Força-Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas.

Delegado é Metralhado pelo menos 20 disparos e morre em Manaus

Acaba de morrer o delegado Oscar Cardoso, depois de ser alvejado por pelo menos 20 disparos, no Bairro São Francisco.

Conforme relatos, Oscar estava bebendo sozinho em um bar da região, quando um veículo parecido com um Grand Siena, cor branca (OAL 7732-placa fria), se aproximou e seus ocupantes dispararam contra o oficial.

Oscar foi preso no final do ano passado na Operação ‘Tribunal de Rua’, acusado de pertencer a um grupo de policiais que praticava extorsão, sendo liberto 14 dias depois. Desde então, estava afastado de suas funções.

Desconfia-se de queima de arquivo.

Ele foi socorrido por familiares que o conduziram ao 28 de agosto, porém dada a gravidade dos ferimentos, não resistiu e chegou a óbito. Seu corpo já está sendo conduzido para o IML.

Delegado é Metralhado

Delegado é Metralhado pelo menos 20 disparosDelegado é Metralhado pelo menos 20 disparos e morre

Portal do Holanda

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Cinco foragidos da justiça são presos, em quatro dias, pela PM em Brasiléia

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Polícia

Homem conhecido por Sombra é preso enquanto carregava corpo com pernas decepadas em barco pelo Rio Môa

Publicados

em

Homem é flagrado enquanto carregava corpo de vítima torturada em barco na zona rural do AC – Foto: Arquivo

Claudinei Sombra dos Santos, de 19 anos, foi flagrado enquanto carregava o corpo de um homem dentro de um barco pelo Rio Môa, na zona rural do município de Mâncio Lima. A vítima, que ainda não foi identificada, foi morta com tiros e teve as pernas decepadas. O corpo segue no Instituto Médico Legal (IML) em Cruzeiro do Sul.

Segundo o portal G1 Acre, o suspeito descia de barco pelo rio saindo da comunidade Timbaúba em direção a Mâncio Lima, quando passou pela base do Exército na comunidade São Salvador. Foi então que os militares fizeram uma abordagem e perceberam que ele estava muito nervoso e, ao verificarem o barco, encontraram o corpo da vítima.

A polícia foi acionada e foram enviadas duas equipes – uma da Polícia Civil e outra da Polícia Militar – para fazer o translado do corpo e a condução do preso. O local onde o suspeito foi flagrado fica a cerca de 10 horas de barco da cidade de Mâncio Lima e ele foi preso nesse domingo (16).

Leia Também:  Cinco foragidos da justiça são presos, em quatro dias, pela PM em Brasiléia

Conforme o delegado responsável pelas investigações, José Obetaneo do Santos, a motivação do crime ainda está sendo apurada.

“Vamos concluir o flagrante e verificar qual foi a verdadeira motivação desse crime. Na conversa preliminar com o acusado, ele apenas disse que se desentendeu com esse homem e que não o conhecia e que por conta desse desentendimento veio o dolo de matar e ele matou. O médico legista disse que ele foi alvejado por disparo arma de fogo e teve as pernas decepadas. A vítima foi torturada”, disse o delegado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA