Polícia

Aposentado de 67 anos é morto com tiro nas costas e adolescente fica ferido em Rio Branco

Publicados

Polícia

Valmir Procópio morreu no PS de Rio Branco após levar um tiro nas costas quando voltava para casa no bairro Cidade Nova — Foto: Arquivo da família

O aposentado Valmir Procópio, de 67 anos, foi morto com um tiro nas costas na noite dessa sexta-feira (12) na Rua Baixa Verde, bairro Cidade Nova, em Rio Branco. Um adolescente de 17 anos, que seria filho de um amigo do aposentado, também foi baleado em frente de uma parada de ônibus do bairro. Do G1 Acre.

O idoso foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) com vida e morreu no pronto-socorro da capital horas depois. O adolescente também foi levado para a unidade de saúde e já recebeu alta médica.

Familiares de Procópio contaram que o idoso estava em uma distribuidora do bairro com o amigo e o adolescente. O trio se separou e o aposentado seguiu para casa com o pai do menor. Já o adolescente ficou em uma parada de ônibus.

Os parentes não souberam informar se as duas vítimas foram baleadas pelas mesmas pessoas. O pai do adolescente não ficou ferido.

Leia Também:  Jovem de 22 anos é executado com 4 tiros enquanto estava com amigos em frente de casa, em Rio Branco

“Ele estava voltando para casa. Não estava mais na rua da distribuidora, estava na rua de casa e passaram atirando. O pai ia com o pai do adolescente, que estava sozinho na parada de ônibus”, explicou Rafael Procópio, filho do idoso.

O jovem disse que foi informado que os suspeitos estavam a pé quando atiraram e saíram correndo. A Polícia Militar (PM-AC) esteve no local, mas ninguém foi preso.

“Não eram criminosos, era amigo do meu pai. Eles estavam trabalhando, pai e filho, e meu pai estava na distribuidora”, declarou.

‘Quero justiça’

Abalada e muito revoltada, a mulher do aposentado, Maria de Nazaré Dias Procópio, disse que o marido era um pai de família e trabalhador e não tinha envolvimento com crimes. O casal estava junto há 34 anos.

“Quero justiça, tiraram a vida dele do nada. Esse Acre é terra de ninguém, sem lei. Quero justiça, só isso”, disse entre lágrimas.

E veja também no 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora de Brasileia, Neiva Badotti, falou ao plantão 3 de Julho Notícias que esteve na capital Rio Branco, reunida com a coordenação do SAMU para tratar sobre a retirada da ambulâncias da região do Alto Acre que seriam centralizadas apenas em Rio Branco, a parlamentar cita também a situação da epidemia de dengue no município e sobre o aumento do coronavírus. Exercendo seu papel de vereadora, foi na Capital saber da real situação.

Leia Também:  Veículo furtado no Rio de Janeiro é apreendido em posto de combustível em Cruzeiro do Sul

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Mais um é preso escondido em uma casa, suspeito de torturar jovem em cemitério, em Cruzeiro do Sul

Publicados

em

Valdenis Marinho morreu em um hospital da cidade no dia seguinte ao crime. No dia 28 de abril, Polícia Civil prendeu dois suspeitos de participação no homicídio – Foto: Polícia Civil

Um terceiro suspeito de sequestrar, torturar e matar Valdenis do Nascimento Marinho, de 18 anos, foi preso nesta sexta-feira (13) em Cruzeiro do Sul. Marinho morreu no início do mês de abril em um hospital da cidade após ser encontrado ferido dentro do Cemitério São João Batista.

No dia 28 do mesmo mês, a Polícia Civil prendeu os primeiros suspeitos de praticar o crime. O motivo das agressões seria porque Marinho, que era usuário de drogas, teria furtado entorpecentes de membros de uma facção criminosa.

As investigações continuaram após a prisão da dupla e, nesta sexta, a Polícia Civil prendeu um rapaz, de 27 anos, escondido em uma casa no bairro Várzea.

Logo após o crime, a Polícia Civil chegou a divulgar que Marinho não era de facção, mas era usuário de drogas. Os pais dele que procuraram a polícia para denunciar o caso após a morte. As informações é do portal G1 Acre

Leia Também:  Jovem foi assassinado com quatro facadas na Estrada da Sobral

Suspeito foi preso nesta sexta-feira (13) no bairro Várzea, em Cruzeiro do Sul – Foto: Polícia Civil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA