Polícia

Capotamento na BR 317 durante a madrugada

Capotamento na BR 317 durante a madrugada deixa saldo de uma vítima fatal e ferido

Publicados

Polícia

Capotamento na BR 317 durante a madrugada deixa saldo de uma vítima fatal e ferido

Fonte-oaltoacre

Carro do fotógrafo Jerry capotou por cerca de duas vezes e a jovem foi arremessada para fora – Fotos: Alexandre Lima

Carro do fotógrafo Jerry capotou por cerca de duas vezes e a jovem foi arremessada para fora – Fotos: Alexandre Lima

Era aproximadamente quatro e meia da madrugada deste sábado, dia 31, cerca de uma hora após acontecer o acidente envolvendo dois taxis na cidade de Epitaciolândia, quando o comando da Polícia Militar de Brasiléia, foi acionado através do 190 (Emergência) sobre um capotamento no km 20 da BR 317, sentido Capital.

No local, foi encontrado um veículo modelo Fiat/Doblô, placas MZU 7267, de propriedade do fotógrafo, Jerry Adriano Viana de Aguiar (44), que retornava da cidade de Xapuri na companhia da jovem Ana Carolina da Silva Dias (20), após realizar uma cobertura fotográfica de um evento.

Jerry foi levado para Rio Branco para que fosse examinado mais detalhadamente

Jerry foi levado para Rio Branco para que fosse examinado mais detalhadamente

Foi apurado que Jerry voltava para casa na cidade de Brasiléia, onde pretendia descansar para fazer registro de outro evento na noite deste sábado. Já faltando 20 km para chegar na fronteira, o fotografo pode ter sido traído pelo cansaço e ter cochilado na direção.

Se pôde registrar que o veículo serpenteou pela estrada até perder totalmente o controle e capotar pelo menos duas vezes. Nesse momento, a jovem foi arremessada para fora e ao se chocar contra o chão, teve seu pescoço quebrado e morreu no local.

O fotógrafo ficou no veículo bastante machucado e foi levado para o hospital de Brasiléia, onde foi constatado alguns ferimentos externo na cabeça, mas precisava de exames mais detalhados e esses só poderiam ser feitos na Capital, para onde foi transferido após ficar em observação.

Por algumas horas, populares e militares vasculharam as laterais fora da estrada para tentar localizar um terceiro envolvido no acidente, mas, foi descoberto que haveria esta pessoa. Policiais militares e o perito criminal foram ao local do acidente para colher informações e tentar chegar motivo real que ocasionou o acidente que tirou uma vida.

jovem Ana Carolina da Silva Dias

jovem Ana Carolina da Silva Dias

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Condutora de veículo morre afogada após o automóvel cair dentro de açude AC-40, em Rio Branco

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Polícia

Homem é morto com facada nas costas em avenida Chico Mendes, no Segundo Distrito de Rio Branco

Publicados

em

Corpo da vítima foi levado para o IML de Rio Branco — Foto: Arquivo/Instituto de Análise Forense do Acre

Um homem ainda não identificado foi morto nesta quinta-feira (26) na Avenida Chico Mendes, no bairro Areal, região do Segundo Distrito de Rio Branco, próximo ao estádio arena da Floresta.

De acordo com o Centro de Operações Policiais Militares (Copom), o homicídio ocorreu por volta das 5h. A informação é que a vítima passava de bicicleta pelo local quando foi atacada e levou, pelo menos, uma facada nas costas.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local fez os primeiros atendimentos e, por conta da gravidade do ferimento, acionou apoio da 01, ambulância de suporte avançado.

Conforme o Samu, o paciente teve uma parada cardíaca ainda no local, foi intubado e a equipe iniciou a reanimação, mas sem sucesso. Ele morreu dentro da ambulância e foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos e de identificação.

Leia Também:  PM de Sena apreende adolescente com 26 papelotes de cocaína na BR-364

Policiais Militares fizeram buscas na região e prenderam um suspeito em flagrante. Segundo o Copom, pelas informações levantadas inicialmente, os dois não se conheciam e a vítima estava no local e hora errada.

O homem teria confirmado o crime, disse que era hora de matar e ao ver a vítima passando na rua, decidiu dar o golpe de faca. O g1 não conseguiu contato com o delegado Alcino Júnior, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa. Do G1 Acre

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA