Polícia

Após briga com mulher, homem é suspeito de atear fogo na casa da família em Rio Branco

Publicados

Polícia

Uma briga entre um casal por pouco não terminou em tragédia no km 4 da Estrada do Quixadá, em Rio Branco. Um homem teria ateado fogo na casa da família após discussão com a mulher. O caso ocorreu na noite de quinta-feira (9), e o Corpo de Bombeiros do Acre foi acionado para controlar o princípio de incêndio.

Ninguém ficou ferido. A Polícia Militar do Acre (PM-AC) esteve no local para tentar prender o suspeito, mas ele fugiu antes da chegada da equipe.

O major Cláudio Falcão, da assessoria do Corpo de Bombeiros, informou que os moradores fizeram os primeiros trabalhos de combate ao fogo antes da chegada dos bombeiros.

“Os moradores estavam controlando o fogo quando os bombeiros chegaram. Os moradores jogaram água, e a gente fez o controle total e não deixamos passar para as demais residências. Houve relato dessa briga e foi acionada a Polícia Militar”, destacou.

Ainda segundo o major, a casa era de alvenaria e sofreu apenas alguns danos. A proprietária da residência estava no local e passou as informações para as equipes.

Leia Também:  Veja como funciona o narcotráfico em Epitaciolândia e Cobija

“Deixamos em cargo da PM para fazer buscas e terminar a situação. Foi um princípio de incêndio, sempre que há um combate é mais fácil controlar. As pessoas não deixaram se propagar muito”, frisou.

Fogo em mercado

Já na manhã desta sexta (10), os bombeiros foram acionados para atender outra situação com princípio de incêndio, desta vez no mercado municipal do Conjunto Habitacional Cidade do Povo, na capital acreana.

Um curto-circuito na fiação elétrica teria causado o fogo. “Começou no curto-circuito e quem estava lá começou a controlar até a gente chegar”, disse Falcão. Do G1 Acre.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Operação Narco Brasil 2022, deflagrada em Feijó, Tarauacá e Rio Branco, prende investigados por tráfico de drogas

Publicados

em

Operação Narco Brasil 2022 cumpriu mandado judiciais em Rio Branco, Tarauacá e Feijó — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Duas pessoas foram presas nesta quarta-feira (29) durante a Operação Narco Brasil 2022 deflagrada em Feijó e Tarauacá, cidades do interior do Acre, e na capital acreana, Rio Branco. Os presos, de 20 e 25 anos, são investigados por terem envolvimento com uma carga de 25 quilos de maconha apreendida em janeiro na Rodoviária Internacional de Rio Branco.

Na ação, policiais da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) e das delegacias locais, cumpriram oito mandados judiciais, sendo: dois de busca em Rio Branco, três de busca em Feijó, um em Tarauacá e dois mandados de prisão.

O investigado de 20 anos foi preso em Tarauacá e o de 25 anos em Feijó. O nome da operação é em alusão ao Dia Internacional Contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, celebrado o último dia 26.

Apreensão de maconha

No dia 14 de janeiro deste ano, um jovem de 23 anos foi preso na Rodoviária de Rio Branco com 25 quilos de maconha que estavam escondidos dentro de uma mala.

Leia Também:  Acusado de matar vigilante da VIP é preso em Rio Branco

A prisão ocorreu por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) que levantou informações de que o jovem estava no ônibus que havia saído de Rondônia. Os policiais, ao fazerem buscas com a companhia de cães, acabaram localizando a droga.

Logo em seguida, foi identificado de quem era o entorpecente e o jovem preso em flagrante. Ainda conforme as informações da polícia, a droga seria levada para a cidade de Feijó, no interior do Acre. Com informações do G1 Acre.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA