Polícia

Adolescentes de 12 e 15 anos são presos após usarem arma de fogo em roubo

Segundo informações da vítima, ela se deslocava para a universidade quando teve sua bolsa roubada por dois indivíduos armados.

Publicados

Polícia

Segundo informações da vítima, ela se deslocava para a universidade quando teve sua bolsa roubada por dois indivíduos armados.

 Da Assessoria PMAC 

Dois adolescentes, um de 12 e outro de 15 anos, foram apreendidos na área do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM) logo após cometerem um roubo com emprego de arma de fogo, na rua N2, bairro Tucumã.

Segundo informações da vítima, ela se deslocava para a universidade quando teve sua bolsa roubada por dois indivíduos armados, que fugiram em uma bicicleta de cor verde. Depois ela pediu ajuda e foi atendida por um homem que passava no local.

A vítima e o homem, que mais tarde se identificou como escrivão de Polícia Civil, percorreram os arredores e conseguiram localizar e apreender os infratores. Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada via 190 e precisou fazer o uso de algemas para evitar a fuga dos suspeitos.

Os policiais militares encontraram a bolsa da vítima e uma escopeta com uma munição calibre 36 em condições de uso, conforme indicado pelos menores, em um terreno baldio nas proximidades. Os envolvidos e a arma apreendida foram encaminhados para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), para os procedimentos cabíveis.

Leia Também:  MP entra com recurso e colono é condenado a mais de 14 anos de prisão

arma de fogo

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Mais um é preso escondido em uma casa, suspeito de torturar jovem em cemitério, em Cruzeiro do Sul

Publicados

em

Valdenis Marinho morreu em um hospital da cidade no dia seguinte ao crime. No dia 28 de abril, Polícia Civil prendeu dois suspeitos de participação no homicídio – Foto: Polícia Civil

Um terceiro suspeito de sequestrar, torturar e matar Valdenis do Nascimento Marinho, de 18 anos, foi preso nesta sexta-feira (13) em Cruzeiro do Sul. Marinho morreu no início do mês de abril em um hospital da cidade após ser encontrado ferido dentro do Cemitério São João Batista.

No dia 28 do mesmo mês, a Polícia Civil prendeu os primeiros suspeitos de praticar o crime. O motivo das agressões seria porque Marinho, que era usuário de drogas, teria furtado entorpecentes de membros de uma facção criminosa.

As investigações continuaram após a prisão da dupla e, nesta sexta, a Polícia Civil prendeu um rapaz, de 27 anos, escondido em uma casa no bairro Várzea.

Logo após o crime, a Polícia Civil chegou a divulgar que Marinho não era de facção, mas era usuário de drogas. Os pais dele que procuraram a polícia para denunciar o caso após a morte. As informações é do portal G1 Acre

Leia Também:  Bandidos matam a tiros trabalhador que quebrava asfalto na Rodovia AC-10

Suspeito foi preso nesta sexta-feira (13) no bairro Várzea, em Cruzeiro do Sul – Foto: Polícia Civil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA