RIO BRANCO

Polícia

Bandidos tentam assaltar pacientes e servidores de UPA da Sobral em Rio Branco

Publicados

Polícia

Unidades da saúde têm sido constantes alvos dos bandidos em Rio Branco. Depois do episódio de render funcionários do Samu durante atendimento no bairro Canaã e levar kits de primeiros socorros, agora os bandidos tentaram assaltar a Unidade de Pronto Atendimento que fica no bairro da Sobral.

O gerente administrativo da unidade, Carlos Cardoso, contou que tudo aconteceu por volta das 14h da quarta-feira (4). Ele voltava do almoço, quando foi alertado pelos pacientes e funcionários que bandidos tentavam fazer um assalto na entrada de emergência.

Segundo ele, dois homens em uma moto chegaram na entrada da UPA e anunciaram o assalto. Quem estava fora, ao perceber a ação, conseguiu correr e logo em seguida os dois assaltantes foram embora.

“Eu estava chegando do almoço quando fui alertado pelos pacientes e alguns servidores que estava ocorrendo uma tentativa de assalto na entrada da emergência. Corri pra lá, mas os bandidos já tinham ido embora. Nada aconteceu nem com os pacientes, acompanhantes e nem funcionários. Nada foi levado e nem gerou traumas”, destaca Cardoso.

Leia Também:  Operação prende 15 pessoas e cumpre mais de 30 mandados judiciais contra membros de facções

Vale destacar que a UPA fica a poucos metros da 3ª Regional, mas nem isso inibiu a ação dos criminosos. Dois vigilantes reforçam a segurança no local.

“Nada inibe. Mas, aos poucos, vamos amenizar a situação. Foi feito um relatório enviado à Secretaria de Saúde, reforçaram a segurança e a ronda da PM está constante, porque entramos em contato com eles”, finaliza. Do G1 Acre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Suspeitos de estuprar menina de 13 anos e filmar crime são presos no Jordão

Publicados

em

Trio foi preso e levado para Tarauacá para ser interrogado e, posteriormente, conduzido para o presídio — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Três homens, de 18, 20 e 22 anos, foram presos preventivamente por estupro de vulnerável na cidade de Jordão, interior do Acre. Segundo as investigações, o trio abusou sexualmente de uma adolescente de 13 anos em dezembro do ano passado.

A Polícia Civil informou que os suspeitos são conhecidos da vítima. No dia do crime, a menina tinha saído para pagar uma conta para a mãe quando um dos suspeitos a chamou para a casa dele para tomar tereré. Porém, no local, o trio passou a dar bebida alcoólica para a menor.

“Posteriormente saíram da casa e foram para outra casa, que é abandonada, onde deram mais bebida alcoólica para a menor e ocorreu o abuso sexual. Os três abusaram dela”, confirmou o delegado responsável pelo caso, Valdinei Soares.

Ainda segundo Soares, o crime foi filmado pelos suspeitos. Eles a deixaram no local e uma tia a encontrou no local e levou para casa. A mãe da menina ficou sabendo do crime e procurou a polícia.

Leia Também:  Menores sequestram taxista, invadem bar e alvejam um com tiro em Brasileia

“A mãe registrou um boletim de ocorrência, mas, a princípio, a vítima não quis dizer quem era e só foi ouvida na delegacia agora em janeiro, quando citou as pessoas. A Polícia Civil do Jordão acabou diligenciando para identificar os suspeitos, mostrou fotos deles para a vítima, que reconheceu e, a partir de então, representamos pela prisão, busca e apreensão”, complementou o delegado.

A Polícia Civil pediu a prisão dos suspeitos e, nesta terça (18) e quarta (19), cumpriu os mandados de prisão e busca e apreensão.

Os três foram levados para a cidade de Tarauacá, também no interior, para serem ouvidos e, posteriormente, levados para a Unidade Prisional Moacir Prado.

A polícia destacou que as equipes viajaram por mais de cinco horas de barco para prender o suspeito que estava na zona rural do Jordão. Por G1 Ac.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Leia Também:  Ousadia: dupla assalta posto de Saúde em Rio Branco; veja o vídeo

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA